Conheça as cidades que pagam para você morar lá

Você já pensou em morar fora do Brasil? Se esse é um de seus planos de vida, deveria ficar atento às vantagens que alguns lugares oferecem. Por exemplo, você sabia que existem cidades que pagam para você morar pelo simples fato de seus governos desejarem uma população maior?

Aqui no Brasil, pelo menos por enquanto, não existe nenhum caso assim registrado, mas em várias cidades estrangeiras esse método de incentivo financeiro já funciona. Nos Estados Unidos, por exemplo, inúmeros são os locais nessa lista de cidades que pagam para você morar.

Candela

Na Europa também existem ótimas escolhas e recompensas para novos moradores. Um dos locais mais recentes a adotar essa política é a cidade italiana de Candela, na Puglia. Com apenas 2700 habitantes, o local comporta 8 mil pessoas e está atrás de expandir sua população.

Segundo representantes da prefeitura local, será dado o valor equivalente a 3 mil reais para pessoas solteiras que se mudarem. Os casais, por outro lado, receberão aproximadamente 4.500 reais.

Para as famílias mais numerosas que toparem viver no lugar as recompensas são ainda mais generosas: famílias com três pessoas, receberão 6.700 reais; e famílias com quatro ou mais membros receberão mais de 7.500 reais só para construírem um novo lar na cidade. Está bom ou quer mais?

Segundo o site O Globo, créditos em impostos sobre lixo, contas e creches também são oferecidos. Mas existem alguns requisitos para receber a grana: os novos moradores devem residir na Candela, alugar uma casa e ter um emprego com um salário menor de 2.300 reais por mês.

Conheça outras cidades que pagam para você morar lá:

1. Ilha de Miyakejima, Japão

Se você quer receber para morar em um lugar, digamos, exótico e não se importar em virar objeto de estudo, esse é o seu lugar.

A ilha é o local com a maior concentração de gás sulfúrico do mundo e, em nome da Ciência, o governo japonês pagar uma quantia significante a quem esteja disposto a ajudar a descobrir quais os efeitos do gás no corpo humano.

2. Camden, Canadá

A cidade canadense quer reativar sua economia e oferece nada menos que 2,8 hectares para quem queira viver no local e empreender para gerar empregos. Nesse link você confere um pouco mais sobre o assunto.

3. Curtis, Estados Unidos

A cidade no Estado do Nebraska é perfeita para quem é fã de golfe e está entre as cidades que pagam para você morar lá. Em 2013, o censo mostrou que a região contava com apenas 922 habitantes.

Para aumentar sua população, lotes de terrenos estão disponíveis para doação àquelas que toparem se mudar e construir uma residência próximo ao Arrowhead Meadows, o principal campo de golfe local. Nesse link você confere mais informações.

4. Tristan da Cunha, Reino Unido

Essa cidade conta com nada mais, nada menos que 267 habitantes e se trata da ilha mais remota habitada do mundo. Só para você ter ideia, embora faça parte do domínio britânico, a ilha está situada entre a América do Sul, o Oceano Atlântico e a África.

Quem topar a se mudar para o lugar ganha 25 mil libras por ano do governo, que se propõe a bancar também o transporte e a moradia dos novos habitantes. Nesse link você descobre mais sobre o assunto.

5. Harmony, Estados Unidos

Outra cidade americana que está na lista das cidades que pagam para você morar é Harmony, no Estado do Minnesota. Em 2010, apenas 1.020 pessoas viviam e, em 2013, esse número caiu ainda mais, passando para 1007.

Para atrair novos moradores, o governo decidiu que toda novo morador receberá aproximadamente 12 mil dólares. O mais interessante é que alguns terrenos na cidade estão à venda por essa faixa de preço, o que já garante que você terá um lugar para chamar de seu logo na mudança.

6. Ponga, Espanha

Você, provavelmente, nunca ouviu falar nessa cidade e é por causa disso que o governo decidiu colocá-la entre as cidades que pagam para você morar lá.

Para cada novo casal que decidir se mudar e repovoar a cidade será pago até 3 mil euros.

7. Kansas, Estados Unidos

Dos 103 condados do Estado americano de Kansas, 70 incentivam de alguma forma os novos moradores, sabia?

O tipo de recompensa mais comum na maioria dos condados é a isenção do imposto de renda por 5 anos. Além disso, os jovens que queiram viver por lá ganham até 15 mil dólares de empréstimo estudantil.

Aqui você pode conferir quais outros benefícios de viver no Kansas.

8. Alasca, Estados Unidos

Se você não se importar em passar a maior parte do ano tremendo de frio, o Alasca também está entre os lugares que pagam para que mais pessoas vão morar lá.

O Permanent Fund Dividend Divison, por exemplo, oferece até 2 mil dólares por pessoa que atendam aos pré-requisitos de novos moradores do lugar.

9. Detroit, Estados Unidos

A cidade de Detroit perdeu quase 50% de sua população desde os anos 50 e a situação ficou ainda mais complicada quando decretou falência, em 2013.

Apesar disso, quem topar se mudar para lá recebe uma ajuda de custo de 2,5 mil dólares no primeiro ano e, depois, de 1 mi dólares no segundo ano. Há também um empréstimo de 20 mil dólares para quem quiser comprar uma casa por lá, como você confere aqui.

10. Saskatchewan, Canadá

Se você viver na província pode requerer uma espécie de pensão de 13 mil euros por ano do governo canadense.

Para isso, você precisa apenas comprovar proficiência em inglês, ser recém-formado e já morar por lá durante 7 anos. Veja aqui como ganhar o benefício.

11. Cataratas do Niágara, Estados Unidos

Se você escolher o lado americano na cidade para viver pode ganhar 3,4 mil dólares. Isso porque pouca gente realmente reside lá e o governo quer mudar esse cenário. Aqui você confere como fazer.

12. Utrecht, Holanda

Quem vive nessa cidade holandesa recebe um incentivo de 900 euros por mês. Mas, ao contrário das outras, a pensão não é por causa do baixo número de habitantes.

Todo mundo recebe a grana e pode escolher se quer ou não trabalhar. Nesse link você entende melhor como funciona o benefício.

13. New Heaven, Estados Unidos

Localizada no Estado de Connecticut, a cidade chega a pagar 9 mil dólares para os novos moradores a fim de repovoar o lugar.

Isso porque a população local reduziu consideravelmente depois da epidemia de crack entre as décadas de 80 e 90. Aqui você entende melhor o assunto.

E aí, gostou das dicas? E, se esses lugares ainda não parecem bons para ser sua nova casa, esses outros podem ser: Os 8 lugares mais frios do mundo.

Fontes: Nômades Digitais, Panrotas, Guia Viajar Melhor, O Globo