Piolho: 10 remédios naturais para se livrar da infestação

Quem já pegou piolho sabe o inferno que é ter que lidar com essas criaturinhas. Além de deixar um aspecto nada interessante – afinal tem criaturas vivas andando em seu couro cabeludo e seus ovos ficam grudados nos fios – a coceira causada por uma infestação de piolho é de enlouquecer.

Mas, o que pouca gente sabe é que piolho também pode causar algumas complicações. Isso porque, devido á coceira, é possível o aparecimento de feridas no couro cabeludo. Elas acabam se tornando portas de entrada para germe e bactéria na corrente sanguínea, já que a cabeça é uma região extremamente vascularizada.

Para evitar o problema e os constrangimentos relacionados ao piolho, a melhor forma é agir rápido. E, com os remédios naturais que listamos abaixo você vai se livrar desses pequenos hospedeiros em pouco tempo.

Cuidados extras

Mas, claro, alguns cuidados são necessários durante esse período. Para controlar a infestação e impedir que todo mundo acabe com o mesmo problema, é preciso lavar separado não só as roupas da pessoa com piolho, mas também suas roupas de cama, a toalha e as demais peças que estiverem em uso.

Apesar de parecer um exagero, é preciso ainda ferver essas peças após lavadas, para garantir que lêndeas e piolhos que, por acaso permaneçam ali, sejam eliminados.

Conheça 10 remédios naturais contra o piolho:

1. Vinagre de maçã

O vinagre conta com diversos componentes do ácido acético, que age dissolvendo a proteção que as lêndeas usam para se prender aos fios de cabelo e ao couro cabeludo. Para usá-lo, basta diluir um copo de vinagre em copo de água morna, encharcar o couro cabeludo com a receita, colocar uma touca plástica e deixar que haja por 30 minutos.

2. Óleo de eucalipto

Por agir como antisséptico e adstringente de feridas, o óleo de eucalipto pode ser usado para acalmar a irritação no couro cabeludo causada pelo piolho.

3. Azeite de oliva

O azeite de oliva tem uma ação muito interessante na batalha contra o piolho: ele o mata por asfixia. As propriedades desse óleo impede que o oxigênio chegue até os piolhos e lêndeas, que morrem aos poucos.

Para utilizá-lo, basta besuntar todo couro cabeludo com o óleo, de forma a criar uma camada generosa; e deixá-lo agindo por um tempo. O bônus dessa receita é que você acaba hidratando os fios também.

4. Óleo de árvore de chá

Esse óleo conta com propriedades antibacterianas, antifúngicas, antivirais e, claro, antissépticas. Por isso, é ideal quando a intenção é acabar com a infestação de piolho e com a irritação que ela causa no couro cabeludo.

5. Chá de salsa

Além de ser um tempero muito requisitado na cozinha, a salsa conta com excelentes propriedades medicinais. No caso de uma infestação de piolho, o betacaroteno, abundante em sua composição; auxilia na cura do couro cabeludo e permite que as feridas se fecham mais rapidamente, além de manter o equilíbrio do pH da fina pele da cabeça.

Para fazer o chá você só precisa ferver a água e, depois de desligar o fogo, deixar uma boa quantidade de salsa em infusão. Assim que estiver frio, aplique o chá no couro cabeludo e deixe agindo por uns 40 minutos.

6. Óleo de lavanda

Dentre as demais propriedades medicinais da lavanda, o odor é o principal “ingrediente” na luta contra o piolho. O óleo de lavanda, então, acaba agindo como repelente natural contra os bichinhos.

Ele também pode ser usado na prevenção, caso alguém de seu convívio já esteja com piolho.

7. Chá de arruda

Lavar os cabelos com o chá de arruda é eficiente contra os piolhos, mas é ainda mais eficiente contra seus ovos, as chamadas lêndeas.

Para isso, basta ferver a água e acrescentar as folhas de arruda na fervura por 10 minutos. Depois de esfriar, você só precisa coar o chá e aplicá-lo no couro cabeludo usando uma gaze embebida ou chumaço de algodão. Deixe agindo por 30 minutos.

8. Spray de citronela

A citronela, como você já viu aqui, é um repelente natural de primeira. Por causa de seu aroma, ela também é excelente contra piolhos e pode ser usada em forma de spray caseiro.

Para prepará-lo, você precisa colocar em um recipiente possível de ser fechado, glicerina, tintura de citronela, álcool e água em proporções iguais. Depois é só misturar e utilizar o preparo na raiz e no cabelo, deixando agir por alguns minutos antes de lavar a cabeça.

9. Álcool canforado

Borrifar álcool canforado no couro cabeludo também é um ótimo remédio natural contra o piolho. Mas, se a cabeça estiver ferida, melhor usar as receitas caseiras listas anteriormente, já que o álcool pode causar ardência.

10. Pente fino

Seja daquele baratinho da farmácia, seja o de metal ou o eletrônico, o pente fino é essencial na batalha contra o piolho. Aliás, cada um desses procedimentos naturais que indicamos devem ser finalizados com o pente fino para retirar as lêndeas e os piolhos mortos, que se soltam do couro cabeludo.

No caso do pente fino eletrônico, você ainda tem a vantagem de poder usá-lo no cabelo seco. Ele emite um som contínuo enquanto está ligado e um som mais intenso e mais alto ao encontrar um piolho. Além disso, o pente fino eletrônico emite uma frequência de ultrassons, não percebido pelas pela pessoa que está usando, mas que é muito eficiente para eliminar o piolho.

E então, você já pegou piolho ou conhece quem tenha sofrido com esse tipo de infestação? Conhece outras receitas naturais que possam ser usadas contra essa praga? Não deixe de comentar!

Agora, falando em cuidados com a higiene pessoal, você precisa conferir ainda: Coisas estranhas que as pessoas faziam no passado, mas que hoje seriam maluquices.

Fonte: Pílula Verde, Tua Saúde, Melhor com Saúde