O que dá o sabor “cola” de refrigerantes como Coca-Cola?

Nada como uma Coca-Cola gelada para matar a sede em um dia super quente, não é mesmo? Mas, apesar de ter um sabor maravilhoso e, convenhamos, pouco comparável com qualquer um outro que você já tenha provado, o sabor “cola”, dos refrigerantes de cola, como a Coca-Cola, tem, ou melhor, tinha um ingrediente secreto.

Isso porque, no começo, a coloração escura desses refrigerantes e o sabor cola não eram derivados de corantes ou quaisquer outros ingredientes industrializados. O que garante seu aroma e sua tonalidade avermelhada era um ingrediente natural: a noz-de-cola, uma castanha nativa da África tropical.

1

De acordo com quem entende do assunto, as árvores coleiras chegaram ao continente americano em plena escravidão, quando os primeiros escravos desembarcaram por aqui. De lá para cá, a castanha que garantia o sabor cola dos refrigerantes recebeu diversos nomes, como noz-de-cola, orobó e café-do-sudão. (Já ouviu falar em algum desses nomes antes?)

Mas, apesar de realçar o doce dos alimentos e de dar o sabor cola e a coloração dos refrigerantes como a Coca-Cola, as pequenas nozes das coleiras, normalmente de 2 a 5 centímetros; acabaram sendo substituídas pela indústria na fabricação das bebidas. Isso porque, ao longo do tempo, o sabor cola começou a ser reproduzido em laboratório e, hoje, é totalmente artificial, apenas lembrando ao paladar o gosto da noz-de-cola.

E você, sabia disso?

Ainda sobre a Coca-Cola, você pode gostar de ler também: 11 segredos da Coca-Cola que você não conhecia e 17 formas alternativas de usar Coca-Cola.