Curiosidades

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Big Ben é o nome comumente usado para o Grande Sino da Torre Elizabeth, que fica ao lado do Palácio de Westminster; saiba tudo sobre ele!

Se você já esteve em Londres, ou mesmo viu uma foto da capital inglesa, provavelmente já viu a torre do relógio gigante na esquina do Palácio de Westminster. Esta construção é um dos principais ícones de Londres e também é chamado de Big Ben ou Grande Sino da Torre Elizabeth.

Antigamente, as pessoas se referiam ao local apenas como de “Torre do Relógio”. Então, por que a conhecemos hoje como “Big Ben”? Isso se deve ao grande sino dentro da torre que marca a hora e leva esse nome.

Portanto, ao contrário da crença popular, a torre do relógio em si não é chamada de “Big Ben”. Em vez disso, é chamada de “Torre Elizabeth”, em homenagem à Rainha Elizabeth II.

Quando a torre do Big Ben foi construída?

Em primeiro lugar, acredita-se que o Big Ben leva o nome de Sir Benjamin Hall, o primeiro comissário de obras responsável pela instalação e teste do sino.

A torre foi concluída em 1859 e os primeiros badalos do Big Ben soaram em Londres em 11 de julho daquele ano. O Big Ben tocou de hora em hora durante os reinados de seis monarcas britânicos.

Continua após a publicidade

Ademais, ele pesa mais de 13 toneladas, ou seja, aproximadamente o tamanho de dois grandes elefantes africanos. Além disso, tem 2,28 metros de altura e um diâmetro de 2,7 metros.

Por que a Torre Elizabeth ganhou o grande relógio Big Ben?

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Após a destruição do Antigo Palácio de Westminster pelo fogo em 1834, Charles Barry foi o pioneiro na reconstrução do palácio e o Big Ben foi incluído em seu novo projeto.

Apesar de ser o arquiteto-chefe, Barry escolheu o projeto da torre do relógio para Augustus Pugin, que criou esta torre do relógio de 16 andares em seu estilo neogótico arquetípico. Aliás, foi o último trabalho de Pugin antes dele se entregar à loucura e à morte.

A parte inferior de 60 metros da torre consiste em alvenaria com revestimento de calcário Anston. O resto da torre é emoldurada de ferro fundido.

A torre situa-se em uma área de quinze metros quadrados, construída com concreto de três metros de espessura abaixo do nível do solo de quinze metros. Além disso, a estrutura é composta por 354 escadas de pedra calcária que conduzem ao topo.

Continua após a publicidade

Como é o relógio de perto?

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Criados por Augustus Pugin, os quatro mostradores de relógio com moldura de ferro suportam 312 peças de vidro opala como uma janela de vitral.

Cada uma das bases do mostrador do relógio exibe a inscrição em latim: “DOMINE SALVAM FAC REGINAM NOSTRAM VICTORIAM PRIMAM”, que significa “Ó Senhor, guarda a salvo nossa Rainha Vitória a Primeira”.

Pesando quase 300 kg, o pêndulo do relógio tem 4 metros de comprimento e bate a cada 2 segundos. Uma pequena pilha de moedas de um centavo é colocada no topo do pêndulo para o ajuste do tempo do relógio.

Aliás, a adição ou remoção de uma única moeda afetará a velocidade do relógio por dia em 0,4 segundos.

Fundido em 1856, o Big Ben foi o maior sino da Grã-Bretanha até o surgimento do “Grande Paulo” em 1881, que atualmente fica na Catedral de São Paulo, também em Londres.

Continua após a publicidade

7 curiosidades sobre o Big Ben

1. A torre do relógio, na verdade, tem 5 sinos

Big Ben é o nome do maior sino da Torre Elizabeth. Todavia, a torre também consiste em mais 4 sinos. Enquanto o próprio Big Ben toca a cada hora do dia, os outros 4 sinos tocam nos Quartos de Westminster a cada quarto de hora.

Um dos fatos mais notáveis ​​sobre o Big Ben é que cada primeira tacada de cada hora tem precisão de até 1 segundo. E sim, é o primeiro badalo que marca a hora.

2. O relógio é muito preciso, exceto quando neva

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

O maior problema para o relógio, além dos reparos e manutenção ocasionais, é a neve. Ou seja, se nevar muito, é possível que ele seja afetado.

Aliás, a primeira vez na história que o relógio do Big Ben parou foi em 1878 devido à grande quantidade de neve que impossibilitou o movimento correto dos ponteiros.

Continua após a publicidade

3. As pessoas podem ouvir o som do sino 13 vezes

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Você sabia que a velocidade do som é relativamente lenta? A ênfase aqui se dá pelo fato de que as pessoas que moram perto do Big Ben conseguem ouvir a batida do sino 13 vezes a cada hora.

Para isso , é necessário ouvir rádio e ouvir o sino real ao mesmo tempo. As batidas da campainha transmitidas por rádio chegam primeiro, enquanto o som das batidas reais chega um segundo depois.

Assim, os londrinos que moram na área podem ouvir o sino 13 vezes.

4. Foi o maior sino da Grã-Bretanha após a conclusão

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

O maior dos 5 sinos da Torre Elizabeth é oficialmente chamado de “Grande Sino”. Após a conclusão, o Big Ben foi o maior sino do Reino Unido, um recorde que manteve por 23 anos até ser superado pelo “Big Paul” em 1881, o maior sino da Catedral de São Paulo em Londres.

Continua após a publicidade

5. O Big Ben ficou sem funcionar por 4 anos

O Grande Sino da Torre do Relógio recém-construída tocou pela primeira vez em 11 de julho de 1859. Entretanto, o sucesso durou relativamente pouco porque, em setembro do mesmo ano, o novo sino rachou e parou de funcionar por quatro anos.

Em 1863, encontraram uma solução tripla para o problema. Primeiro, o sino foi ligeiramente girado para que o martelo batesse em outro local, o martelo foi feito mais leve e um pequeno quadrado foi cortado no sino para evitar que a rachadura aumentasse.

6. Foi eleito o marco mais famoso da Inglaterra

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Uma pesquisa feita em 2008 com 2.000 participantes revelou que o Big Ben é visto como o marco favorito da Inglaterra. Portanto, ele é realmente um ícone cultural da Europa.

7. Estrangeiros não podem entrar no Big Ben

Big Ben: história do famoso relógio que é símbolo de Londres

Continua após a publicidade

Como os marcos mais famosos da Inglaterra, o Big Ben representa a atração turística ideal para visitantes de todo o mundo. Contudo, um dos fatos mais peculiares sobre o Big Ben é que é impossível para pessoas sem passaporte da Europa entrar na torre!

Desde 2017, extensas reformas estão sendo feitas para o Big Ben, que inclui a adição de um elevador. Sem ele, é preciso subir os 334 degraus da escada em espiral que leva ao topo da Elizabeth Tower.

Então, curtiu saber mais sobre esse icônico monumento de Londres? Pois, leia também: 25 regras estranhas da família real que você não vai acreditar

Próxima página »

Escolhidas para você