Curiosidades

Síndrome de Peter Pan – O que é, como reconhecer e tratamento

Com relação ao desenho infantil Peter Pan, essa síndrome caracteriza adultos que se recusam a crescer e assumir responsabilidades.

Muitos de nós conhecemos a de história Peter Pan, um garoto que se recusa a crescer e vive na terra do nunca. Apesar de ser uma história infantil, ela pode se comparar com situações da realidade. Dessa maneira, a Síndrome de Peter Pan deixa a pessoa com uma mentalidade sempre infantil.

Essa síndrome, ataca principalmente os homens. Basicamente, seu principal sintoma é a falta de maturidade. Porém, todos temos momentos brincalhões, mas isso não significa possuir a síndrome. O problema está quando a única personalidade presente é a infantil.

Quem possui a síndrome, geralmente não supera a fase narcisista e egocêntrica comum em crianças. Com isso, a pessoa é afetada em muitas áreas da vida, pois não assume responsabilidades nem relacionamentos. Portanto, costumam colocar a culpa sempre nos outros e possuir uma dependência dos pais por mais tempo.

Como reconhecer a Síndrome de Peter Pan

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Portal Raizes

A síndrome de peter pan se baseia no fato de que o indivíduo não consegue se ver como adulto. Dessa maneira, suas atitudes são sempre imaturas e inconsequentes.

Continua após a publicidade

Geralmente, o corpo da pessoa se desenvolve normalmente, porém sua mentalidade não. Com isso, ele ainda possui hobbies, brincadeiras e preferencias semelhantes as infantis. Dificultando assim, sua conivência em sociedade, amizades e relacionamentos amorosos.

Portanto, é fácil identificar problemas de ordem financeira, psicológia e afetiva. Fazendo com que o indivíduo apresente bloqueios em relações e tudo aquilo que exija comprometimento.

Sintomas

Mimados

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Medium

Característica muito comum quando se trata da síndrome de peter pan. Eles acreditam que podem tudo, e também todos devem ceder aos seus desejos. Além disso, é comum desejar muito algum bem material, e após conquista-ló, não querer mais.

Evitam compromissos

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Mulher Interessante

Não confunda, eles atém podem ter relacionamentos, mas nada muito além. A necessidade de atenção se encaixa bem aqui, porém na hora de assumir algo sério, eles evitam. Portanto, o problema real é a falta de liberdade.

Continua após a publicidade

Manipuladores

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
O Segredo

Podem muitas da vezes aparecer como alguém encantador. Porém, fazem de tudo para tomar vantagem e realizar o menor esforço possível. Tanto em situações profissionais quanto sociais. Dessa maneira, utilizam várias mentiras e desculpas.

Interesseiros

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
JRM

Costumam realizar muitas atitudes pensando apenas em seu beneficio próprio. Por exemplo, podem dar um presente para alguém, porém pensando em como ele mesmo pode desfrutar daquilo.

Postergadores

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Acción

Por não possuírem senso de responsabilidade, eles acreditam fielmente que sempre vão poder concluir suas tarefas depois.

Impactos no mundo corporativo

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Microlins

O mundo corporativo é repleto de tarefas e obrigações. Dessa maneira, os “peter pans” não são muito aceitos, por suas características infantis e postergadoras.

Continua após a publicidade

Além disso, a falta de maturidade faz com que não aceitem bem feedbacks negativos. Assim, acreditam sempre que estão certos e não buscam melhorar.

Dessa maneira, as portas no mundo corporativo se fecham. Nenhuma empresa dará oportunidades para profissionais que não tendem a melhorar. Com isso, os “peter pans” tendem a ocupar cargos simples e sem visão de futuro.

Como lidar e tratamento

Síndrome de Peter Pan - O que é, como reconhecer e tratamento
Jornal NH

Essa síndrome permite que as pessoas vivam uma vida normal, por não se tratar de uma doença. Porém, ainda é preciso tratar para que não atrapalhe alguns aspectos.

O mais indicado e efetivo, vem desde a criação. Assim, os pais não devem atingir nenhum dos extremos, nem super protetores nem negligentes. O ideal é dar uma criação permitindo um desenvolvimento emocional completo.

Continua após a publicidade

Além disso, é importante estipular tarefas desde pequenos, como ajudar nas tarefas de casa e afins. Dessa maneira, aliado a presença dos pais, a criança já cria responsabilidades desde cedo.

Agora, caso a pessoa já apresente características da síndrome de Peter Pan, é importante buscar ajuda profissional. Com ajuda de um profissional da área, o indivíduo vai buscar o auto conhecimento e desenvolver melhor várias situações diárias.

E aí, curtiu aprender sobre esse tema? Confira também: Norman Bates – A complexidade por trás do personagem de Hitchcock

Fontes: Sb Coaching, A Mente é Maravilhosa e IBC.

Continua após a publicidade

Imagem destacada: Minha Série Favorita

Próxima página »

Escolhidas para você