Preferência por sabor amargo pode ser sinal de psicopatia, afirma Ciência

Sabe aquela pessoa que diz amar jiló e que o café sempre mais amargo e sem açúcar? Cuidado, este pode ser um sério “candidato” a se revelar um psicopata. Pelo menos é isso o que diz a Ciência.

Segundo um estudo desenvolvido pela Universidade de Innsbruck, na Austrália, pessoas que preferem alimentos amargos, como chocolate com alta porcentagem de cacau, café forte e sem açúcar, gin, água tônica, jiló e assim por diante, têm maiores tendências antissociais e sádicas. Aliás, os alimentos que acabamos de citar são, segundo os cientistas, exemplos da “dieta dos psicopatas”.

Para chegar a este resultado alarmante, os pesquisadores fizeram testes variados em 953 pessoas. Os voluntários foram testados quanto à agressividade e, depois, quanto às suas tendências sádicas do cotidiano, por meio de um teste psicológico chamado Tríade da Escuridão.

Nesta etapa, as pessoas deveriam dizer o quanto concordavam com frases como “Tirar sarro das pessoas é especialmente satisfatório quando elas percebem”.

5

O mais interessante de tudo é que os indivíduos que tiraram notas mais altas nestes testes de perversidade, também tinham uma estranha preferência pelo sabor amargo em alimentos e bebidas. Chocante, não?

Amargo x psicopatia

2

Conforme os cientistas, as pessoas normalmente têm uma resistência maior ao sabor amargo por se tratar de um reflexo natural de nosso cérebro. Isso porque nossa espécie aprendeu, ao longo de milhares de anos, a associar este tipo de sabor aos venenos.

 

Com relação aos psicopatas, no entanto, esse alerta não existe. Como eles não são capazes de sentir medo e têm dificuldade para sentir quaisquer outras emoções, o organismo deles não rejeita o sabor amargo e eles conseguem curtir a comida amarga sem nem mesmo fazer careta.

3

Um ótimo detalhe para se notar quando estiver conhecendo alguém, não acha? E, se quiser saber um pouco mais sobre o tema e se preparar para possível encontro futuro com alguém “lé-lé da cuca”, não deixe de conferir ainda: 10 transtornos de personalidade mais comuns atualmente.

Fontes: ExameElástica