Esse vídeo de um dispensador de sabão racista revela um problema muito sério

O que um vídeo viral de um dispensador automático de sabão “racista” pode falar sobre o mundo da tecnologia? Aparentemente, muita coisa!

Chukwuemeka Afigbo, um nigeriano que trabalha com tecnologia, twitou um pequeno vídeo de um dispensador de sabão automático “racista” que parece funcionar apenas com peles brancas. Pelas reações das pessoas, o vídeo foi levado para o lado cômico.

 

Um problema sério

Como o próprio autor do vídeo comenta, isso levanta um problema muito maior. O dispensador provavelmente usa algum tipo de sensor de luz para detectar quando uma mão está embaixo do aparelho. Aparentemente, uma mão de pele negra não era clara o suficiente para ativar o sensor. Este problema simples teria sido evitado se a fabricante tivesse testado o dispensador em vários tons de pele. Isso, é claro, exige que a empresa considere a existência de várias etnias.

Há muitos outros exemplos disso. No passado, a Google precisou se deculpar depois que seus sistemas de marcação automática de imagem identificaram fotos de pessoas negras com “macaco” e “gorila”.

Há também a história de Joz Wang, uma taiwanesa-americana, cuja câmera digital Nikon em todas as fotos perguntava se alguém havia piscado, ao qual ela respondeu com uma postagem intitulada “Não, eu não pisquei … Eu sou apenas asiático! “.

Um estudo científico também abordou a questão das aplicações de reconhecimento de voz sendo muito mais eficazes em entender a voz masculina em comparação com vozes femininas. Isso ocorre porque o software foi treinado usando principalmente vozes masculinas.

Diversidade!

Superficialmente, esse episódio do dispenser de sabão pode ser vistos como algo engraçado, como um aparelho tecnológico pode ser racista? Mas, na realidade, eles mostram porque a diversidade é tão importante no sentido mais direto. Afinal, a empresa por trás do dispensador provavelmente não estava sendo intencionalmente racista. Eles eram, no entanto, indiferentes!

 

 

Fonte: IFLScience
Imagens: Reprodução