Curiosidades

Pinturas famosas – 20 obras e as histórias por trás de cada uma

Ao longo de séculos de evolução e transformação da arte, pinturas famosas ganharam status de clássicas ao redor do mundo todo

Por P.H Mota

O surgimento da arte é praticamente tão antigo quanto o do ser humano. No início, pinturas rupestres já demonstravam que os homens das cavernas tinham interesse em se expressar. Com a evolução e a transformação da arte, pinturas famosas ganharam status de clássicas.

Dentre os diversos conceitos de arte, podemos dizer que ela consiste na transmissão de ideias, pensamentos e emoções. Além disso, a experiência humana na produção gera valor à arte, que pode ser analisada por gostos, estilos e técnicas.

Sendo assim, é possível resumir arte em expressão humana. E assim como a expressão humana é variada, pinturas famosas de diferentes períodos artísticos transmitem a mesma variedade.

20 pinturas famosas que você precisa conhecer

Mona Lisa (Leonardo da Vinci)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A obra-prima de Leonardo da Vinci foi criada no século XVI e demorou mais de dez anos para ser concluída. A pintura foi finalizada em 1517, com óleo sobre madeira, e é um símbolo do renascimento. Também chamada de Gioconda, a mulher que inspirou a pintura até hoje tem sua identidade desconhecida. Atualmente, o quadro está no museu do Louvre, em Paris, com seus 77 cm de altura e 53 de largura.

A noite estrelada (Van Gogh)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

Diversas obras de Vincent van Gogh figuram entre as pinturas mais famosas do mundo, inclusive A noite estrelada, de 1889. O pintor estava internado no hospício de Saint Rémy de Provence, após decepar a própria orelha em um surto psicótico, e pintou a paisagem da janela de seu quarto. As espirais no céu são traços típicos do impressionismo. O quadro, óleo em tela de 73,7 cm × 92,1 cm, se encontra no MoMA, em Nova Iorque.

 As meninas (Velázquez)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A pintura do espanhol Diego Velázquez, de 1656, ilustra um dia comum na corte. Um dos detalhes que mais chamam a atenção é a presença do próprio pintor na imagem, ao lado esquerdo. Com 3,18 m x 2,76 m, a tela foi pintada com tinta a óleo e está exposta no Museu do Prado, na Espanha.

Ponte Sobre Uma Lagoa de Lírios de Água (Monet)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Pixels

Certamente esta é a pintura mais representativa do impressionismo. A paisagem, inclusive, é o jardim do próprio Monet, em Giverny, na França. Monet mudou-se para lá em 1883, mas só comprou o local sete anos depois. A pintura, no entanto, só foi feita em 1899. Com 93 cm x 74 cm, a tela está no acervo do Metropolitan Museum of Art.

Moça com brinco de pérola (Vermeer)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A peça do holandês Johannes Vermmer é tão famosa, que ganhou um romance (e um filme) de mesmo nome. Apesar de mostrar a história da moça, a história não condiz com a realidade. Isso porque até hoje não se sabe quem é a mulher retratada. Alguns acreditam, no entanto, que é a filha do pintor por volta dos 13 anos de idade. A tela tem 44,5 cm x 39 cm e foi pintada sem rascunho e sem estudo prévio para ajustes de luz e cor. Atualmente, está no museu Mauritshuis, na Holanda.

A criação de Adão (Michelangelo)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Tufts

A criação de Adão foi encomendada pelo papa Júlio II, em 1508. O trabalho foi feito em dois anos e faz parte de um afresco no teto da Capela Sistina, em Roma. Na obra completa, Michelangelo retrata representações de passagens bíblicas. Sendo assim, a consagrada imagem de Deus quase tocando Adão é apenas um dos trechos da pintura completa.

A escola de Atenas (Rafael)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A pintura do renascentista Rafael foi pintada entre 1509 e 1511, na Stanza della Segnatura. A obra foi encomendada pelo Vaticano e é descrita como ” a personificação perfeita do espírito clássico da Renascença”. Além disso, é considerada a obra-prima de Rafael. A pintura apresenta a Academia de Atenas, ao mesmo tempo que demonstra como a intelectualidade da Grécia Antiga era vista no Renascimento.

Composição número 5 (1948) (Pollock)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

O americano Jackson Pollock é referência quando o assunto é arte abstrata. Só para ilustrar o tamanho do seu reconhecimento, o quadro foi comprado em 2006 pelo valor de 140 milhões de dólares. Além disso, é possível encontrar rastros de cinzas de cigarro sobre a tela. Isso porque Pollock costumava fumar enquanto pintava. Com 2,44 m x 1,22 m, foi feita com tinta líquida sobre painel de fibra.

O beijo (Klimt)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Timeout

A obra do austríaco Gustav Klimt é marcante por ter sido pintada a óleo com folhas de ouro. Primeiramente, a tela recebeu o nome Casal de Namorados, e só depois foi nomeada O beijo. Apesar do casal não ter identidade definida, muita gente acredita que se trata do casal Klimt e Emilie Flöge. Pintado em 1899, com 180 cm x 180 cm, o quatro está na Galeria Belvedere da Áustria, em Viena.

O grito (Munch)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

Além de ser uma das pinturas mais famosas do mundo, O grito tem outra peculiaridade. A obra contém quatro versões diferentes, pintadas em óleo, tempera, pastel e litografia. Isto é, além da primeira versão, de 1893, existem outras três feitas até 1910. Um deles está na Galeria Nacional de Oslo, na Noruega. Outros dois estão no Museu Munch, completamente dedicado ao norueguês Edvard Munch. A quarta versão, enfim, foi vendida por mais de US$ 119 milhões num leilão na Sotheby’s.

Abaporu (Tarsila do Amaral)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
BBC

Não apenas Abaporu é a obra mais conhecida da arte brasileira, como é símbolo do modernismo brasileiro. Além disso, a pintura é ícone da fase antropofágica de Tarsila do Amaral. O quadro foi pintado em 1929, para que fosse dado ao seu marido, Oswald de Andrade, como presente de aniversário. Apesar de ser símbolo da arte do Brasil, a tela está no Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires.

A última ceia (Leonardo da Vinci)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

Certamente Da Vinci poderia ganhar uma lista só com pinturas famosas de sua autoria. Não apenas ele abre a lista com Mona Lisa, como figura nela com uma segunda obra-prima. A última ceia foi pintada ao longo de três anos, de 1495 a 1498, e provoca debates até hoje. Entre as polêmicas, por exemplo, está a provável representação de Maria Madalena ao lado direito de Jesus. Com 4,6 m x 8,8 m, o painel está em Santa Maria delle Grazie, em Milão.

A persistência da memória (Dalí)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

Antes de mais nada: é um desafio escolher somente uma obra do espanhol Salvador Dalí. Mas certamente a A persistência da memória, de 1931, está entre as mais icônicas. Símbolo do surrealismo, o quadro foi pintado em poucas horas, enquanto a mulher de Dalí estava no cinema com amigos. Atualmente, a tela de 24 cm x 33 cm está no MoMa, em Nova Iorque.

Gótico americano (Grant Wood)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A fim de retratar uma realidade diferente da europeia, o americano Grant Wood escolheu uma tipicamente rural de seu país. A casa retratada em estilo neogótico, aliás, existiu e estava em Iowa do Sul. Ainda que fuja do padrão europeu, não pode ficar de fora das pinturas famosas da lista. O quadro a óleo tem 78 cm x 65,3 cm e está no Instituto de Arte de Chicago.

Medusa (Caravaggio)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
The Art Post Blog

A Medusa de Caravaggio teve duas versões, sendo uma de 1596 e outra de 1597. Nenhuma das duas versões, entretanto, tem a assinatura de Caravaggio. A segunda delas, inclusive, não contém nenhuma assinatura. Por outro lado, a primeira tem a assinatura Michel A F, supostamente do latim Michel Angelo Fecit, “Michel Angelo fez [isto]”. Por isso, atribui-se a Caravaggio, de nome completo Michel Angelo Merisi da Caravaggio. A primeira versão faz parte de um acervo privado, enquanto a segunda está na Galleria degli Uffizi, em Florença.

A traição das imagens (Magritte)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
História das Artes

Assim como, René Magritte é representante do surrealismo. Nesse sentido, sua obra procurava questionar limites da representação. Com 63,5 cm x 93,98 cm, A traição das imagens provocou reflexões filosóficas, assim como o ensaio composto por Michel Foucault. A frase significa, em português “Isto não é um cachimbo”. Pintada entre 1928 e 1929, a obra está no Museu de Arte do Condado de Los Angeles.

Guernica (Picasso)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

O painel de Pablo Picasso retratada o bombardeio ocorrido na cidade de Guernica, em 26 de abril de 1937. Ainda que seja complexa, a pintura foi realizada em menos de um mês, ainda em 1937. Com 349 cm × 776 cm, Guernica está no museu Reina Sofia, na Espanha.

O nascimento de Vênus (Botticelli)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Timeout

Sandro Botticelli pintou O nascimento de Vênus em 1486, por encomenda do político e banqueiro italiano Lorenzo di Pierfrancesco. A tela tem Vênus sobre uma concha aberta, acompanhada de Zéfiro, da ninfa Clóris e de Hora, deusa das estações. Atualmente, o quadro está na Galeria Uffizi, em Florença.

A ronda noturna (Rembrandt)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

O quadro foi pintado em 1642 por Rembrandt van Rij, retratando um grupo miliciano. Isso porque fazer parte de milícia era um prestígio na época em que a pintura foi feita. Assim, a Corporação de Arcabuzeiros de Amsterdã encomendou a tela para decorar sua sede. Com 3,63 m x 4,37 m, a obra está no Museu Rijksmuseum, em Amsterdã.

Uma Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte (Georges Seurat)

20 pinturas famosas e as histórias por trás de cada uma
Wise Toast

A pintura a óleo é a mais famosa do francês Georges-Pierre Seurat. Feita ao longo de três anos, de 1884 a 1886, retrata a Ilha de Grande Jatte por meio de técnicas de pontilhismo. Além disso, é um importante símbolo entre as pinturas famosas do movimento impressionista.

Fontes: Cultura Genial, arte ref, Ufersa

Imagem de destaque: O Globo

Próxima página »

Escolhidas para você