Curiosidades

Pão mofado, o que é? Como lidar e por que não comer

O pão mofado é um fenômeno que acontece quando há proliferação do fungo filamentoso bolor no corpo do alimento, causando intoxicação.

Em primeiro lugar, o pão mofado é um fenômeno que acontece com a comida quando o mofo toma conta. Basicamente, o mofo é um tipo de fungo filamentoso que costuma se alimentar de matéria orgânica, acelerando a decomposição. No geral, encontra-se no pão velho, mas também em frutas, couro e até na madeira.

Sobretudo, identifica-se o mofo pelo aspecto aveludado e tonalidade esverdeada. Além disso, pode-se percebê-lo em tonalidades azuladas ou esbranquiçadas. Em resumo, o pão mofado forma-se quando o alimento é aberto e exposto à carga microbiana da superfície em que ele se encontra. Ou seja, quando o pão fica aberto na embalagem, suscetível aos organismos no ambiente.

Portanto, as condições de armazenamento são fundamentais para prevenção dessa situação. Desse modo, caso o pão fique em uma embalagem úmida ou guardada em um local quente, o fungo prolifera-se com maior facilidade. Sendo assim, há maior risco de formação do mofo ou bolor.

Pão mofado: o que é, como lidar e por que não comer
Fonte: Uol

Pode comer pão mofado?

A princípio, é comum acreditar que basta retirar o pedaço do pão mofado e consumi-lo normalmente. Contudo, não é o caso porque apesar de estar concentrado em uma região, é possível que o fungo tenha tomado conta do alimento inteiro. Desse modo, existem alguns tipos de fungos que podem ser consumidos, por exemplo os que fazem parte da maturação dos queijos.

Continua após a publicidade

Entretanto, quando se trata do pão mofado deve-se descartar toda a unidade. Basicamente, os fungos produzem microtoxinas que causam infecções alimentares moderadas e graves; Sobretudo, afetam crianças e idosos, porque o sistema digestivo nesses casos são mais sensíveis.

Como consequência, os sintomas mais comuns são enjoo, diarreia, náuseas e dor no estômago. No entanto, esses fungos ainda causam alergia respiratória, especialmente quando o indivíduo tenta cheirar o pão mofado. No geral, é difícil identificar qual o fungo em específico está contaminando o alimento.

Sendo assim, reconhecer se é possível comer o pão ou não torna-se um desafio. Dessa forma, o mais recomendado é descartar todo o alimento e evitar intoxicação. Geralmente, a parte visível indica um estágio avançado da evolução do fungo no pão mofado, mas não indica ausência em outras partes.

Portanto, retirar a parte com maior concentração de bolor é insuficiente para eliminar o fungo, tendo em vista que há mais do que se vê a olho nu. Nesse contexto, cabe ressaltar que a estrutura porosa dos pães facilita que os micro-organismos se escondam e se proliferem.

Continua após a publicidade

Por outro lado, é comum que as pessoas aqueçam ou torrem o pão para consumo. Entretanto, o calor estimula a reprodução dos fungos, aumentando a toxicidade do alimento ao invés de reduzir.

Pão mofado: o que é, como lidar e por que não comer
Fonte: Uol

Como evitar o aparecimento de fungos nos alimentos?

Primeiramente, como citado anteriormente, os fungos tendem a buscar ambientes úmidos, escuros e quentes para reprodução. Nesse sentido, cabe ressaltar que existem fungos na maior parte das superfícies, pois são micro-organismos comuns na natureza. Contudo, o cuidado fundamental em relação a conservação e armazenamento dos alimentos é suficiente para evitar contaminações.

Desse modo, recomenda-se manter os alimentos bem fechados e conservados em locais secos. Sendo assim, também é importante não deixá-los abertos e expostos ao ambiente por muito tempo, lacrando bem os recipientes onde estão. Ademais, a temperatura ambiente é o mais interessante quando se pensa em onde preservar.

Portanto, não há necessidade de guardar o alimento na geladeira ou em fornos. Dessa forma, basta preservá-lo em locais arejados da casa. Além disso, deve-se obedecer a recomendação de consumo de cada alimento, presente nos rótulos ou indicados nas receitas individuais.

Continua após a publicidade

Como exemplo, recomenda-se que os pães caseiros sejam consumidos até quatro dias após o cozimento. Por outro lado, os pães de forma industrializado tem maior período de consumo, mas deve-se evitar que se torne um pão mofado ao seguir as instruções do rótulo.

E aí, aprendeu sobre pão mofado? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Uol | Tilt | Cuidaí | G1 | Paola Machado

Imagens: Uol

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você