Modelo com síndrome rara quebra tabus e faz sucesso no mundo da moda

Melanie Gaydos é uma americana, de 28 anos, que está ganhando destaque no mundo da moda. Mas, ao contrário do que você está acostumado a ver nas fotos artísticas e nas passarelas, essa modelo com síndrome rara foge a todos os padrões de beleza que se tornaram populares nesse ramo.

Em entrevistas a jornais e sites internacionais, Melaine contou que nasceu com uma doença genética rara, chamada displasia ectodérmica. Basicamente, isso faz com que a modelo com síndrome rara nascesse careca, sem dentes, cabelo e sem unhas, e atrapalhou também a formação de sua pele, de cartilagens e até mesmo dos ossos.

Estímulo

Mas, o que poderia ser uma grande limitação na vida de Melaine, acabou se tornando um estímulo para que ela tentasse se destacar e quebrar esteriótipos. A boa notícia é que tanta determinação deu certo.

A modelo com síndrome rara, embora tenha uma aparência excêntrica, está se destacando no mundo da moda. Além de seus inúmeros ensaios fotográficos, ela tem sido procurada para desfiles e chegou até mesmo a participar da semana de moda de Nova York, em 2015.

Aceitação x preconceito

Mas, claro, ganhar a aceitação da mídia e dos destaques da moda não foi nada fácil. A modelo conta que as pessoas costumavam olhar para ela de uma forma estranha, apontá-la nos testes e até mesmo fazer perguntas rudes sobre ela à família.

Na infância, por exemplo, os colegas da escola tinham medo dela, o que ela não conseguia entender porquê.

Primeiríssima

Conforme os médicos, até agora a modelo com síndrome rara pode ser a primeira pessoa com essa condição. E, apesar de tudo pelo que ela passou, apesar das limitações, Melanie conta que, hoje em dia, se sente bonita e que não mudaria em nada a forma como nasceu.

Apesar disso, até mesmo para ela seu sucesso é algo espetacular, longe de tudo que ela poderia imaginar. “Pensava que não teria futuro, realmente achava que alguma coisa muito ruim iria acontecer”, contou à BBC.

Veja um pouco do trabalho da modelo com síndrome rara que está quebrando tabus:

E então, não é bom ver que apesar das diferenças as pessoas conseguem superar obstáculos e correr atrás de seus sonhos? Agora, já que falamos em síndromes raras, não deixe de conferir também: Conheça a doença das meninas-bonecas, que NUNCA vão crescer!

Fonte: BBCBored Panda