Corujas: 10 fatos divertidos e curiosos sobre esses animais incríveis

As corujas são pássaros intrigantes que conseguem capturar facilmente a atenção de qualquer pessoa. Selecionamos alguns fatos interessantes sobre esses animas incríveis que podem desvendar alguns mitos e segredos. Confira a seguir:

10 fatos divertidos e curiosos sobre as corujas

1. Corujas caçam e se alimentam de outras corujas. Por exemplo, o principal predador da espécie Strix varia, natural da América do Norte, é outra espécie de coruja, o Corujão-da-virgínia

.

2. Na língua inglesa, o coletivo de corujas é chamado de parlamento (parliament). Isso se deve a uma citação no livro As Crônicas de Nárnia, do escritor CS Lewis.

3. As corujas podem girar seus pescoços 270 graus. Um sistema bem interessante recolhe o sangue para alimentar seus cérebros e olhos quando o movimento do pescoço corta a circulação.

4. Os olhos de uma coruja não “globos oculares”. Na verdade, seus olhos são em forma de tubo e completamente imóveis, proporcionando uma visão binocular que se concentra completamente em suas presas e aumenta a percepção de profundidade.

5. A menor coruja do mundo é a Mocho-duende, que tem 5 a 6 centímetros de altura e pesa apenas alguns gramas. A maior coruja do mundo, em estatura, é a Coruja-pescadora-de-blakiston, que tem até 75 centímetros de altura e pesa de 4 a 5 quilogramas.

6. A Coruja-de-igreja, a espécie mais comum no Brasil, consegue engolir sua presa de uma vez só, com pele, ossos e tudo – elas chegam a comer até 1.000 ratos por ano.

7. A Coruja-gavião pode detectar uma ratazana até 1 km e meio de distância.

8. Nas épocas de fartura, onde os camundongos são abundantes, a espécie de corujas Aegolius funereus que normalmente é monogâmica, começar a “colar as asinhas para fora”, tendo vários “relacionamentos extraconjugais”. Isso porque como há muito alimento disponível o trabalho para dos pais para alimentar seus filhotes é menor, o que possibilita um tempinho livre para o casal pular a cerca.

9. Muitas espécies de corujas têm orelhas assimétricas. Por serem localizadas em diferentes alturas da cabeça da coruja, suas orelhas são capazes de identificar a localização dos sons em várias direções.

10. A Coruja-serra-afiada pode percorrer longas distâncias em mar aberto. Há registros dessa espécie ter percorrido mais de 100 km em uma costa dos Estados Unidos.

 

Imagens: Reprodução