Qual o verdadeiro dia do nascimento de Jesus Cristo?

Todos os anos bilhões de pessoas comemoram em uma mesma noite e em um mesmo momento, o que é conhecido como o nascimento de Jesus.

O dia 25 de dezembro simplesmente não pode ser visto de outra forma! Ele o dia em que reunimos a família, os amigos se possível, e juntos comemos e bebemos em uma grande celebração.

Mas apesar do grande número de cristãos que existem no mundo, nem todos sabem que essa data – 25 de dezembro- não corresponde de fato ao dia em que Jesus Cristo veio ao mundo.

A grande questão é que a bíblia em si, nunca informou dadas precisas. Por isso não é possível encontrarmos em algum de seus livros, passagens que confirmem que Jesus Cristo de fato tenha nascido nessa data.

Apesar de muitas pessoas não acreditarem ou simpatizarem com o cristianismo. É fato que um homem chamado Jesus nasceu na Galileia há aproximadamente 2.000 anos atrás. Além disso ele foi seguido e reconhecido como um messias. Por isso é a data de nascimento desse homem que os historiadores não conseguem determinar com precisão.

As principais evidências que indicam que o dia 25 de dezembro é uma fraude, além de não existirem registros disso, se referem as temperaturas e mudanças climáticas que ocorrem nessa época do ano na região que é apontada como o local do nascimento.

Segundo a narrativa bíblica, quando Jesus estava prestes a nascer, César Augusto emitiu um decreto ordenando que todos os cidadãos retornassem a sua cidade de origem. O objetivo era realizar um censo, uma contagem das pessoas.

Para mais tarde atualizarem as taxas cobradas de impostos e o número de pessoas que estavam alistadas no exército.

Como nessa região o inverno é extremamente frio e ocorre com mais intensidade no final do ano. Historiadores acreditam que o imperador não obrigaria a população a viajar por semanas, em alguns casos até meses, durante o inverno palestino.

Outra evidência seria o fato dos três reis magos que foram avisados sobre o nascimento de Jesus, estarem naquele momento andando durante a noite com o seu rebanho ao ar livre. Coisa que jamais poderia acontecer em dezembro, época de frio, e que o rebanho ficava recluso em locais fechados.

Porque comemoramos o natal no dia 25 de dezembro?

Segundo o professor de teologia da Universidade PUC-SP, a teoria mais aceita pelos estudiosos é que essa data foi escolhida pela igreja católica para contrapor um importante evento pagão. Realizado pelo povo de Roma no século 4.

Essa era a celebração do solstício de inverno. Assim seria muito mais fácil evangelizar esse povo que poderia substituir a sua festa e costume por outra celebração que aconteceria no mesmo dia.

Além disso o próprio solstício que acontece no hemisfério norte mais ou menos nessa data e que é o motivo da celebração sempre foi associado simbolicamente ao nascimento e renascimento. Por isso que a data casou tão bem com a proposta e a necessidade da igreja.

Que era a de materializar um dia do calendário para simbolizar o nascimento do seu messias.

Existe uma alguma estimativa de qual seja a data correta do nascimento de Jesus?

Oficialmente e comprovadamente, é impossível chegarmos a uma conclusão. Mas apesar disso, muitos historiadores especulam diferentes datas, através de diferentes teorias.

Uma delas, criada por eruditas do século 3, diz que segundo cálculos feitos a partir de textos bíblicos, Jesus teria nascido no dia 25 de março.

Uma segunda teoria que se baseia em uma contagem regressiva feita a partir da morte de Jesus, calcula que ele nasceu no início do outono do ano 2.

Os meses de abril e setembro também são especulados, mas como ficou muito bem esclarecido aqui, são apenas especulações.

O que nos leva a concluir que não existe uma estimativa que historicamente pode responder a essa intrigante questão. E a nossa única certeza, é que o dia 25 de dezembro, é uma data meramente simbólica e ilustrativa.

Mas e aí querido leitor! Você já sabia que o dia 25 não correspondia a uma data real para o nascimento de Jesus? Nos conte isso e muito mais aqui embaixo pelos comentários.

Se você se interessou por esse assunto, confira também “como era o verdadeiro rosto de Jesus Cristo”. 

Fontes: SuperInteressante, Uol.