Mundo Animal

Animais solitários: 20 espécies que mais valorizam a solidão

Algumas espécies do reino animal preferem viver como animais solitários, distantes de grandes grupos ou sociedades organizadas.

Por P.H Mota

Alguns animais são conhecidos por passarem a vida em pares ou grandes sociedades ao longo da vida, como os lobos, por exemplo. Por outro lado, existem animais solitários que preferem a tranquilidade de não dividir a companhia com outros indivíduos.

Isso não significa que essas criaturas estão tristes ou melancólicas, mas sim que desenvolvem hábitos e preferências pela solidão. Quando isso ocorre, os momentos de companhia costumam acontecer somente durante os períodos de reprodução da espécie.

Desse modo, mesmo espécies marcadas por hábitos sociais podem incluir animais com preferência por hábitos solitários. Entretanto, aqui vamos abordar espécies que costumam apresentar esse traço como característica marcante.

20 animais mais solitários do mundo

1. Rinoceronte

Fonte: Pexels

Os rinocerontes são animais de caráter forte e pouca paciência, o que faz com que prefiram ser animais solitários. Geralmente, a proximidade com outros indivíduos só ocorre no período de reprodução, quando os machos se reúnem para cortejar alguma fêmea. Contudo, são animais de hábitos herbívoros que mantêm a ferocidade para proteção.

2. Leopardo

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Os leopardos são animais carnívoros que passam a maior parte da vida com hábitos solitários. Diferente de outras espécies caçadoras, que costumam caçar em bandos para obter mais sucesso, eles têm preferência por fazer a missão sozinhos. Com efeito, após o acasalamento, também costumam abrir mão da solidão para criar os filhotes.

3. Coala

Fonte: Pexels

Quando são filhotes, os coalas passam o tempo todo grudados nas costas da mães. No entanto, assim que atingem a maturidade passam a viver sozinhos, procurando outros somente para reprodução. Aliás, esses animais são tão solitários, que uma lenda envolvendo a espécie diz que é mais fácil observar um coala perto de uma árvore do que de outro coala.

Continua após a publicidade

4. Urso

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Independente da espécie de urso, esses animais preferem ser solitários. A característica é comum entre variantes do animal, incluindo ursos pandas, pandas vermelhos ou ursos polares, por exemplo. Na maioria das vezes, preferem manter hábitos de solidão a estar com outros animais num grupo fechado.

5. Ornitorrinco

Fonte: Pexels

Os ornitorrincos também são animais extremamente solitários, mas em episódios raros isso pode mudar. Isso porque alguns indivíduos acabam optando por viver em pares, em casos bem incomuns.

6. Lobo-guará

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Ainda que tenha lobo no nome, o guará não é exatamente uma espécie de lobo. Sendo assim, tem uma diferença marcante para a maioria das espécies, que preferem viver em grupos. Os lobos-guarás estão entre os animais mais solitários do mundo, tanto para o dia-a-dia como para caçar.

7. Toupeira

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Um dos principais motivos da solidão das toupeiras está no seu hábito mais característico: cavar tocas e buracos. Isso porque a espécie odeia dividir o espaço, que costuma ser construído apenas com foco no conforto de uma só criatura. Além disso, os túneis cavados pelos animais costumam ser individuais e não compartilhados com outros indivíduos.

8. Preguiça

Fonte: Pexels

Não deveria parecer surpresa que um dos animais mais preguiçosos do mundo adora ficar sozinho. Uma vez que passam a maior parte da vida pendurados na árvore desfrutando os prazeres da preguiça, que lhe dá o nome, o animal não costuma se encontrar com outros se não tiver a intenção de reprodução.

9. Doninha ou cangambá

Fonte: Pexels

As doninhas, ou cangambás, são frequentemente confundidas com gambás, mas são animais diferentes. No entanto, para o bem das próprias criaturas, são animais solitários que preferem não se misturar. Uma vez que sua principal característica é liberar um forte odor em situações de ameaça, as próprias criaturas se beneficiam de não precisar compartilhar o aroma de outras.

Continua após a publicidade

10. Glutão ou carcaju

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Assim como o personagem da Marvel que leva seu nome (Wolverine), os glutões são animais muito solitários. Essas criaturas preferem se isolar em regiões sem vizinhos, preferindo viver em ambientes vastos e isolados, para não compartilhar o terreno.

11. Peixe-leão

Fonte: Pexels

O peixe-leão é um animal solitário que não teria como viver de outro forma, já que possui barbatanas carregadas com muito veneno. Dessa maneira, nenhum predador, invasor ou mesmo outro peixe-leão se aproxima durante a vida, com exceção de períodos de reprodução da espécie.

12. Pandas vermelhos

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Os pandas vermelhos são notoriamente tímidos, preferindo uma vida de solidão em vez de companhia, exceto, é claro, quando estão com vontade de alegrar o mundo, produzindo uma ninhada de filhotes fofinhos.

13. Maçaricos

Fonte: Pexels

Quase todos os pássaros maçaricos viajam em grupos, mas como você pode imaginar, os maçaricos solitários fazem as coisas de maneira um pouco diferente. Assim, quando se trata de encontrar um lugar para colocar seus ovos, eles se contentam em ficar sozinhos pegando ninhos emprestados de outras aves.

14. Orangotangos

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Os orangotangos são os mais solitários das espécies de grandes macacos, preferindo passar suas vidas sozinhos nas árvores, encontrando-se apenas com as fêmeas na hora de acasalar.

15. Diabo-da-tasmânia

Fonte: Pexels

Como o nome sugere, os demônios-da-tasmânia não são os companheiros mais convidativos. Além disso, eles são solitários e não toleram outros animais por perto, especialmente durante a alimentação. Desse modo, as as refeições em grupo não são os momentos mais cordiais entre eles.

Continua após a publicidade

16. Tartarugas marinhas

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Tendo uma das migrações mais longas da Terra, é compreensível que as tartarugas marinhas não tenham tempo para se estabelecer. Com efeito, durante as temporadas de acasalamento e nidificação, esses animais se reúnem em grupos, mas na maioria das vezes, preferindo ficar sozinhos.

17. Rãs

Fonte: Pexels

As rãs comuns, quando não estão fazendo girinos com um pequeno companheiro verde, ficam sozinhas e, portanto, podem fazer refeições fáceis de insetos, vermes e caracóis.

18. Texugos

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Texugos quase sempre preferem caçar e vagar por conta própria, isto é, quando não estão relaxando sozinhos em suas tocas solitárias.

19. Tatus

Fonte: Pexels

Os tatus estão perfeitamente equipados para proteger as partes carnais dos ataques de predadores, mas essa casca também indica o quanto esses animais são autossuficientes e solitários. Portanto, exceto quando eles se reúnem para acasalar, esses animais preferem ficar sozinhos.

20. Tamanduás

Animais solitários: 11 espécies que mais valorizam a solidão
Fonte: Pexels

Por fim, apesar de ficarem juntos para acasalar, ou quando estão criando filhotes, tamanduás-bandeira passam toda a vida solitários, devorando alegremente suas formigas sem ter que compartilhar.

Então, gostou de saber mais sobre esses animais antissociais e solitários? Pois, leia a seguir: Coala – Características, alimentação e curiosidades do animal.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você