Por que a Microsoft criou o jogo Paciência? Saiba o único motivo

Se você nasceu a partir dos ano 2000, deve ser difícil imaginar o mundo sem o completo acesso à internet. Mas, por mais complicado que isso seja, acredite, houve um tempo em que poucas pessoas podiam pagar internet (discada, porque banda larga só veio muito depois. Daí, quando se tinha um computador em casa, sem internet, o jeito era aproveitar os games da Microsoft, como o jogo Paciência.

Claro que ele não era o jogo mais divertido do mundo, mas o jogo Paciência no PC já embalou as tardes e/ou noites de muita gente que não tinha nada melhor para fazer. No entanto, embora tenha ficado famoso pelo entretenimento que proporcionava (sem ironias!), o jogo Paciência não foi desenvolvido para os computadores para servir somente como diversão, sabia?

De acordo com a própria Microsoft, existia um motivo mais forte para que o jogo Paciência, e muitos outros nesse mesmo padrão, fossem desenvolvidos e implantados nos computadores, especialmente durante a década de 1990, e início dos anos 2000.

4

O grande e único motivo, aliás, para o jogo Paciência existir era ensinar as pessoas a lidar com o mouse, que naquela época era novidade, já que até aquele momento computadores eram sinônimo de digitar em linhas de código e mais nada.

3

Conforme o site Mental Floss, por meio do jogo Paciência, as pessoas refinavam a coordenação motora para mexer com o mouse enquanto ia clicando nas cartas ou as arrastando até o destino final. Isso porque sim, o mouse era um problema nos primeiros anos, já que poucos usuários sabiam se orientar bem com eles.

Muito além do jogo Paciência

Mas ainda tivemos alguns outros games com funções parecidas com o jogo Paciência, todos eles implantados a partir do Windows 3.0, como FreeCell, Campo Minado e Copas. Lembra desses joguinhos?

No caso do FreeCell, por exemplo, embora testasse bastante as possibilidades motoras do usuário quanto ao mouse, seu verdadeiro objetivo mesmo era voltado ao próprio software. Ele permitia que a camada thunking de 32 bits do Windows fosse testada. Assim, quando o jogo não rodasse, podia saber que havia algum problemas com essa camada do PC.

7

E, como esquecer o Campo Minado? Bem como o jogo Paciência, que tinha a função de orientar a movimentação com o mouse, esse outro tinha como função acostumar os usuários do Windows a usar os botões direito e esquerdo.

5

O jogo Copas, por outro lado, só apareceu no Windows for Workgroups 3.1. Isso porque ele não tinha somente a intenção de testar os movimentos de mouse dos usuários. O Copas, na verdade, estimulava o uso da tecnologia NetDDE, que fazia comunicação entre outras pessoas que jogavam o mesmo jogo em uma rede local.

6

Legal, né? Mais interessante ainda é saber que, mesmo com objetivos tão simples, o jogo Paciência ficou tão famoso. Tanto que voltou com tudo no Windows 10, mesmo depois de ter sido abolido do Windows 8.

Agora subindo de nível, tem games por aí com objetivos muito mais obscuros. Conheça, por exemplo o Sad Satan, o jogo bizarro da Deep Web aterroriza internet.

Fontes: Mental Floss, Exame