Como saber se o sal rosa do Himalaia é falso ou verdadeiro

Se você é daquelas pessoas que vivem de dieta e se preocupam com a saúde, com certeza, já deve ter testado ou tem vontade de testar o tão famoso sal rosa, não é verdade? Mas, mesmo se tratando de um produto vendido a preços “salgados” no mercado, é bom ficar atento, já que nem todas as marcas vendem o sal do Himalaia verdadeiro.

Conforme especialistas, o sal rosa tirado dos reservatórios milenares do Himalaia é considerado o sal mais puro do mundo e a cor rosa indica essa sua pureza química. Para quem não sabe, ele livre de toxinas e poluentes, conta com mais de 80 tipos de minerais.

Ele tem alto poder desintoxicante, ajuda a eliminar toxinas do corpo, a purificar o sangue, a regular a produção de óleo pela pela e até mesmo a prevenir cãibras e fortalecer o sistema imunológico e os músculos, devido à sua alta concentração de magnésio.

Golpe do sal rosa

Mas, a verdade é que nem todo sal rosa encontrado por aí concentra, realmente, essa quantidade de nutrientes e de benefícios. Boa parte do produto que está disponível no mercado brasileiro é falsificado e se trata de sal marinho com a pigmentação rosada.

O resultado final é que as pessoas pagam muito mais caro por algo que não trará os mesmo benefícios. Aliás, só a título de curiosidade, o quilo do sal rosa do Himalaia custa em torno de 100 reais, o que justifica os valores cobrados por poucas gramas do sal especial (desde que seja verdadeiro).

Como saber se o sal rosa do Himalaia é falso ou verdadeiro:

Se você comprou sal rosa e quer saber se ele é verdadeiro ou falso, fique tranquilo que os testes são muito simples. Abaixo você confere o que fazer.

1. Preço

Apesar de ser sempre mais caro que o sal de cozinha comum, desconfie do sal rosa com preços muito abaixo da média. Eles tentem a ser falsificados.

2. Cristal

Observe os cristais de seu sal rosa. Se eles forem sequinhos, é mais provável de que seu produto seja verdadeiro, já que esse tipo de sal é extraído de minas secas.

3. Cor

O sal rosa vindo do Himalaia é rosa, mas não de forma intensa. Os produtos falsificados costumam ter um tom rosa bem mais intenso.

4. Água

A prova de fogo é colocar o sal na água. Depois de mexer com uma colher, observe a cor da água: o sal falso deixa a água bem escura, levemente avermelhada. Por outro lado, o sal verdadeiro não muda a tonalidade da água.

Interessante, não? Será que você já caiu nesse golpe do sal rosa? Não deixe de nos contar nos comentários.

E, se quiser saber se também não está sendo engando pelo mercado com relação a outros produtos, confira também: Tem mel em casa? Descubra se ele é natural ou adulterado.

Fonte: Cura pela Natureza, Vix