8 remédios que fazem mal e você tem em casa

Apesar de todo mundo saber que remédios precisam ser prescritos por médicos, a verdade é que todo mundo tem sempre um caixinha ou uma gaveta de medicamentos em casa para tratar males comuns, como dores de cabeça, musculares, na garganta, no ouvido, no estômago, contra indigestão e assim por diante.

O problema, no entanto, é que até os mais inofensivos dos medicamentos se tratam de remédios que fazem mal, caso sejam administrados quando não é preciso ou em dosagens erradas. Até mesmo o simples paracetamol ou o dorflex fazem parte dessa lista, sabia?

Ficou de queixo caído, não é mesmo? Pelo menos agora você vai entender porque os médicos vivem alertando por aí sobre remédios que fazem mal, quando não prescritos!

Confira abaixo, outros remédios que fazem mal e que você não sabia:

1. Antibióticos

1

Se não consumido na dosagem correta ou durante o tempo adequado, antibióticos são um bom exemplo de remédios que fazem mal. Primeiro porque mata apenas as bactérias mais fracas e depois, porque faz com que as que sobreviveram criem resistência ao remédio e se proliferam. O resultado é que o tratamento da infecção passa a exigir remédios mais caros e tóxicos.

2. Paracetamol

2

Outro remédio que faz mal e a maioria das pessoas não tem consciência é o paracetamol. De acordo com pesquisadores, o consumo exagerado do medicamento aumenta as chances da pessoa desenvolver problemas cardíacos, renais e intestinais.

3. Antigripais

3

Em grandes quantidades, esse é um dos remédios que faz mal para todo mundo, mas quem toma medicamento para controlar a hipertensão deve ter atenção especial com os antigripais. Isso porque presença de anti-inflamatórios não esteroidais na composição desses remédios pode diminuir a eficácia dos medicamentos de pressão.

4. Anticoncepcionais

4

Embora estejam na bolsa de quase toda mulher, os anticoncepcionais estão na lista dos remédios que fazem mal, especialmente podem causar trombose. Essa doença, aliás, é caracterizada pela coagulação do sangue dentro de vasos sanguíneos, que pode ser fatal. Mulheres obesas ou fumantes, por exemplo, têm chances em dobro de desenvolver a doença.

5. Dipirona

5

Contra cólicas e febres, a gente sempre pensa em dipirona, não é mesmo? Acontece, no entanto, que esse medicamentos está no topo da lista dos remédios que fazem mal. Isso porque é muito comum pessoas que têm alergia ao medicamento, que pode tremores, náuseas e até mesmo desencadear crises de asma. E não para por aí: a dipirona pode causar também agranulocitose, uma doença que pode ser fatal e que causa grande redução do número de glóbulos brancos (protagonistas do sistema imunológico).

6. Dorflex

6

Embora seja o remédio mais vendido do Brasil, segundo pesquisa realizada em 2013, o Dorflex está também entre os remédios que mais fazem mal. Indicado contra dores, especialmente musculares, o remédio contém o analgésico dipirona, o relaxante muscular orfenadrina e cafeína, que age como estimulante. Juntos, esses componentes podem provocar alterações do ritmo cardíaco, enjoos e reações alérgicas.

7. Vitamina D

7

Apesar de parecer sem importância, a vitamina D é um dos remédios que fazem mal e que costuma estar sempre presente na casa das pessoas. Ela se trata de um nutriente que ajuda no equilíbrio dos níveis de cálcio no organismo e pode ser naturalmente conseguida durante banhos de sol e em alguns alimentos. Sua versão industrializada, no entanto,  pode ser tóxica se ingerida em doses diárias acima de 50 miligramas. Dentre os sintomas da intoxicação por vitamina D estão a perda do apetite, náuseas e vômitos, sede excessiva, aumento da emissão de urina, fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial.

8. Sibutramina

8

Um dos remédios que fazem mal e pode ser incluso dentre os mais perigosos da lista está a sibutramina. Muito usada em tratamentos contra a obesidade, esse remédio causar aceleração dos batimentos cardíacos, náuseas e até delírios nas quatro primeiras semanas de uso. Além disso, dores de cabeça e tontura também são comuns durante o consumo desse remédio.

Agora que você sabe que todos esses remédios fazem mal, fique atento! Não vai continuar tomando qualquer comprimido por aí, vai?