Mundo Animal

Centenas de milhões de pássaros desapareceram da Europa desde 1980

Centenas de milhões de pássaros desapareceram da Europa misteriosamente desde 1980, segundo um estudo feito pela Sociedade Real para a Proteção das Aves (RSPB).

Centenas de milhões de pássaros desapareceram da Europa misteriosamente desde 1980, segundo um estudo feito pela Sociedade Real para a Proteção das Aves (RSPB). 

Nos últimos 40 anos, portanto, que a cada grupo de seis aves pelo menos uma some. Sendo assim, ao menos 620 milhões de pássaros já desapareceram da Europa. 

Por isso, já é possível notar que desde os anos 1980, 75 milhões de estorninhos já sumiram. Ou seja, uma de 60% da espécie. O número de pequenos estorninhos também teve uma queda significativa. 

Pássaros alvos

Dentre os milhões de pássaros que desapareceram da Europa, a maioria são de espécies com o habitat natural agrícola ou de pastagem. No entanto, não se limita somente a estas regiões. Ou seja, há registros também de desaparecimento em cidades grandes. 

Motivos de milhões de pássaros desaparecer na Europa

Centenas de milhões de pássaros desapareceram da Europa desde 1980

Continua após a publicidade

De acordo com a chefe provisória de conservação da BirdLife Europe, Anna Staneva, um dos principais motivos para isso acontecer foi a erradicação da grande parte da natureza. Portanto, diminui as chances de moradia das aves. Além disso, a especialista chama atenção para os perigos para, até mesmo, nossa própria espécie, caso isso continue. 

Ademais, outros causadores sem contar a enorme diminuição de habitat são, por exemplo, a redução também de espécies de insetos, aumento da poluição e também de doenças. Sendo assim, são todos auxiliadores para a extinção em grande escala dessas aves. 

Detalhes da pesquisa

Os pesquisadores disseram também que 25% dos pássaros mais comuns desapareceram. Já as espécies mais raras tiveram uma queda na existência de 4%. E só por isso não resultou em uma verdadeira extinção. 

Para o estudo a bióloga conservacionista da RSPB, Fiona Burns, contou com 378 das 445 espécies de pássaros nativos que vivem e se reproduzem na Europa.

Além disso, antigos estudos já mostravam uma queda expressiva no número de aves no continente europeu. Contudo, a proporção não diminuiu e só mostrou que teve mais registros de milhões de pássaros que desapareceram na Europa.

Leia também sobre Nova espécie de dinossauro que é descoberta através do focinho!

Próxima página »

Escolhidas para você