Veja estragos do terremoto no México, um dos mais potentes a atingir a América Latina

Como se não bastasse os furacões Harvey e Irma que varreram parte das ilhas caribenhas e atingiram os estados americanos do Texas e da Flórida, os alertas da natureza ainda não sessaram. Na noite de quinta-feira (7 de setembro), às 23h49 (por volta de 1h da manhã no Brasil), foi registrado um terremoto no México de magnitude 8.2.

De acordo com a Agência Mexicana de Proteção Civil, o tremor, que ocorreu no litoral sul mexicano, foi o mais forte do país em 100 anos e um dos mais fortes já ocorridos na América Latina. Somente em 1960, no Chile, outro tremor mais potente, de magnitude 9.5 assustou tanto um país da América do Sul.

Alerta de tsunami

E esse não foi o único terremoto no México. O tremor foi tão intenso que outras duas réplicas, dessa vez de magnitudes 6.1 e 5.8, foram sentidas no sudoeste de Salina Cruz (Oaxaca). Além disso, um alerta de tsunami foi gerado para 8 países da América do Sul para a possibilidade de ondas de até 4 metros.

Conforme os especialistas, o epicentro do terremoto no México foi localizado a uma profundidade de 33 quilômetros e 119 quilômetros de Tres Picos. Usuários no Twitter afirmaram que os tremores foram sentidos também em Honduras e na Guatemala.

Estragos

Milhares de moradores da Cidade do México e de outras localidades atingidas saíram às ruas assim que receberam o alerta sísmico, que avisa a população um minuto antes de um tremor.

As autoridades mexicanas informaram que, embora pelo menos 35 mortes tenham sido registradas desde a madrugada, a capital e a região metropolitana não registraram muitos problemas, apesar dos vidros quebrados, das quedas de objetos em avenidas e de algumas casas parcialmente destruídas.

Especialistas explicam que o México fica entre 5 placas tectônicas e é um dos países que mais registra atividades sísmicas no mundo.

Veja fotos do forte terremoto no México:

  

E, se você acha que o anda acontecendo é ruim, você pode ficar de cabelos em pé se ler também esse outro post: O que poderia acontecer se a Terra parasse de girar?

Fontes: Correio do Povo, G1, Sputnik Brasil,