Após morte de gato, cadela depressiva ganha filhotinhos para se recuperar

Quem acha que não existe amizade verdadeira entre animais de espécies diferentes, está muito enganado. Até mesmo o combinado improvável de cão e gato dá certo, tanto que nossa história de hoje é um belo exemplo disso.

Flora, uma cachorra da raça malamute do Alasca, ficou depressiva depois de perder seu melhor amigo, o gato Dextex, de 20 anos. Depois disso, a cadela ficou depressiva e passou a preocupar bastante sua dona, Jill Willians, moradora de Kanab, nos Estados Unidos.

Depois de um tempo apática e sem se animar, Flora acabou ganhando dois novos companheiros felinos na tentativa de se animar de novo. Mas, a verdade é que cadela depressiva não se adaptou ao gatos e continuou em sua tristeza.

No início de agosto, no entanto, Jill fez uma nova tentativa de tirar sua companheira da situação deprimida que se encontrava. Foi assim que a cadela depressiva ganhou quatro filhotinhos de gatos bem fofinhos, resgatados da Best Friends Animal Society, uma organização de adoção de animais da região de Kanab.

Dessa vez, a missão foi cumprida e Roxy, Iggy, Bowie e Glamour não demoraram muito a se aproximar de Flora. O primeiro dos gatinhos a ganhar a simpatia da cadela depressiva, segundo Jill, foi Iggy, que cheirou o focinho de Flora para começar a amizade.

A recuperação da cachorra está sendo tão rápida que o caso de Flora ganhou a internet. No vídeo abaixo, e nas fotos do Instagram que você vai ver a seguir, é possível notar como a cadela parece gostar de seus novos amiguinhos.

Veja mais fotos da cadela depressiva, que agora está feliz, com seus companheirinhos:

Fofinho o final feliz dessa história, não? Agora, falando em cachorros, você pode se divertir com essa outra postagem a seguir: Cão modelo ganha equivalente a R$ 48 mil por mês fotografando looks.

Fonte: Estadão