Se você gosta de natureza e de adrenalina precisa conhecer Formosa, em Goiás

O que você vai fazer no próximo feriadão? Se você gosta de aventura, de adrenalina e de contato direto com a natureza, o próximo destino que você deveria conhecer fica na cidade de Formosa, no interior do Estado de Goiás.

Localizada a 75 quilômetros de Brasília e a 282 quilômetros da capital goiana, Goiânia, Formosa é uma cidade aconchegante, com um pouco mais um pouco mais de 100 mil habitantes, segundo estimativas de 2016, do IBGE.

Embora você possa optar pela hospitalidade do município e desfrutar da culinária goiana sem sair da cidade, é saindo dos limites urbanos que a diversão realmente acontece em Formosa. A região é um prato cheio para os aventureiros de plantão, cheia de grutas, cachoeiras, quedas livres, trilhas e assim por dia.

O que fazer em Formosa?

Bons exemplos das atrações turísticas da região são a rampa de voo livre, no Vale do Paranã, e que é palco do campeonato mundial de voo livre; a Lago Feia e seus esportes aquáticos, as inscrições rupestres dos sítios arqueológicos da Toca da Onça e do Bisnau e as cachoeiras do Bisnau, do Indaiá e da Água Fria.

Mas, sem dúvidas, o que mais atrai os turistas para a cidade goiana são o Buraco das Andorinhas e das Araras, duas formações rochosas com grutas subterrâneas de águas cristalinas e o Salto do Itiquira, no Parque Municipal do Itiquira. Sobre esses, aliás, vamos nos aprofundar um pouco mais a seguir.

Cachoeira do Bisnau

 

Burca dos Andorinhas e Buraco das Araras

Localizado a 50 quilômetros da cidade, o Buraco das Andorinhas se trata, literalmente, de um buraco na formação rochosa do lugar, com quase 250 metros de profundidade e 60 de largura.

Cercado de mata nativa e com uma gruta ao fundo com uma lagoa de água cristalina, esse é um dos destinos mais desejados de Formosa para a prática de rappel e para mergulhar.

Aliás, o nome do lugar é bastante sugestivo e apropriado, já que existe um grande número de pássaros que habita a região.

O Buraco das Araras, por outro lado, é uma das maiores dolinas de colapso (espécie de depressão no solo, formadas ela dissolução química de rochas calcárias abaixo da superfície) do Brasil e a segunda maior do Centro-Oeste. Com seus 105 metros de profundidade e 295 metros de largura, o lugar é no meio de uma floresta de samambaias gigantes, típicas da idade primitiva.

O Buraco conta com trilhas que levam até a caverna e ao rio subterrâneo, onde os visitantes aproveitando para mergulhar. O rappel, claro, também é uma atração do local, e sua descida possui, aproximadamente, 65 metros de altura.

Uma curiosidade sobre o Buraco das Araras é que, apesar do nome, o lugar não conta com a presença dessas aves em específico. A grande atração ali são as revoadas de maritacas, que pairam gritando pela dolina.

Salto do Itiquira

Um dos principais pontos turísticos de Formosa é o Salto do Itiquira. Com 168 metros de altura, a queda d’água é considerada o maior do Planalto Central, a 8ª maior do Brasil e é a 2ª, das 7 belezas naturais do Estado.

Para admirar o Salto, é preciso adentrar o Parque Nacional de Itiquira, que fica, aproximadamente, a 32 quilômetros da cidade. O lugar é perfeito para a prática do rappel e conta com rio e outros poços com pequenas cachoeiras onde é permitido tomar banho.

No caso do Salto do Itiquira, no entanto, os turistas não têm permissão para mergulhar, devido a força da queda d’água.

Itiquira Park

Para aproveitar as belezas do local, você pode, inclusive, ficar hospedado nas proximidades do parque. Uma boa sugestão é o Itiquira Park, que engloba não só o hotel, com seus chalés charmosos, mas também área de camping e um clube com piscinas de águas correntes.

E aí, gostou, da sugestão? Agora, se você prefere destinos no água salgada, essa é a melhor dica que você pode ter para seu próximo período de descanso: Praia de Flecheiras é paraíso escondido no Ceará para quem ama a natureza.