Curiosidades

Overdose – o que é, sintomas, tipos e como é a morte por overdose

Com certeza você já ouviu algumas notícias afirmarem que tal artista morreu de overdose. Mas, como é a morte de overdose? E como acontece?

Por Emilly Krishna

-

Quando se fala em overdose, a grande maioria já imagina uma pessoa entupida de drogas e substâncias alucinógenas. Porém, não é bem assim. Até porque ter uma overdose é estar com excesso de alguma substância ou até mesmo de algo no organismo, e nem sempre é só por conta de substâncias ilegais.

Basicamente, em sentido figurado, a overdose também pode se referir a uma exposição excessiva a uma pessoa, como um colega de trabalho chato, a sogra, ou a cunhada. Ou então, a comidas, como por exemplo, se você comer muita pizza, você pode ter uma overdose de comida.

Deu pra entender, o sentido figurado da palavra?

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Sobretudo, esses exemplos que citamos acima são aquelas que não podem levar a morte de uma pessoa. Mas, ao longo da matéria, iremos lhe mostrar exemplos que são extremamente perigosos e que podem provocar a morte.

Tanto é que inúmeros artistas já morreram em decorrência de uma overdose. Como por exemplo, Elis Regina, Anna Nicole Smith, Jimi Hendrix, Jim Morrison (sem certezas pois, não foi realizada autópsia), Marilyin Monroe, Heath Ledger, Cory Monteith, Keith Moon, Prince e Michael Jackson.

O que é a overdose?

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

A priori, overdose não é só de drogas, substâncias químicas e remédios. Na verdade, você ter uma overdose é você estar com uma dose excessiva, ou quantidade excessiva de algo ou alguém. Ou seja, você pode ter overdose de pessoas e de comidas, como já citamos.

Sobretudo, a overdose pode ser acidental ou provocada, fatal ou não. A provocada, por exemplo, é quando o indivíduo estava ou está consciente do que está fazendo, como no caso do suicídio.

Já a acidental é quando a pessoa utiliza drogas em excesso, porém não percebe a quantidade que ingeriu. E, por fim, a fatal, é quando provoca a morte da pessoa.

O que causa overdose?

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Porém, devemos destacar que, tecnicamente, a overdose não mata. Na verdade, a substância que a causa é que pode tirar a vida de alguém. Assim sendo, podemos dividir as drogas, sendo elas ilegais ou não, que podem causar uma overdose, em depressoras (sedativas) ou estimulantes.

Vale destacar que elas possuem efeitos opostos, porém ambas com o mesmo nível de perigo. Inclusive, a intensidade delas irão variar dependendo da quantidade que for ingerida, do organismo da pessoa e do grau de mistura de outras drogas ou outros fatores.

Além do mais, quando as drogas entram em contato com o nosso corpo, essas substâncias vão diretamente para o nosso cérebro. E é exatamente lá que elas se ligam em receptores específicos nos neurônios, os quais provocam sensações como prazer e tranquilidade. Aliás, cada tipo de tóxico ativará receptores específicos.

Sintomas de overdose

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Primeiro, devemos destacar que o sintomas poderão variar de pessoa para pessoas. E depende muito também dos fatores que a influenciaram.

Como por exemplo, dependerá da droga em questão, de sua pureza, da quantidade e da forma como ela é consumida, como se injetável ou pelas vias respiratórias, por exemplo. Além de outros fatores, como a condição física do consumidor e assim por diante.

Geralmente, quando ocorre uma overdose, também ocorre uma intoxicação, com vários tipos de sintomas. Sobretudo, os sintomas podem ser:

  • Insuficiência cardíaca e/ou respiratória;
  • Vômitos;
  • Alucinações;
  • Problemas para se movimentar e falar;
  • Suor abundante;
  • Hemorragia cerebral;
  • Perda de consciência
  • Falência de órgãos vitais como coração e pulmões
  • Batimento cardíaco irregular.

Socorro e consequências

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Inclusive, devemos ressaltar que no momento em que a pessoa estiver passando por uma overdose, você não deve colocá-la para dormir e nem tentar induzir o vômito. Pois, isso pode colocar ainda mais em risco a vida da pessoa.

Caso a pessoa sobreviva após uma overdose, ela poderá ficar com sequelas. Como por exemplo, alterações cognitivas, que são distúrbio de atenção e de memória. Alterações motoras também são possíveis, provocando fraqueza de um lado do corpo ou a falta de coordenação para movimentos de precisão e epilepsia.

Casos de depressão também são algumas das consequências comuns aos que sobrevivem a uma overdose de drogas, por exemplo.

Tipos de overdoses

Overdose de sedativos

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Primeiramente, os sedativos são os medicamentos que possuem o efeito de calmante. Normalmente, são usados para diminuir a atividade do nosso cérebro.

No mais, esse tipo de overdose faz com que o corpo da pessoa praticamente desligue.  Ou seja, a pessoa para de respirar e, por fim, morre, normalmente, por asfixia.

Basicamente, a asfixia pode se dar por conta de que o corpo talvez não conte  com forças para expelir a própria saliva ou qualquer líquido que a pessoa tenha no estômago. Por isso, existe o risco desse líquido descer pela laringe e inundar os pulmões. Ou seja, acontece basicamente um afogamento.

Outra possível consequência é o fato da pessoa também ficar suscetível a traumas fatais, que podem ser causados por quedas.

Overdose de opioides

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Primeiramente, as substâncias opioides são aquelas que derivam do ópio. O ópio é um líquido retirado de uma planta chamada Papaver somniferum, popularmente conhecida como papoula do oriente.

Sobretudo, no ópio existem muitas substâncias que podem ser extraídas, como por exemplo, a morfina e a codeína. Assim sendo, esses dois compostos são utilizados para produzirem as substâncias sintéticas opioides.

Por sua vez, os opioides causam uma espécie de efeito analgésico, tirando a dor, e causando também o efeito hipnótico, que pode dar sono. Por conta desses efeitos, estas drogas são também chamadas de narcóticas.

Além do mais, os usuários de opioides, por adquirirem mais tolerância após o uso, começam a ter mais dependência e, consequentemente, começam a usar doses cada vez maiores. Tanto é que existem casos de pessoas que já sofreram várias overdoses dessas substâncias antes de chegarem a um estado irreversível. Porém, há também casos de quem já morreu na primeira overdose.

Overdose de estimulantes

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Já esse tipo de overdose são aquelas que são provocadas por substâncias contrárias das substâncias sedativas. Basicamente, essas substâncias aceleram e estimulam a atividade do Sistema Nervoso Central, ou seja, nosso cérebro. Assim sendo, ele passa a funcionar de uma forma mais rápida. Ou seja, a pessoa começa a querer andar mais, correr mais, dormir menos, falar mais, e comer menos.

Sobretudo, existem as substâncias de origem vegetal e as de origem sintética. As de origem vegetal podemos citar o café, que é um uma substância que deixa a pessoa mais elétrica. Porém ela é mais suave no cérebro, se comparada com a cocaína, a qual é obtida da planta coca.

Vale ressaltar, que a cocaína é uma das mais responsáveis pela overdose. Até porque ela é bem mais poderosa que a cafeína, por exemplo. Podemos destacar agora as substâncias de origem sintética, ou seja, a anfetamina e a metanfetamina, as duas são produzidas em laboratórios e deixam as pessoas mais ligadas e elétricas.

Overdose misturada

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Basicamente, como o próprio nome diz essa é provocada por uma mistura de substâncias. Inclusive, a mistura de drogas de grupos diferentes pode potencializar os efeitos da overdose. Podemos citar como exemplo, casos de algumas pessoas famosas, como a cantora Elis Regina que morreu em 1982 por conta de uma overdose misturada.

A cantora morreu após misturar tranquilizantes (sedativos), álcool e cocaína (estimulante). Além desse caso teve também da cantora Whitney Houston, que morreu em 2012. A cantora se afogou na banheira após uma overdose de remédios sedativos, cocaína e maconha. Ou seja, drogas com propriedades sedativas, estimulantes e alucinógenas juntas.

Drogas alucinógenas

O que é a overdose? Ela mata? Como é causada? Descubra agora

Primeiramente, vale destacar que substâncias alucinógenas, como por exemplo, LSD, cogumelos e ecstasy, e também a sua forma mais pura, o MD. De modo geral, não provocam overdose, porém elas possuem mas risco de levar à morte por causa da alteração na percepção da realidade. Como por exemplo, crises paranoicas, as quais fazem a pessoa saltar de grandes alturas ou atravessar ruas movimentadas.

Deu para entender sobre essa fatalidade que ocorre, infelizmente com uma parcela da população?

Leia mais: Qual é a droga mais viciante do mundo?

Fontes: Super interessante, Super interessante, Significados, CEBRID, CEBRID, CEBRID

Imagens: Super interessante, Super interessante, Exame, O Victoriano, Rádio Peão Brasil, Lock the cabinet, WV Public, On Jornal

Próxima página »

Escolhidas para você