Curiosidades

O que é maçonaria: como funciona, principais objetivos e segredos

A maçonaria é uma sociedade que surgiu somo secreta, com base em valores do iluminismo, mas se expandiu e se modificou com os séculos.

Por P.H Mota

A maçonaria é conhecida como sociedade por ter segredos restritos apenas a seus participantes, os maçons. Originalmente, era uma sociedade secreta ligada a ideias liberais do Iluminismo, mas acabou passando por transformações ao longo dos anos.

Atualmente, existem cerca de 6 milhões de integrantes espalhados pelo mundo inteiro, sendo que a maior parte deles está nos Estados Unidos (3 milhões). No Brasil, existem aproximadamente 4,7 mil lojas maçons e 170 mil membros.

O termo tem origem francesa e significa construção. Dessa maneira, o sentido do nome, por associação, seria algo próximo a associação de pedreiros.

Origem da maçonaria

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
History Extra

A maçonaria era uma das sociedades secretas desenvolvidas no século XVII, com base em ideias do laicismo humanitário e liberal do iluminismo. Além disso, a organização também buscava o apoio em fundamentos da filosofia da natureza e da alquimia.

Continua após a publicidade

A história da organização também tem uma forte ligação com a tradição da construção. Além da presença no nome, a associação está nos objetos de culto (martelo, paleta, esquadro, mandil), emblemas, ritual e terminologias (como os graus de mestre, companheiro e aprendiz).

Em 1717, a Grande Loja de Maçonaria foi criada na Inglaterra, unindo as quatro lojas de Londres. Uma vez que era aberta a todas as crenças religiosas, a organização rapidamente se transformou num receptáculo da filosofia das luzes. Foi assim, portanto, que conseguiu se estender por todo o continente europeu.

Ao final do século, já haviam 700 lojas maçons na França, unindo nobres, classe média e clero. Os papas Clemente XIII e Bento XIV chegaram a proibir a ordem em 1738 e 1751, mas a decisão não freou a propagação.

Como funciona

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
Bradford Museum

O funcionamento da maçonaria está pautado em dois conceitos fundamentais: fraternidade e respeito à liberdade. A partir do primeiro, a ordem entende que todos os seres humanos foram criados pela mesma força, ou seja, todos são iguais e devem ser respeitosos e solidários.

Continua após a publicidade

Além disso, a ordem também prega a liberdade de todos indivíduos e grupos, independente de raça, nacionalidade e outras características.

Os membros, no entanto, só podem ingressar caso recebam um convite formal e passem pela iniciação por outros maçons. Além disso, é preciso cumprir uma série de obrigações e juramentos esotéricos e simbólicos dentro da loja. As principais exigências para membros é de crer num ser criador do universo, superior a todos, e viver uma vida guiada por hábitos morais.

As células da maçonaria são autônomas e recebem o nome de lojas, ateliês ou oficinas e são todas independentes entre si.

Características da organização

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
CBS News

Filosófica: a maçonaria é uma organização filosófica, já que suas cerimônias passam pela essência e pelos efeitos das causas naturais. Assim como faz o pensamento filosófico, a ordem procura investigar leis naturais e relacionar com padrões de moral e ética.

Continua após a publicidade

Filantrópica: as lojas maçônicas não são construídas para obtenção de lucro pessoal, ou seja, devem se destinar ao bem estar da humanidade como um todo. Dessa maneira, os maçons não fazem distinção de nacionalidade, sexo, religião ou raça.

Progressista: a maçonaria parte do princípio da crença em um criador infinito, mas não se apega a dogmas ou superstições. Além disso, a ordem também não coloca obstáculos na busca da verdade e da razão por meio da ciência.

Objetivo da maçonaria

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
FMT

De forma ampla, o objetivo da maçonaria é investigar a verdade, examinar amoral e praticar virtudes. A partir daí, então, os maçons combatem valores e práticas que incluem ignorância, superstições e fanatismos, além de vícios e privilégios.

Para isso, os maçons devem respeitar todos os estatutos da ordem e as leis dos país em que vive. Entre os valores destacados na organização, por exemplo, estão o amor à Pátria e o respeito aos governantes legais.

Continua após a publicidade

Com relação à própria maçonaria, os membros devem manter o sigilo dos rituais maçônicos e dedicar parte de seu tempo para participar das reuniões e se envolver com a loja filiada.

Por outro lado, os maçons são terminantemente proibidos de alimentar discussões políticas e religiosas dentro da instituição. Isso porque a ordem busca criar uma ampla base de compreensão entre os homens, ou seja, evita dividir grupos a partir de questões da vida civil.

Maçonaria e religião

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
Los Angeles Times

Apesar de ter uma série de rituais e cerimônias próprias, a maçonaria não é uma religião. De fato, a ordem possui uma série de ligações com elementos de religiosidade e espiritualidade, mas a ordem é ecumênica e recebe pessoas de todas as religiões.

No entanto, membros ateus não podem fazer parte da organização. Uma vez que a maçonaria acredita na existência um ser criador e superior, indivíduos que não consideram a crença de forma alguma não podem fazer parte do grupo.

Continua após a publicidade

Essa característica ecumênica faz com que a maçonaria seja uma ordem que prega uma ampla tolerância entre seus membros. Além das opiniões e crenças religiosas, por exemplos, ideais políticos também deve ser igualmente respeitados e considerados.

Por conta de seu caráter misterioso, o grupo também é frequentemente ligado a ordens satânicas ou grupos secretos, como os illuminati. Entretanto, essas relações não possuem indícios ou provas concretas.

Maçonaria e política

O que é maçonaria - como funciona, principais objetivos e segredos
BBC

Oficialmente, a maçonaria não exerce influência política clara, mas vários episódios históricos contam com personagens maçons importantes. Na declaração de independência dos Estados Unidos, por exemplo, George Washington e Benjamin Franklin apresentaram alguns princípios maçônicos.

Da mesma maneira, a Revolução Francesa também utiliza ideais maçônicos na construção do lema “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”.

Continua após a publicidade

Já no Brasil, eventos importantes da nossa história tiveram parte ativa de maçons. Entre eles, por exemplo, estão os episódios de Independência, abolição da escravatura e Proclamação da República.

Entre alguns dos principais maçons de destaque por aqui, estão: D. Pedro I, José Bonifácio, Gonçalves Lêdo, Luis Alves de Lima e Silva (Duque de Caxias), Deodoro da Fonseca, Floriano Peixoto, Prudente de Morais, Campos Salles, Rodrigues Alves, Nilo Peçanha, Hermes da Fonseca, Wenceslau Braz, Washington Luiz, Rui Barbosa e muitos outros.

Fontes: BBC, GOB, Brasil Escola, G1, Significados

Imagens: BBC, History Extra, CBS News, Los Angeles Times, Bradford Museum, FMT, BBC

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você