Curiosidades

Conop 8888: o plano americano contra ataque zumbi

Sendo uma atividade com fins educativos, o Conop 8888 descreve detalhadamente planos caso aconteça um improvável apocalipse zumbi.

É possível que você já tenha pensado na hipótese de um apocalipse zumbi. Ou seja, uma realidade em que pessoas são infectadas por um vírus que as tornam mortos-vivos. Certamente, nessa realidade paralela, esses seres acabam atacando outras pessoas e agem como animais irracionais. Seguindo essa linha de raciocínio, os Estados Unidos da América criou o Conop 8888, ou Conplan 8888.

O Conop 8888 é um plano rico em detalhes, com um protocolo ao Comando Estratégico dos EUA, para um possível ataque zumbi. Portanto, o objetivo central seria preservar a vida humano.

O próprio Pentágono confirmou a veracidade do documento. Apesar disso, o Conop 8888 foi escrito com fins educativos. Basicamente um exercício para os ingressantes do Comano Estratégico dos EUA em Omaha, Nebraska, no ano de 2009 e 2010, de acordo com a capitã Pamela Kunze.

Conheça o Conop 8888 - o plano americano contra um ataque zumbi
Ilustração de uma guerra contra zumbis – Contra Spem Spero… Et Rideo

Ou seja, uma “atividade” criada para que alunos do Comando Estratégico praticassem um planejamento militar. Desta forma eles poderiam aprender sobre planejamento estratégico na “prática”. Consequentemente, criaram uma solução para um cenário fictício de apocalipse zumbi.

Continua após a publicidade

O plano Conop 8888

Conheça o Conop 8888 - o plano americano contra um ataque zumbi
Os Profanos

Primeiramente, o plano Conop 8888 foi criado em abril de 2011, contudo ele ficou “esquecido” por anos nos arquivos americanos. Recentemente, ele foi desenterrado e divulgado por um repórter da revista Foreign Policy.

Uma curiosidade instigante é que o documento começa com a seguinte frase:”este plano não foi elaborado como brincadeira”. Além disso, pode parecer loucura, mas o documento é real. Ele descreve conceitos e procedimentos caso o problema venha a acontecer, incluindo nações rivais.

Conheça o Conop 8888 - o plano americano contra um ataque zumbi
Cena do filme “Train do Busan” – Medium

Acima de tudo, o foco do Conop 8888 é proteger toda a raça humana. Desta forma, os objetivos descritos no documento são “proteger a humanidade”, “erradicar a ameaça” e “ajudar as autoridades a manter a lei e a ordem para repor os serviços básicos após um ataque zumbi”.

Continua após a publicidade

Além disso, as Forças Armadas usariam todo o seu arsenal contra os mortos vivos. Bem como os EUA entrariam em Lei Marcial no caso de possíveis ameaças. Em último caso, se a situação saísse do controle, iniciariam uma “guerra nuclear” ou “uma guerra em escala global”. Sendo o objetivo restabelecer a normalidade do mundo.

Continua após a publicidade

Tipo de Zumbis

O documento é tão detalhado que descreve os possíveis tipo de zumbis, para assim criar a melhor estratégia para combater a ameaça. Desta forma eles compreendem algumas situações como de transmissão rápida, zumbis patogênicos, por radiação, dentre outros.

Assim eles classificaram os zumbis como:

  • zumbis patogênicos: criados após infectado de um organismo por um vírus, bactéria bem como outra forma de contágio;
  • zumbis radiativos: criados após exposição à radiação assim como o contato com ela;
  • zumbis de magia negra: criados após lidar com forças ocultas;
  • zumbis espaciais: serem que vieram do espaço, ou quando substâncias extraterrestres contaminaram os humanos;
  • zumbis como arma biológica: criados em laboratório, utilizando-se da bioengenharia para criar armas biológicas;
  • zumbis simbióticos: uma forma de vida invade o corpo de um humano e o transforma em morto-vivo;
  • zumbis vegetarianos: como em Plants vs. Zombies;
  • galinhas zumbis: talvez a mais louca ideia, mas foi descrito um artigo da Associated Press. Ele relata que, em 2006, galinham eram mortas por eutanásia na Califórnia quando não conseguiam botar ovos. Assim eram mortas, sendo colocadas em caixas com monóxido de carbono, sufocadas e posteriormente enterradas em pilhas de serragens. Contudo, quando o procedimento não era realizado da forma correta elas “voltavam a vida”, bem como se desenterravam, para então morrer de vez.

Confira o documento aqui.

E você? Acha que um plano para um apocalipse zumbi seria útil ou é apenas ideia de gente doida? E se gostou do nosso post confira também: Zumbis – A origem pouco conhecida dos mortos vivos

Continua após a publicidade

Fonte: Época, Gizmodo e UOL

Imagem destacada: Observatório do cinema

Próxima página »

Escolhidas para você