Descubra como sobreviver a um ataque de tubarão

Especialistas vivem dizendo por aí que ataque de tubarão ao ser humano é algo extremamente raro, mas a verdade é que sempre que essa notícia vem à tona, a gente se desespera. Ou você vai dizer que entra no mar, tranquilamente, depois de saber que algum banhista, surfista ou qualquer um foi atacado?

Mesmo que a melhor das apostas seja evitar a todo custo adentrar em território de tubarões (como você vai ver por aqui também), a boa notícia é que ser atacado, nem sempre, é o fim. Como você vai ter oportunidade de conferir, é possível escapar de um ataque de tubarão com vida se você seguir as dicas que listamos abaixo.

Ao contrário do que muita gente pode dizer por aí, a pior das escolhas é se fingir de morto. Caso você seja vítima de um ataque de tubarão, a melhor coisa a se fazer é ser tão ou mais agressivo que o bicho. Dá para acreditar nisso?

Então, se quiser viver para contar como escapou das presas de um tubarão, o melhor é ler a matéria até o final. Por mais que ninguém queira passar por esse tipo de apuro, o melhor remédio é sempre a prevenção!

Descubra como sobreviver a um ataque de tubarão:

1. Seja agressivo

Se um tubarão atacar você, é preciso ser agressivo. Não fique parado, reaja com toda força que você puder, lute para escapar. Mas, claro, faça tudo isso sem tirar os olhos do bicho.

Agora, se o tubarão estiver longe, a melhor tática é ficar imóvel. Ele pode ficar curioso, mas é possível que ele vá embora sem incomodar.

Conforme os especialistas, aliás, os seres humanos não estão dentro do “menu” de alimentação dos tubarões e só nos atacam quando nos confundem com suas presas ou quando se sentem ameaçados.

2. Bata com força

O focinho, os olhos e as guelras são pontos fracos dos tubarões por serem bem sensíveis. Por isso, se precisar lutar por sua vida durante um ataque de tubarão, não exite, bata com toda a força que puder nessas áreas.

Claro que esses golpes apenas deixarão o animal atordoado e ele poderá voltar se estiver realmente interessado em ter você como lanche. Então, aproveite esse tempo de recuo para tentar sair da água.

A menos que você consiga machucar de verdade os olhos do bicho. Isso pode realmente fazê-lo ir embora.

3. Procure apoio para as costas

Caso não seja possível sair da água, procure um apoio para suas costas, algo rígido como um barco ou rochedo. Isso vai dar certeza de que o ataque será apenas em uma direção e que você você poderá se antecipar para a luta. A superfície também ajuda você a ter mais impulsão na hora de golpear o bicho.

Como evitar um ataque de tubarão

Além de procurar informações sobre a população de tubarões da região e sobre o comportamento dos animais, é preciso também seguir a risca essas regras:

1. Nade sempre em grupo

Os tubarões costumam atacar alvos solitários. Por isso, prefira nadar em grupo, caso tenha que se distanciar da costa.

2. Evite o mar durante o pôr do sol e a noite

Se for nada, prefira os períodos mais claros do dia. Nesses horários os tubarões são menos ativos. Entrar no mar depois que o sol se pôr, em meio a tempestades e quando a água estiver turva e agitada nunca é uma boa ideia.

Essas situações diminuem a visibilidade do animal e faz com que ele confunda mais facilmente seus membros com peixes e outros animais que lhe servem de alimento.

Abaixo você confere todas essas dicas compiladas no vídeo do Time U.S:

E, falando em sobreviver a ataques, essa matéria também pode ajudar bastante: O que fazer se você for atacado por cachorro.

Fontes: Veja, Time