Curiosidades

Têmis, quem é? Origem, lenda e personificação da deusa da justiça

Na mitologia grega, Têmis era a representatividade da orgem e conselheira dos deuses. Além disso, a deusa era a segunda esposa de Zeus.

Na mitologia grega, Têmis é a personificação das leis divinas, reconhecida pelo Costume e pela Lei. Em contraste à justiça, leis e decretos humanos. Contudo, é vista como a deusa guardiã dos juramentos dos homens e das suas regras. Era comum ser  mencionada durante os juramentos dos magistrados.

Pela representatividade, ela possui três subsistências: deusa da ordem natural, deusa de profecia e deusa da ordem moral. Além disso ela foi inventora das artes e administrava sobre as relações adequadas entre homem e mulher, ou seja, a base da família. Ela também presidia sobre juízes que também eram chamados de themistopóloi  (servos de Thêmis).

Origem

Na mitologia grega,Têmis é filha de Urano e de Gaia, sendo entregue a Nix, deusa da noite, para criação. A ideia de Gaia, basicamente, era proteger Têmis de Urano. A partir disso, semelhanças entre as deusas foram evidentes, Têmis, a deusa da justiça, e Nêmesis, a deusa da retribuição.

Algumas histórias trazem a deusa como representação da matéria em si, porém, ela caracterizava a estabilidade como uma qualidade da terra. Contudo, Têmis conversava com os homens por meio dos oráculos e, dentre eles, na Grécia Antiga, estava Delfos, que pertencia à sua mãe.

Continua após a publicidade

Entretanto, ela tinha ligação com previsões oraculares e, assim, representava a voz da Terra. Os oráculos também eram vistos como mandamentos das leis da natureza e, portanto, dignos da obediência do homem. Por fim, a deusa foi a segunda esposa de Zeus e também sua conselheira.

Têmis - conheça a lenda da deusa da justiça na mitologia grega
Em algumas representação modernas ela aparece sem as vendas

Lenda da deusa Têmis

A lenda da deusa diz que ela iria guardar sua virgindade, porém Zeus não deixou. Como resultado disso, eles tiveram três filhas: Equidade, Lei e Paz. Ademais, Horas e Parcas também são consideradas suas filhas.

Não obstante, Zeus atribuía à deusa as missões mais difíceis, já que era denominada a deusa da Justiça. Novamente, em relação aos oráculos, Têmis também emitia profecias aos deuses, além dos homens.

A beleza e o poder da dignidade também eram atributos reconhecidos em Têmis. Ainda, quanto a atração física, há o mito de que Zeus a perseguia. Além disso, a deusa tinha no Olimpo uma divergência com Ares, o Deus da Guerra, que tinha apreço por violência e sede de sangue. Em contrapartida, Têmis tinha ações de ordem ambiental, já que entendia que a guerra reduziria a população.

Continua após a publicidade

Personificação de Têmis

Têmis possui uma representação conhecida, segurando uma balança como símbolo do equilíbrio e da razão, ou seja, contrapesa o mundo conforme as leis. Além disso, também traz olhos vendados. Contudo, algumas versões mais modernas mostram a deusa sem vendas, ou seja, simbolizando a Justiça Social.

Ainda com os símbolos de pratos iguais da balança, que traduzem que não há diferenças entre os homens em relação ao julgamento de erros e acertos. Têmis ainda traz as tábuas da lei que representam ordem, união, vida e princípios sociais e individuais.

Têmis - conheça a lenda da deusa da justiça na mitologia grega
Balança e olhos vendados refletem a personificação

A mitologia grega traz grandes histórias de deuses. Conheça mais sobre Pégaso na mitologia grega – Origem, história e simbolismo 

Fontes: Dez Mil Nomes STF Deuses e Heróis Mitologia Online Mitologia Grega

Continua após a publicidade

Imagens: Efivest Veja Dez Mil Nomes

Próxima página »

Escolhidas para você