O que é vitiligo? Entenda a doença e como ela surge

Nem todo mundo sabe o que é vitiligo pelo nome, mas, com certeza, todo mundo já ouviu falar na doença de pele que deixou o Michael Jackson branco, não é mesmo? Para quem não sabe, o problema pode surgir a qualquer momento da vida e tem como característica o surgimento de manchas brancas na pele e nas mucosas.

Conforme os médicos, as manchas de vitiligo surgem depois que os melanócitos, células que produzem a melanina, a substância que dá cor à pele; começam a desaparecer.

E, apesar de ser encarado como uma doença, nem todo especialista considera o vitiligo assim, já que ele não dói, não provoca coceira, não descama e, principalmente, NÃO É CONTAGIOSO!

O que causa o vitiligo?

O mais interessante de tudo é que, apesar de não ser uma doença recente, os médicos ainda não conseguem explicar a causa do vitiligo. A teoria mais aceita é que as manchas apareçam devido a uma síndrome autoimune, fazendo o corpo ficar confuso e atacar a si mesmo.

Muitos médicos defendem esse ponto de vista devido também a casos de pacientes com vitiligo que acabam sofrendo perda de audição e inflamações oculares, já que ouvidos e olhos também contam com aquelas células que mencionamos no começo e que são as responsáveis pela produção da melanina.

De acordo com especialistas, outras doenças autoimunes também pode surgir associadas ao vitiligo. Psoríase, diabetes, esclerodermia, lúpus e artrite reumatoide são exemplos disso.

Por trás da doença

Pesquisas sobre a doença até o momento revelaram que pessoas com vitiligo contam com uma quantidade menor de células da pele, chamadas TREGS. Elas são, basicamente, reguladoras do linfócito T e a ausência delas deixa o organismo vulnerável aos ataques autoimunes, como os motivados por desgaste emocional.

Aliás, é comum que as manchas aumentem de tamanho e que novas apareçam  depois de situações ou períodos estressantes ou traumáticos. Até mesmo tatuagens podem desencadear esse tipo de reação na pele, devido a um fenômeno chamado Koebner.

Como é o tratamento do vitiligo?

A má notícia para quem ficou preocupado é que não é possível prevenir o surgimento das manchas ou mesmo impedir que elas evoluam pelo corpo. Aliás, há casos em que elas aumentam mesmo  sem nenhum motivo aparecente, embora elas também possam regredir sozinhas.

Com relação ao tratamento, os médicos aconselham que as pessoas que têm o vitiligo evitem desgastes emocionais, roupas apertadas e que se exponham ao sol, já que o risco de um câncer de pele aumenta bastante.

Pomadas à base de corticoide, terapia com luzes, medicamentos orais e até mesmo cirurgia também são indicados em alguns casos, embora a cura total seja extramente rara.

E então, você já tinha ouvido falar sobre o problema ou conhece alguém que tenha vitiligo? Você tinha consciência de que essa não é uma doença contagiosa? Não deixe nos deixar seus comentários!

Agora, falando em doenças, essa outra matéria também pode ser bastante útil: Formigamento nas mãos pode ser inofensivo ou um sinal de doenças graves.

Fonte: Mundo Estranho