Ciência & Tecnologia

TUDO sobre a Microsoft: a história que revolucionou a computação

A Microsoft é indiscutivelmente a maior e mais influente empresa de software do mundo. Hoje vamos conhecer sua história e evolução!

De hackear o computador da escola a construir uma empresa multibilionária, Bill Gates, juntamente com seu colega de escola, Paul Allen, criou a Microsoft como um acrônimo de Micro-Computer and Software. Hoje, a Microsoft é um gigante no negócio de computação, tecnologia de telefonia móvel, gadgets de jogos e muito mais. Vamos nos aprofundar um pouco mais para entender a história da Microsoft e sua evolução que transformou o significado dos computadores para as gerações do passado e do presente.

História da Microsoft

Em uma época em que os computadores eram difíceis de entender, Bill Gates e Paul Allen faltavam às aulas do ensino médio para compreender a mecânica dos computadores na sala de informática.

O relutante Gates ingressou em Harvard como estudante de direito em 1973. Mas após uma forte persuasão de Paul Allen, que trabalhava como programador de software em Boston, Gates abandonou Harvard para trabalhar em tempo integral em seus projetos.

Em 1975, eles receberam um projeto do MITS para escrever uma linguagem de programação, que ganhou o nome de Altair BASIC. O acordo com a Altair os motivou a iniciar sua própria empresa – a Microsoft no Novo México com Gates como seu primeiro CEO.

O computador não era nada semelhante ao que conhecemos hoje, e a internet era uma rede estranha, restrita basicamente às instituições acadêmicas.

Mas Gates e Allen decidiram produzir algo como um sistema operacional para o Altair 8800, o primeiro “computador pessoal”. Alguns anos depois, o MS-DOS se tornaria o sistema operacional regular para computadores. Entretanto, um dos maiores sucessos da história da Microsoft viria com o lançamento do Windows no mercado, com sua interface inovadora.

Continua após a publicidade

De onde veio o nome ‘Microsoft’

Em 29 de julho de 1975, Gates usou o nome “Micro-Soft” – que havia sido ideia de Allen – em uma carta a Allen referindo-se à parceria. O nome, uma junção de “microcomputador” e “software”, foi registrado na Secretaria de Estado do Novo México em 26 de novembro de 1976.

Em agosto de 1977, menos de um ano depois, a empresa abriu seu primeiro escritório internacional. A filial no Japão, chamava-se ASCII Microsoft.

Em 1979, a empresa mudou-se para Bellevue, Washington, e dois anos depois ganhou o nome de Microsoft Inc. Gates era presidente da empresa e presidente do conselho, e Allen era vice-presidente executivo.

A parceria com a IBM

A grande chance da história da Microsoft veio em 1980, quando a IBM começou a desenvolver seu computador pessoal, ou PC. Embora a IBM tenha contratado a Microsoft para desenvolver linguagens para o PC, a Microsoft não foi sua primeira escolha.

Em vez disso, a primeira escolha da IBM para fornecer um sistema operacional foi uma empresa chamada Digital Research, líder na área na época. No entanto, a IBM e a Digital Research não chegaram a um acordo sobre os termos, então o contrato para o sistema operacional foi concedido à Microsoft.

Em 1981, a empresa foi incorporada como Microsoft, Inc., com Bill Gates como presidente e presidente e Paul Allen como vice-presidente executivo.

O surgimento do Windows

Bill Gates logo soube que outro jovem empresário estava causando um impacto substancial na tecnologia. Seu nome era Steve Jobs, que chamou a atenção de Gates quando lançou seu computador Apple 2.

Gates decidiu ficar de olho em Jobs e acabou pedindo que ele trabalhasse para Gates para aprender o conceito de UX no núcleo do software. Aliás, foi durante esse período que Gates teve a ideia de um sistema operacional Windows que seria uma criação histórica.

Enquanto o sistema Windows fez com que a Microsoft Company alcançasse suas grandes alturas financeiras mais do que qualquer um poderia imaginar, seu sistema operacional é o mais reconhecido globalmente.

A doença de Paul Allen

A Microsoft acabou se tornando o principal fornecedor de sistemas operacionais para PC. A empresa expandiu-se para novos mercados com o lançamento do Microsoft Mouse em 1983, bem como com uma divisão editorial chamada Microsoft Press.

Contudo, Paul Allen renunciou à Microsoft em 1983 após desenvolver a doença de Hodgkin. Allen afirmou que Gates queria diluir sua participação na empresa quando recebeu o diagnóstico da doença de Hodgkin porque não achava que estava trabalhando duro o suficiente.

Allen mais tarde investiu em setores de baixa tecnologia, equipes esportivas, imóveis comerciais, neurociência, voos espaciais particulares e muito mais.

MS-DOS

Na história da Microsoft, o Windows pode parecer que existe desde sempre, mas não é bem assim. O Windows não foi o primeiro sistema operacional da Microsoft. Na verdade, antes de o Windows aparecer, os PCs eram executados por outro sistema operacional conhecido como MS-DOS.

Ao contrário da primeira versão do Windows, navegar em seu PC com MS-DOS era demorado, exigia a entrada manual de comandos de texto para fazer qualquer coisa e não permitia multitarefa.

O Windows, pelo menos em 1985, não era tanto um novo sistema operacional, mas uma solução para as complicações que um sistema operacional como o MS-DOS apresentava.

Em suma, o Windows 1.0 foi criado para ser uma interface gráfica de usuário (GUI) para ser colocada sobre o MS-DOS, o que tornou os PCs que executavam o MS-DOS mais fáceis de navegar.

O Windows não foi a primeira GUI criada para resolver problemas como ter que navegar por meio de comandos de texto.

Embora a Microsoft estivesse atrasada para a interface GUI por cerca de três ou quatro anos, ela conseguiu vender sua primeira versão do Windows a um preço muito mais acessível do que seus concorrentes, dando-lhe uma vantagem significativa.

A evolução do Windows na história da Microsoft

Windows 1.0

Em primeiro lugar, temos o pioneiro na era dos sistemas operacionais Windows. Porém, onde está a produtividade quando o único intermediário entre o usuário e o computador tem o MS-DOS? Não que o MS-DOS fosse tão ruim. Simplesmente, era incompreensível e incapaz de lidar com um número grande de tarefas.

O início do trabalho na interface gráfica do usuário para MS-DOS foi anunciado em 1983, e 20 de novembro de 1985 apareceu o sistema operacional Windows 1.0.

Os usuários podem executar programas em várias janelas simultaneamente, o que evita que eles tenham que fechar um aplicativo para abrir outro.

Windows 2.0

Em segundo lugar, temos a versão de 9 de dezembro de 1987. Os gráficos e os ícones que aparecem na área de trabalho passaram por melhorias, e o usuário tem a possibilidade de usar hotkeys.

Windows 3.0

Em 22 de maio de 1990 o Windows 3.0 começou a surgir com o pacote Microsoft Office, que incluía Word, Excel e PowerPoint. E sim, houve um jogo “Campo Minado”.

Windows NT 3.1

A próxima versão, 27 de julho de 1993, foi feita para usuários corporativos e por muito tempo foi considerada uma das famílias de sistemas operacionais mais confiáveis.

Windows 95

Não está claro por que, mas o verdadeiro sucesso estava esperando pela Microsoft 24 de agosto de 1995, quando havia o Windows 95. Os usuários aprenderam o que o “Iniciar”, e eram capazes de nomear arquivos.

Aliás, foi naquele ano que nos deparamos com o fenômeno do sistema operacional até então sem precedentes – BSOD, traduzindo: Tela azul da morte.

Windows 98

O Windows 98 apareceu em 25 de junho de 1998. Os membros receberam o utilitário Windows Update e alguns bons recursos como suporte a DVD e USB.

No entanto, no Windows 98 movido quase exclusivamente experimentadores e fãs da Microsoft: o resto estava esperando por algo especial, que vai mudar, se não o universo, ou pelo menos uma ideia do sistema operacional. E veio. E se chamava Windows Millennium.

Windows 2000 Profissional

No entanto, antes disso, a empresa lançou o Windows 2000 Professional. Dez anos no Windows 2000 Professional instalado aqueles patches intermináveis, lembra disso?

Windows Millennium

O tão esperado Windows Millennium não era tão ruim, apesar do sistema operacional ser essencialmente o mesmo que o Windows 95, sua interface gráfica era mais bonita.

Windows XP

Pode parecer estranho, mas o Windows XP, lançado em 25 de outubro de 2001, de acordo com a web analytics Net Applications, foi o sistema operacional Windows mais popular até 2011, quando finalmente foi superado o Windows 7.

Além disso, ele também combina a conveniência para o usuário médio e para o profissional: porque foi construído com base na família NT. A Microsoft descontinuou o suporte apenas em 8 de abril de 2014.

Windows Vista

Este SO é bastante memorável, ou seja, na memória das pessoas como o Windows Vista permanece sendo o pior da história da Microsoft, por ser extremamente instável, com bugs e lento.

Windows 7

Para o Windows 7, praticamente não houve perguntas. Foi bom, na medida do possível. Após a Microsoft focar com a interface Metro aqueles, que ainda não renovaram, ficam felizes em permanecer com o Windows 7.

Windows 8

A interface Tiled Metro, de acordo com muitos, é ideal para dispositivos móveis com tela sensível ao toque do que para um computador típico. E se o principal recurso do Windows 95 foi a tela azul da morte, o recurso mais irritante do “Grupo dos Oito” – a ausência do botão “Iniciar”.

Windows 10

A primeira versão do Windows 10 foi lançada em 29 de julho de 2015. A última versão de teste foi lançada em 28 de agosto de 2015. A atualização, segundo a Microsoft, é totalmente gratuita.

Windows 11

Anunciado oficialmente em 24 de junho de 2021, o Microsoft Windows 11 é a versão mais recente do sistema operacional Microsoft Windows lançada em 5 de outubro de 2021.

O Windows 11 compartilha muitos dos recursos encontrados no Windows 10 e os seguintes recursos adicionais.

  • Interface de usuário redesenhada com os botões da barra de tarefas alinhados ao centro por padrão, novos widgets e cantos arredondados nas janelas do programa.
  • A Microsoft Store redesenhada permite que os desenvolvedores distribuam Win32 , PWA (aplicativos da Web progressivos), aplicativos da Plataforma Universal do Windows e outras tecnologias.
  • Capaz de executar aplicativos Android com download através da Windows Store e da Amazon App Store.
  • Integração do aplicativo Microsoft Teams e Xbox no Windows.

Principais produtos da Microsoft

1. Mouse Microsoft

O mouse da Microsoft foi lançado em 2 de maio de 1983.

2. Windows

Também em 1983, foi lançado o maior feito da Microsoft. O sistema operacional Microsoft Windows tinha uma nova interface gráfica de usuário e um ambiente multitarefa para computadores IBM. Posteriormente, em 1986, a empresa abriu o capital. O sucesso fez com que Gates se tornasse bilionário aos 31 anos.

3. Microsoft Office

1989 marcou o lançamento do Microsoft Office, um pacote de software que, como o nome descreve, é uma coleção de programas para uso em um escritório. Ainda usado hoje, inclui um editor de texto, planilhas, e-mails, software de apresentação de negócios e muito mais.

4. Internet Explorer

Em agosto de 1995, a Microsoft lançou o Windows 95. Isso incluía tecnologias para conexão com a Internet, como suporte interno para rede dial-up, TCP/IP (Protocolo de Controle de Transmissão/Protocolo da Internet) e o navegador Internet Explorer 1.0.

5. Xbox

Em 2001, a Microsoft lançou sua primeira unidade de jogos, o sistema Xbox. O Xbox enfrentou forte concorrência do PlayStation da Sony e, eventualmente, a Microsoft descontinuou o Xbox original em favor de versões posteriores. Em 2005, a Microsoft lançou o console de jogos Xbox 360, que foi um sucesso.

6. Microsoft Surface

Em 2012, a Microsoft fez sua primeira incursão no mercado de hardware de computação com o anúncio de tablets Surface que rodavam Windows RT e Windows 8 Pro.

10 curiosidades sobre a Microsoft

1. Bill Gates era oficialmente o bilionário mais jovem quando alcançou esse feito surpreendente em 1987, com a humilde idade de 31 anos.

2. A famosa propriedade de Gates, Xanadu 2.0, supostamente valia US$ 123 milhões em 2017.

3. O famoso Windows Jingle, reconhecido em todo o mundo, foi feito para o Windows 95, pelo músico Brian Eno.

4. A Microsoft criou o primeiro smartwatch em 1994 com o Datalink 150. O relógio, co-produzido pela Timex, exigia um PC com Windows 3.1 ou superior e era resistente à água até 100 metros, muito mais do que qualquer PC da época.

5. O X no nome Xbox vem do software DirectX do Windows que o sistema operacional usa para processar gráficos.

6. O logotipo atual da Microsoft usa a fonte da palavra do sistema operacional Segoe ao lado dos familiares 4 quadrados coloridos.

7. A sede da Microsoft tinha 35 refeitórios com doces e bebidas grátis para seus funcionários com café da manhã servido até as 14h.

8. O equilíbrio de gênero dos funcionários da Microsoft é de quase 3/4 entre homens e mulheres, de acordo com uma lista em 2015, o engenheiro de software médio recebe US$ 106.000.

9. O hífen no nome da empresa, Micro-Soft, foi removido após uma decisão tomada em 1981.

10. Por fim, a Microsoft adquiriu mais de 190 empresas até o momento, incluindo a Nokia, que foi comprada por quase US $ 8 bilhões em 2014.

Então, gostou de saber mais sobre a história da Microsoft? Pois, leia também: História do iPhone: relembre a evolução tecnológica dos celulares da Apple

Próxima página »

Escolhidas para você