Curiosidades

Gripe e resfriado, qual a diferença entre eles? 5 dicas para diferenciar

Sabia que o tempo de duração da gripe é maior que o do resfriado? E que existem vários outros sintomas diferentes entre gripe e resfriado?

A priori, você também já se confundiu ou já se perguntou se gripe e resfriado são as mesma coisa, não é mesmo? Se sim, é melhor então já entender que a gripe é causada pelo vírus influenza, o qual possui dois tipos A ou B.

Sobretudo, cada uma dessas categorias se divide em outros subtipos. Como por exemplo, dentro do A, está o H1N1 e; dentro do B, está o Yamagata.

Além do mais, os sintomas da gripe são mais intensos que os do resfriado. Dentre os principais sintomas, aliás, são febre alta, dor intensa no corpo, tosse, dor de garganta e cansaço. Inclusive, em casos de gripe, o paciente não consegue se levantar direito e sente maior necessidade de procurar auxílio médico.

Sintomas e consequências mais persistentes

Geralmente, os sintomas da gripe aparecem dento de quatro dias após o contato com o agente infeccioso. Por outro lado, seus sintomas podem persistir por mais de uma semana. Ou seja, bem mais tempo que o do resfriado, que dura em média quatro dias (como já mencionamos aqui).

Continua após a publicidade

Assim sendo, como você já percebeu, a gripe é um pouco mais grave que o resfriado. E ela também pode ser responsável por desencadear outros problemas. Como por exemplo, a pneumonia, problemas cardíacos, asma ou doenças pulmonares obstrutiva crônica.

Para não ter nenhuma dúvida, nós separamos mais cinco dicas para você diferenciar gripe e resfriado. Confira agora:

Cinco dicas para diferenciar gripe e resfriado

1- Como começou?

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

A primeira diferença entre elas, é o início. Basicamente, o resfriado se instala de forma lenta e gradativa.

Continua após a publicidade

Já, a gripe, ocorre de forma repentina e rápida. Inclusive, é ela que deixa a pessoa com uma sensação de estar extremamente cansado, sem ânimo. Ou seja, ela “derruba” o paciente de uma hora para outra.

2- Qual a temperatura da sua febre?

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

Primeiramente, como já dissemos, quando se está resfriado, normalmente, não ocorre febre. Porém, se ela aparece, costuma se tratar de uma febre baixa.

Já, na gripe, é normal vir uma febre junto. Inclusive, a febre costuma ficar acima de 38 graus. Portanto, mais elevadas que as febres do resfriado.

Continua após a publicidade

3- Como é a sua tosse, caso esteja tossindo?

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

Se o seu caso for resfriado, a sua tosse provavelmente virá somente na reta final do seu problema.

Agora, se o seu caso for gripe, a sua tosse será mais seca, sem a presença de muco. Inclusive, tome cuidado. Qualquer “novidade” no seu corpo depois disso pode ser bom procure um médico.

4- Está espirrando?

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

Continua após a publicidade

Basicamente, o espirro e o nariz vermelho são casos mais específicos e característicos do resfriado. Portanto, a gripe quase não apresenta esses tipos de irritações relacionadas as vias respiratórias.

5- Há quanto tempo você está assim?

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

A priori, essa pergunta é importante, pois cada um tem um tempo. Por exemplo, o resfriado dura de dois a quatro dias.

Já, a gripe, pode durar um tempo a mais, como por exemplo, de sete a dez dias. Ou seja, a gripe dura mais tempo que o resfriado.

Continua após a publicidade

Vacinação

Afinal, qual a diferença entre gripe e resfriado? Vem conferir

A priori, a vacina pode ser um dos principais meios de se prevenir da gripe. Enquanto, para o resfriado, não precisa necessariamente desse meio de proteção.

Sobretudo, as vacinas são compostas por vírus mortos, fracionados ou em subunidades. Isso, segundo informações do Ministério da Saúde.

Basicamente, você consegue tomar essas vacinas em qualquer unidade de saúde, como por exemplo, clínicas, postos 24 horas e laboratórios. Geralmente, em órgãos públicos elas são gratuitas, caso você esteja dentro do grupo de risco. Inclusive, elas precisam ser reaplicadas anualmente.

Continua após a publicidade

Vale destacar também que existem dois tipos de vacinas: a trivalente e a quadrivalente. A primeira delas que protege contra dois vírus, do tipo A e B. Inclusive, o tipo B é o que está disponível na rede pública.

A segunda vacina, a quadrivalente, também combate mais um da cepa B. Porém, ela só é encontrada em redes privadas.

Agora você sabe a diferença entre gripe e resfriado?

Confira mais uma matéria: Médico brasileiro descobre a cura da rinite alérgica

Continua após a publicidade

Fontes: Saúde. Ig, Saúde.abril

Imagens: Saúde. Ig, Viva bem, Drogaria Santo Remédio, Veja.abril, Saúde.abril, Curta mais

Próxima página »

Escolhidas para você