Curiosidades

Conheça Skadi, a deusa nórdica do inverno

Apesar de ser uma giganta, Skadi foi aceita pelos deuses de Asgard quando se casou com o deus do mar Njord, e depois com Odin.

Skadi é a Deusa Giganta do Inverno e da Caça. Ela é casada com Njord, o sombrio Deus do Mar, conhecido por seus belos pés descalços. Supostamente, o pé descalço é um antigo símbolo nórdico de fertilidade.

Além disso, ela é a deusa da Justiça, Vingança e Raiva, e é a divindade que entrega a sentença a Loki para ser preso no subsolo com uma serpente pingando veneno em seu rosto em pagamento por seus crimes.

Origem e história

Skadi era filha do gigante Thiazzi, esposa do deus Njord e talvez também do próprio Odin. Sendo uma giganta, ela está associada à escuridão, ao frio e à morte, assim como o inverno. No entanto, Skadi é visto como mais benevolente do que o resto de seus parentes gigantes.

Primeiro encontramos Skadi na mitologia nórdica como filha de Thiazzi, um gigante que sequestrou a deusa asgardiana Idunn para roubar as maçãs da juventude que mantinham a juventude e a beleza dos Aesir.

Continua após a publicidade

Quando Loki, o deus das travessuras, recuperou a deusa, Thiazzi voou para Asgard na forma de uma águia para recuperá-la. Mas os Aesir acenderam as paredes de Asgard de fogo, pegando Thiazzi nas chamas e matando-o.

Para se vingar da morte de seu pai, Skadi vestiu elmo, reuniu suas armas de guerra e foi para Asgard. Os Aesir preferiram negociar com Skadi, e os dois lados concordaram com os termos. Skadi deveria ter permissão para escolher um marido entre os deuses Aesir, e os Aesir tinham que completar uma tarefa impossível e dar um presente a Skadi.

Continua após a publicidade

Casamento e família

Skadi acabou escolhendo o deus Njord do oceano, um deus Vanir que vivia entre os deuses Aesir desde o fim da guerra Aesir-Vanir. Ele era o pai de Freyr e Freya, e o deus do mar, da navegação, da pesca e da riqueza.

No entanto, Skadi queria Balder, filho de Odin e Frigg, como marido. Mas os Aesir exigiram que ela escolhesse seu marido com base apenas em seus pés.

Continua após a publicidade

Com efeito, Skadi examinou os pés de todos os Aesir masculinos e, quando viu os pés mais bonitos, assumiu que eram de Balder. Ela recebeu um choque rude quando foi revelado que eles eram de Njord, cuja bela aparência havia sido diminuída pela vida no mar.

O casamento entre os dois não durou muito, pois eles eram muito diferentes. Njord estava relutante em morar na fria casa montanhosa de Skadi, e Skadi não estava interessado no reino de Njord nas docas.

Os dois concordaram em passar nove dias e nove noites em cada local para decidir seu futuro. No final, ambos odiavam tanto a casa um do outro que decidiram viver separados, e seu casamento logo se dissolveu.

Filhos de Skadi

Incapaz de amar Njord, Skadi se casa com Odin e lhe dá muitos filhos. Um desses filhos chamava-se Saemingr e era rei da Noruega. Além disso, Skadi nunca é especificamente nomeada como mãe de Freyr e Freyja, embora ela seja a esposa de seu pai.

Continua após a publicidade

Alguns relatos afirmam que Freyr se juntou aos Aesir ao mesmo tempo que seu pai, o que significa que ele nasceu antes de Njord e Skadi se casarem.

A vingança de Skadi

O relacionamento mais significativo de Skadi com outro personagem da mitologia nórdica, no entanto, não foi com Odin. Nem mesmo com seu marido, Njord.

Skadi é muitas vezes ligada intimamente a Loki. Eles estavam tão entrelaçados que ela desempenhou um papel importante em sua eventual prisão e, como resultado, no início do Ragnarok.

Quando os deuses aprisionaram Loki, Skadi teve sua própria punição pelo assassinato de seu pai. Ela pendurou uma cobra acima da cabeça de Loki que pingava veneno em seu rosto.

Continua após a publicidade

A esposa de Lok, Sigyn, ficou ao seu lado para pegar o veneno em uma tigela. Sempre que ela tinha que esvaziar a tigela, no entanto, Loki se contorcia de dor enquanto seu rosto era queimado, causando terremotos.

Loki acabaria escapando de sua prisão em Ragnarok e lideraria os mortos contra seus antigos amigos. Por muitos anos antes que isso acontecesse, no entanto, a vingança de Skadi o atormentaria por seus crimes.

Símbolos e poderes

Por fim, alguns historiadores acreditam que Skadi pode ter sido uma das primeiras deusas do panteão, talvez originada do povo indígena Sámi da região. Ela estava ligada a muitos aspectos da vida Sámi nas montanhas, tendo como principais símbolos o tiro com arco, caça e esqui.

No pensamento popular, ela é considerada a deusa do inverno e da vida ao ar livre. Enquanto o marido representava o bom tempo e a prosperidade que vinha do mar, Skadi representava o estilo de vida mais áspero do norte acidentado.

Continua após a publicidade

De fato, acredita-se que Skadi esteja tão intimamente identificada com a cultura do norte que deu seu nome a toda a região. A Escandinávia, ou “ilha de Skadi” foi e ainda é um lugar de invernos rigorosos e escuros, mas também de grande beleza.

Fontes: Aminoapps, Wikipédia

E então? Gostou da matéria? Confira também: Os 11 maiores deuses da mitologia nórdica e suas origens

Veja histórias de outros deuses que podem interessar:

Continua após a publicidade

Conheça Freya, a deusa mais bela da mitologia nórdica
Hel – Quem é a deusa do reino dos mortos da mitologia nórdica
Forseti, o deus da justiça da mitologia nórdica
Frigga, a deusa-mãe da Mitologia Nórdica
Vidar, um dos deuses mais fortes da mitologia nórdica
Njord, um dos deuses mais reverenciados da mitologia nórdica
Loki, o deus da trapaça na Mitologia Nórdica
Tyr, o deus da guerra e o mais corajoso da mitologia nórdica

Próxima página »

Escolhidas para você