10 personagens LGBT das novelas da Globo que fizeram história

Não é de hoje que as emissoras de TV usam as novelas e séries para colocar em foco assunto polêmicos, que precisam ser alertados, desmistificados ou tratados com mais naturalidade pelas pessoas. Uma prova disso é o grande número de personagens LGBT das novelas da Globo que, de alguma forma, fizeram história na televisão.

Como você vai ver, embora muitos outros personagens LGBT das novelas da Globo tenham sido marcantes, os papéis que selecionamos foram mais relevantes por se tratarem do primeiro contato que o público teve com certos assuntos em uma novela.

Um bom exemplo, como você deve ter percebido, mesmo que não acompanhe; está sendo abordado na novela A Força do Querer.

A personagem Ivan, que começa como Ivana, mostra como é difícil o processo de aceitação e de transformação de pessoas que se identificam como transgêneras e como a família e a sociedade podem deixar esse processo muito mais árduo.

Mas, este, claro, não é o único caso marcante das novelas. Abaixo, como você vai ver, estão alguns outros papéis que foram relevantes e que valem a pena ser relembrados.

Relembre 10 personagens LGBT das novelas da Globo que fizeram história:

1. Sandrinho e Jefferson – A próxima vítima (1995)

O casal era polêmico, obviamente, mas foi muito bem aceito ao público.

2. Sarita – Explode Coração (1995/ 1996)

A travesti gerou polêmica dentro e fora da novela e não era aceita pelos próprios LGBTs.

3. Rafael e Leila – Torre de Babel (1998/ 1999)

Elas também eram rejeitadas e o final do casal não foi nada feliz: elas morreram em uma explosão.

4. Jenifer e Eleonora – Senhora do Destino (2004/ 2005)

Para quem não se lembra, elas viveram o 1º beijo lésbico da Rede Globo.

5. Junior e Zeca – América (2005)

O beijo entre as personagens LGBT estava previsto no roteiro, mas acabou sendo vetado.

6. Félix e Niko – Amor à Vida (2013/ 2014)

Como não se lembrar de Félix, não é mesmo? Mas, além da parte cômica do papel vivido por Mateus Solano, sua participação na novela teve muita representatividade: ele e o ator Thiago Fragoso viveram o primeiro beijo gay da Globo.

7. Clara e Marina – Em Família (2014)

Por não ser aceita pela família, Clara acaba abandonando a família por Marina; mas o público não aceitou muito bem o casal.

8. Cláudio e Leonardo – Império (2014/ 2015)

Esse foi o primeiro papel gay vivido pelo galã José Mayer.

9. Tereza e Estela – Babilônia (2015)

Apesar de ser um assunto já correiro nas novelas da Rede Globo, o beijo entre o casal de lésbicas da 3ª idade, vivido lindamente pelas atrizes Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, deixou o público chocado.

10. Ivan – A Força do Querer (2017)

Esse é o 1º personagem transgênero de destaque e mostra a transformação de Ivana em Ivan e os conflitos que a personagem precisa enfrentar na família e na sociedade para se assumir como um homem transgênero.

E então, quantos desses personagens LGBT das novelas da Globo você se lembra? Qual deles você acha que foi mais representativo socialmente?

Agora, aproveitando o tema, você poderia gostar de conferir também: 11 mulheres que nasceram homens e você jamais saberia.

Fonte: Catraca Livre Entretenimento