Curiosidades

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita

A história do biscoito Oreo começa no ano de 1912, mas ainda hoje tem uma série de teorias e curiosidades não desvendadas.

Por P.H Mota

A marca de biscoito Oreo é uma das mais conhecidas do mundo, famosa por misturar biscoitos escuros com um recheio branco e cremoso. Muito antes de inspirar versões alternativas e cópias de outras marcas, a história do biscoito surgiu a partir da rivalidade entre dois irmãos.

Desde então, várias curiosidades sobre a forma de produção e a própria evolução do biscoito geram curiosidades de entusiastas. Isso porque algumas delas estão envolvidas em mistérios até hoje não muito esclarecidos.

Independente disso, o biscoito conquistou fãs e admiradores no mundo todo e ainda hoje se destaca por suas características.

Como o biscoito Oreo é fabricado

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita
Unsplash

Basicamente a receita do Oreo leva muita farinha de trigo para produzir a massa dos biscoitos. Além disso, ingredientes como cacau, açúcar, fermentos, gordura, óleo vegetal, sal, bicarbonato de sódio e de potássio emulsificantes e aromatizantes também estão na massa.

Continua após a publicidade

Entretanto, não adianta tentar misturar os componentes em casa na intenção de desenvolver sua própria versão de Oreo. Isso porque a fabricante Mondelez não esconde que adiciona alguns outros ingredientes secretos para garantir particularidades do produto.

Para a fabricação, as medidas devem ser exatas, a fim de garantir a qualidade da marca e não comprometer nenhum dos biscoitos. Depois da mistura, a massa vai para uma esteira que leva os biscoitos para a etapa de modelagem.

Continua após a publicidade

Nessa fase, eles passam por uma prensa que corta e molda a massa em centenas de biscoitos iguais, prontos para irem ao forno. Logo após estarem completamente assados, eles passam por uma etapa de resfriamento, responsável pela crocância dos biscoitos.

Já o recheio, vai parar no centro dos biscoitos de forma automática, a partir de máquinas que despejam uma quantidade determinada em cada um deles. A etapa, no entanto, também possui alguns segredos não revelados pela fabricante.

Continua após a publicidade

A finalização ocorre no envio dos biscoitos Oreo para as embalagens. Assim como outras partes do processo, essa também tem alguns segredos que garantem que todos os pacotes contenham biscoitos frescos e crocantes.

Curiosidades sobre o biscoito Oreo

História

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita
Cincinnati
  • O primeiro biscoito Oreo foi vendido na cidade de Hoboke, em New Jersey, em 6 de março de 1912. Ou seja, o biscoito é praticamente centenário!
  • Desde a chegada ao mercado, em 1921, mais de 450 bilhões de Oreos foram vendidos. Sendo assim, o biscoito é o mais vendido da história dos EUA.
  • A história do biscoito é marcada pela rivalidade entre dois irmãos. Jacob e Joseph Loose discordavam sobre os rumos da American Biscuit and Manufacturing Company, empresa em que trabalhavam. Quando Jacob precisou se afastar da presidência por motivos de saúde, em 1897, Joseph decidiu aproveitar o momento para introduzir as mudanças que desejava. No comando da empresa, uniu forças com as concorrentes New York Biscuit Company e United States Baking Company para formar a National Biscuit Company (Nabisco). Logo após a recuperação da saúde, Jacob se revoltou e formou a própria empresa – a Loose-Wiles Biscuit Company –, mas nunca conseguiu superar o irmão.
  • Apesar do sucesso dos biscoitos Oreo, eles não foram uma criação original. Isso porque a receita era praticamente uma cópia dos cookies Hydrox, da empresa Light of the Sun.

Boatos sobre a produção

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita
Unsplash
  • Apesar da popularidade, ainda hoje a origem do nome Oreo é um mistério. Algumas teorias apontam para a relação da palavra com “or”, ouro em francês. Isso porque as primeiras embalagens do biscoito eram douradas. No entanto, outros sugerem que os O’s do nome representam os biscoitos, e o re seria retirado da palavra creme, do recheio.
  • Ao longo da história, o nome Oreo apareceu ao lado de outros títulos em referência ao biscoito. Originalmente, o biscoito surgiu como Oreo Biscuit, mas passou por nomes como Oreo Sandwitch e Oreo Crème Sandwitch. Desde 1974, o nome completo e oficial é Oreo Chocolate Sandwich Cookie.
  • Uma outra teoria sobre a produção sugere que um office boy da Nabisco, William Turner, foi responsável por criar o projeto gráfico da bolacha. Ainda hoje, o filho de Willia, possui o suposto desenho original em sua parede, com a assinatura do pai. Nessa versão, a data marca o ano de 1952, dois anos antes do projeto aparecer nos biscoitos.
  • A princípio, os biscoitos Oreos custavam 30 centavos de dólar por libra, o que equivalia a cerca de 40 biscoitos. Ao invés de comprar em pacotes como hoje em dia, os primeiros consumidores faziam a negociação por quilo de biscoito.

Receita do biscoito Oreo

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita
Unsplash
  • A princípio, o recheio de Oreo era feito com banha de porco, mas o ingrediente foi removido da fabricação nos anos 90. Desde então, a Nabisco utiliza óleo vegetal na fabricação.
  • Por causa disso, os biscoitos são tecnicamente veganos e kosher. “Tecnicamente” porque, embora não haja ingredientes de origem animal, é possível que os biscoitos passem pela contaminação com laticínios no processo de fabricação.
  • A proporção ideal de cada Oreo é de 71% biscoito e 29% recheio. A proporção só varia em casos de edições especiais, como a Oreo Double Stuff (que leva cerca de 1,86 vezes a quantidade de recheio original) e a Oreo Mega Stuff (com 2,68 vezes recheio).
  • Em 1912, o sabor original de Oreo chegou aos mercados ao lado de outras versões menos populares, como o sabor merengue de limão. Por conta da baixa popularidade, entretanto, a empresa deixou de fabricar as versões alternativas.

Outras curiosidades sobre Oreo

Biscoito Oreo: curiosidades sobre a história e a receita
Unsplash
  • Uma pesquisa relatou que homens e mulheres comem Oreo de formas diferentes. Enquanto 41% das mulheres prefere morder o biscoito e comer por partes, 84% dos homens comem tudo de uma vez.
  • Existem tantos Oreos no planeta Terra que, caso alguém decidisse alinhar todos eles ao longo da linha do Equador, a linha circularia o planeta por 381 vezes. Numa organização vertical, os biscoitos criam um percurso de ida e volta à Lua por mais de cinco vezes.
  • Ao longo da história, o biscoito teve uma série de anúncios criativos para comemorar datas especiais. Em um deles, por exemplo, a marca celebrou o pouso da rover Curiosity em Marte, com um biscoito vermelho. Além disso, um biscoito com sete cores diferentes no recheio homenageou a comunidade LGBTQIA+ com o tema “Pride”.
  • A popularidade do biscoito é tão grande, que o músico Weird Al Yankovic lançou uma música em homenagem ao Oreo. Em 1992, o álbum Off the Deep End trazia a música The White Stuff (do inglês a coisa branca, em tradução livre), fazendo referência ao recheio. Na letra, o cantor diz que não precisa de nenhuma outra guloseima, pois o recheio de Oreo é tudo que ele precisa.

Fontes: Mestre da Pizza, Jornal Ciência, Tri Curioso, Fatos Desconhecidos

Imagens: Unsplash, Cincinnati

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você