Negocios

Investidor Sardinha faz apresentação sobre o ódio no TEDx

Fundador do segundo maior canal de Bolsa de Valores do país, o goiano Raul Sena vestiu seu ‘traje do ódio’ e mostrou como canalizar a raiva pode impulsionar objetivos.

Vestido em um elegante terno vermelho, Raul Sena, ou como é mais conhecido, o Investidor Sardinha, chamou atenção de centenas de milhares de pessoas com sua apresentação nada convencional no TEDx em Rio do Sul, no último dia 10. O empresário goiano e influencer das finanças, que atualmente comanda o segundo maior canal de Bolsa de Valores do país, levantou um tema bastante inusitado e surpreendeu pela abordagem.

Com uma explicação fundamentada desde aspectos biológicos até exemplos históricos, Raul contou como pessoas movidas pela raiva conseguiram feitos impressionantes e que jamais seriam possíveis em circunstâncias amenas e felizes. Como o caso de Angela Cavallo, uma mãe americana que salvou a vida de seu filho, levantando um carro de 100 quilos, por estar movida por forte desespero e elevada adrenalina.

Sena também explicou como as sensações ligadas ao ódio fomentam melhores resultados físicos, sendo, inclusive, de extrema importância na prática esportiva. Toda a explicação tinha como objetivo contar uma história bastante inesperada vindo de um empresário que alcançou bastante sucesso muito antes dos 30 anos. Uma história difícil de imaginar, ao ser contada por um dos maiores influencers do país.

O roteiro é simples e esdrúxulo. Raul Sena foi diagnosticada com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) quando ainda era criança. Diante suas dificuldades de concentração e foco à época, um professor fez história em sua vida, com a seguinte frase: “você nunca será ninguém na vida, se não mudar esse seu jeito”. A frase que suscitou um repentino ódio no então garoto, persistiu e nunca foi esquecida. Raul decidiu fazer de toda a raiva que sentiu, um motor para guia-lo sempre em sua busca pelo melhor desempenho.

Continua após a publicidade

A fixa ideia, gerada pelo ódio que nasceu na infância de Raul, de fato se tornou um objetivo inegociável. Os resultados vieram mais depressa do que o imaginado. Sena atingiu sua liberdade financeiro muito cedo e, por ser muito articulado, alcançou cargos executivos com a mesma celeridade. Com 18 anos, Raul e o professor se encontraram. Agora, fora da sala de aula e com contextos muito diferentes. Raul era o diretor geral de um dos maiores jornais de Goiás e o docente procurava apoio do veículo para divulgar um trabalho escolar. “Ele não acreditou que eu era o Raul Sena. Tenho certeza de que ele não se lembrou do meu nome ali. Mas eu nunca esqueci o dele e nem o que ele me disse, até porque isso me incentivou como ninguém poderia imaginar”.

A apresentação, que tinha o ódio como tema, levou o público presente às lágrimas de emoção, juntamente com o próprio palestrante, e conseguiu comprovar que todas as emoções humanas podem ser construtivas desde que bem canalizadas. Em suas redes sociais, Raul já alavancava esse movimento e incentivava as pessoas a não negarem sentimentos, mas aprenderem a direcioná-los da forma correta. Em desafios simples, como idas à academia e a leitura de páginas de livros todos os dias, centenas de adeptos da hasthag #soodioconstroi aprenderam que o ser humano sempre pode extrair seu melhor potencial daquilo que se compromete a fazer.

Sobre o professor que o humilhou no passado, Raul concluiu dizendo que não nutre mágoas e que, inclusive, hoje, se sente feliz no papel de docente, na escola de investimentos que fundou em 2019, A Única Verdade Possível (UVP), onde já tem quase dois mil alunos formados e cheio de autonomia em finanças e investimentos. O evento foi realmente marcante e, ao que parece, Raul Sena tem trilhado um caminho bem diferente do que alguns poderiam acreditar, mas exercendo com maestria e didática o ofício de ensinar. “Quero que meus alunos sejam muita coisa na vida e é para isso que eu existo”.

Vale a pena assistir o TedX de Raul Sena completo

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você