A quantidade que tornaria esses 14 alimentos e coisas comuns em venenos fatais

Dizem por aí que a diferença entre o veneno e o remédio está apenas na quantidade, não é mesmo? Na maioria das vezes, a gente pensa que isso é apenas figura de linguagem, mas a matéria de hoje vai provar como os venenos fatais estão muito mais próximos de nós que a gente imagina.

Aliás, para sermos mais exatos, alguns alimentos e outras coisinhas do seu cotidiano que parecem inocentes, na quantidade correta, podem causar sérios problemas à saúde. Em alguns casos, inclusive, eles podem causar até mesmo a morte, sabia?

E, se você está pensando que estamos falando de coisas potencialmente perigosas, como materiais de limpeza com química pesada e coisas do tipo, você está muito enganado. Venenos fatais, na verdade, estão escondidos em simples sementes de maçã, de cereja e até mesmo na água que você bebe para matar a sede.

Tenso, não? Abaixo, como você vai ver, listamos as quantidades exatas dessas substâncias que podem levar um homem adulto mediano, de cerca de 80 kg, a morte.

Confira 14 alimentos e coisas comuns que podem ser venenos fatais:

1. Sementes de maçã

Quantidade mortal: 18 sementes.

Comer as sementes de uma maçã, não trará problemas algum à sua saúde, mas se comer somente as sementes e em grande quantidade elas podem ser fatais por serem ricas em cianeto.

2. Café

Quantidade mortal: 113 xícaras de café, de 250 ml cada. Ou seja, 30 litros de água.

Embora o cafezinho salve seu dia e dê aquela energia extra, ele é um dos itens dessa lista que podem se tornar os venenos fatais mais poderosos que alguém poderia imaginar. Nessa quantidade absurda que acabamos de apontar, por exemplo, qualquer pessoa morreria, mas não de overdose de cafeína propriamente dita, mas por intoxicação por água.

3. Bananas

Quantidade mortal: 400 bananas

Não que você vá conseguir comer tantas bananas de uma só vez, ou em um só dia, mas se quiser tentar, saiba que você estará colocando sua vida em risco. Segundo especialistas, essas frutas são ricas em potássio e a superdosagem desse nutriente é um dos venenos fatais de nosso dia a dia que pouca gente conhece.

4. Bebidas alcoólicas

Quantidade mortal: 1,25 litro de bebida alcoólica, de graduação alcoólica de 40% (cerca de 2,5 garrafas de meio litro de uísque ou 27 shots de 45 ml cada).

Mas, calma, essa quantidade vale para o organismo de um homem adulto, de tamanho e peso médios. Ele morreria se tomasse toda essa bebida alcoólica de um só vez, em apenas uma hora, e sem vomitar. Ou seja, só mata se você for realmente uma pessoa obstinada.

5. Pimenta em pó

Quantidade mortal: 130 colheres de sopa.

Pois é, essa é uma quantidade que ninguém conseguiria consumir, certo? Mas sim, é essa a quantidade de pimenta em pó que alguém poderia consumir e que se tornaria uma dos venenos fatais aparentemente inofensivos dessa lista.

6. Laranjas

Quantidade mortal: 11 mil laranjas

Esquece, você morreria de congestão antes de conseguir se intoxicar com laranjas, não acha?

7. Sal

Quantidade mortal: 48 colheres de chá.

Esse sim é perigo, embora seja difícil alguém conseguir tanto sal e em um só dia (por mais que a colherinha seja da menor). Só para que você compare, a quantidade diária recomendada é entre 1 e 4 gramas.

8. Água

Quantidade mortal: a partir de 6 litros.

Embora os nutricionistas recomendem que as pessoas tomem bastante água diariamente, essa quantidade quer dizer entre 2 litros e 3 litros por dia. Se você tomar muito mais que isso, como 6 litros ou mais, dependendo do seu peso e do seu tamanho é possível que você sofra sérias consequências.

9. Chocolate

Quantidade mortal: 10 kg de chocolate.

Embora seja rico em açúcar e em gordura, não é exatamente isso que pode matar os gulosos de plantão. Uma pessoa que consiga comer mais de 10 kg de chocolate de uma só vez pode acabar se intoxicando com teobromina, um poderoso estimulante do sistema nervoso central, que pode trazer consequências terríveis, como ataques epiléticos, hemorragia interna, infarto do miocárdio e até mesmo a morte, em casos mais extremos.

10. Caroços de cereja

Quantidade mortal: não determinado

Isso porque não é, exatamente, o caroço que pode se tornar um dos venenos fatais dessa lista, mas o que existe dentro dele. A semente inteira não causa nada, mas sua parte interna é rica em cianeto, assim como a semente de maçã, e de outros caroços e sementes de frutas, como os de pêssego, damasco, amêndoas amargas e assim por diante.

11. Açúcar

Quantidade mortal: 2,5 kg de açúcar ou 500 colheres de chá.

Parece muito, mas você já contou quantas colherzinhas de chá de açúcar você consome todos os dias? Claro que não chega a 500, mas provavelmente é muito mais do que você deveria consumir em um só dia, não é?

12. Pasta de dente

Quantidade mortal: 24 tubos de pasta de dente

Quem nunca deu aquela “provadinha” na pasta de dente? Embora esse não seja exatamente um alimento, quem topar ingerir essa quantidade de pasta de dente pode acabar se intoxicando de uma maneira irreversível.

13. Cigarros

Quantidade mortal: 75 cigarros de uma vez

Claro que, mesmo fumando menos que isso todos os dias você está se intoxicando do mesmo jeito e, provavelmente, sofrerá as consequências do hábito em alguns anos; mas fumar tantos cigarros de uma só vez pode ser instantaneamente fatal.

14. Maconha

Quantidade mortal: 680 kg em 15 minutos ou se comer 22 kg.

Bom, mais uma vez, essas quantidades são humanamente impossíveis, não acha? Pelo menos de um só tacada.

Doido isso, não? E, falando em coisas comuns e aparentemente inocentes que podem causar nossa morte, não deixe de conferir também: Cinco tratamentos de beleza comuns que podem ser mortais.

Fonte: Tudo Interessante, Bright Side