5 histórias sobrenaturais famosas que são grandes mentiras

Um dos maiores mistérios para o ser humano é entender o que acontece após a morte. Talvez motivados pelo medo do desconhecido é que acabamos criando histórias fantásticas, cheias de terror e seres maus ou, simplesmente, sobrenaturais; a fim de desvendar o ‘rola’ desse outro lado, tão obscuro e incompreensível. É daí, da imaginação humana, aliás, que nascem boa parte das histórias sobrenaturais famosas que conhecemos.

O problema, claro, é que as pessoas acabam realmente acreditando nessas histórias sobrenaturais como se fossem verdades incontestáveis e terrivelmente ameaçadoras. Há – como você deve saber – até quem perca noites de sono com medo de que espíritos e demônios apareçam da escuridão e lhes façam mal. Tudo isso, aliás, é sustentado, desde sempre, pela criatividade humana, o medo que nos torna cegos para a realidade e a constante renovação e compartilhamento dessas histórias sobrenaturais.

Acontece, no entanto, que muitas dessas histórias sobrenaturais horripilantes e famosas, que ouvimos por aí e que meteram medo durante anos, já foram desmascaradas. Segundo especialistas que cansaram de ver criancinhas e até mesmo adultos tremendo de medo, até os mais detalhadas e bem contados desses relatos apresentam falhas ou não foram comprovados, se tratado, na verdade, de grandes farsas.

Dá para acreditar, por exemplo, que as histórias sobrenaturais e os espíritos que deram origem à lenda de Amtyville é uma completa mentira? Ou que o alienígena de Roswell, nos Estados Unidos, não passou de uma das histórias sobrenaturais mais bem contadas e mentirosas até hoje? … Embora há quem jure que esses outros filmes de terror (clique para ver) sejam baseados em fatos reais.

Confira, abaixo, outras histórias sobrenaturais famosas que são completas mentiras:

1. Horror em Amtyville

Em 1977, o escritor americano Jay Anson escreveu um livro de terror, no qual afirmava que os fatos narrados na história eram reais e haviam ocorrido em uma casa nos Estados Unidos. Segundo ele, tudo que acontecia nesse lugar tinha ligações sobrenaturais com espíritos de índios vingativos, bruxas e, claro, animais possuídos. Na obra, o autor ainda chega a afirmar que a tal casa pertencia um homem que havia matado seis pessoas de sua família naquele lugar infernal.

O livro mexeu tanto com a cabeça das pessoas que investigações paranormais sem fim já foram feitas na casa, apontada como o verdadeiro local dos acontecimentos, mas nada foi descoberto de anormal ali. Os próprios moradores do local afirmam nunca ter visto ou ouvido nada demais na residência.

Mas, como a imaginação das pessoas fala mais alto sempre, a história de Anson continua se passando por verdadeiro e tirando o sono de muita gente. Há até filmes horripilantes inspirados nos fatos sobrenaturais em, supostamente, teriam acontecido em Amityville.

2. O homem que entortava talheres

Comunicação por telepatia, entortar garfos e facas e até mesmo descobrir objetos ou elementos ao redor, sem precisar vê-los. Esses eram alguns dos supostos poderes psíquicos que o israelense Uri Geller teria e que eram ‘endeusados’ na TV, na década de 70.

Apesar de todo efeito espetacular que as apresentações de Uri causavam, um cara chamado James Randi, cansado de ver a farsa ganhar fama, conseguiu repetir todos os feitos do charlatão, tudo com explicações científicas e físicas. Randi ficou tão revoltado com tudo aquilo que andava vendo na TV, que chegou a desafiar as pessoas a comprovarem que tinham poderes sobrenaturais verdadeiros, em troco de um prêmio.

3. Conttingley e as fadas

Outra história controversa da década de 70 aconteceu na Inglaterra, quando algumas garotas de Cottingley afirmavam que tinham contato com fadas e outras criaturas mágicas. A história, que no início causava espanto e desconfiança, passou a ser vista como verdadeira quando as garotas começaram a aparecer em fotos, acompanhadas desses seres sobrenaturais.

O burburinho em torno das fadas foi ainda maior quanto especialistas em fotografia afirmaram que as imagens eram reais e não haviam passado por qualquer tipo de edição. Até mesmo os especialistas em paranormalidade tinham certeza de que se tratavam de manifestações de criaturas mágicas.

Foi o mesmo James Randi, que desmascarou Uri Geller, que colocou fim na farra das fadas. O homem foi à televisão e comprovou que todas as fotos eram grandes farsas e que até mesmo as informações que faziam parte dela haviam sido inventadas.

4. O alienígena de Roswell

Conta a história que em julho de 1947, um OVNI caiu na cidade de Roswell, nos Estados Unidos. Foi depois desse evento que, supostamente, o cadáver de um alienígena foi capturado por cientistas da região, que decidiram filmar a autópsia do corpo.

Como você vai ver abaixo, no vídeo, a veracidade das imagens é bem questionável logo de cara. Mas o fato é que até hoje muita gente acha que tudo isso realmente aconteceu.

Já foi comprovado, no entanto, que o filme foi criado por um especialista em efeitos especiais, para sua mera diversão. No entanto, quem convence as pessoas disso?

5. O monstro do Lago Ness

2

Outro ser sinistro que povoou inúmeras histórias sobrenaturais por aí foi o suposto monstro do Lago Ness, na Escócia. Acontece que assim como nos outros casos, esse fato foi descoberto de desvendado, mostrando às pessoas – às poucas que acreditaram que nada era real – que a famosa foto da criatura sobrenatural que vivia nas águas escocesas era uma grande farsa.

Foi o próprio criador do boato, Duke Wetherell, quem admitiu, em 1933, que alimentava histórias de um monstro marinho desde a adolescência e as contava para as pessoas. A foto desse ser duvidoso, inclusive, foi uma montagem que ele e o enteado, Christian Spurling, montaram com plástico e engrenagens.

E aí, ficou decepcionado ou aliviado?