Curiosidades

Tipos de uvas – Mais populares usadas na produção de vinhos

Vários tipos de uvas são usados para a produção de vinhos nobres e saborosos do mundo todo, onde cada uma possui características únicas.

Adocicada e muito utilizada na culinária, principalmente na produção de suco, geleia, passas e vinho, a uva é uma fruta proveniente da Videira (família Vitaceae). No entanto é possível encontrar diferentes tipos e uvas disponíveis, onde cada um dos tipos é indicado para determinado uso. Por exemplo, a Vitis Aestivalis que é um tipo de uva Norton, utilizada na fabricação de vinhos e a Vitis Labrusca que é utilizada na produção de sucos.

A planta que produz as uvas é chamada de Videira ou Parreira, que se parece com uma trepadeira, onde o tronco é retorcido e seus ramos flexíveis. Apesar de ser de origem asiática, o cultivo mundial das uvas é feito em regiões de clima temperado. Inicialmente, o cultivo de uva era feito no Oriente Médio, onde a uva era usada para a fabricação dos mais variados vinhos.

Os primeiros relatos da produção foram na Armênia Antiga (4000 a.C). Já no século IX, o cultivo das uvas foi se espalhando, primeiro na cidade de Shiraz (Pérsia) e Hieróglifos (Antigo Egito), depois Grécia, Roma e Fenícia. Por fim, a expansão comercial da uva chegou às regiões da América do Norte e da África, onde o cultivo se destacou bastante.

Tipos de uvas: variedades de espécies

Imagem: La Ville

As uvas crescem em cachos que podem variar quanto ao seu tamanho, podendo conter entre 10 e 300 frutos. Cujas cores também variam entre rosa, laranja, verde, vermelha ou preta. Ademais, os diferentes tipos de uvas podem ser usados na produção de refrigerantes, sorvete, doces, sucos, passas e vinhos.

Continua após a publicidade

Os tipos de Uva podem ser encontrados nas seguintes espécies (VITIS):

  • Vitis acerifolia
  • aestivalis
  • amurensis
  • arizonica
  • Vitis x bourquina
  • californica
  • Vitis x champinii
  • cinérea
  • Vitis x doaniana
  • girdiana
  • labrusca
  • Vitis x labruscana
  • monticola
  • mustangensis
  • Vitis x novae-angliae
  • palmata
  • riparia
  • rotundifolia
  • rupestres
  • shuttleworthii
  • tiliifolia
  • vinifera
  • vulpina

Os tipos de uvas possuem inúmeras variedades, tais como:

  • Cabernet Sauvignon – encontrada nos Estados Unidos, México, Brasil, Chile Austrália e Nova Zelândia.
  • Merlot – natural de Bordeaux
  • Malbec – encontrada na região francesa de Cahors
  • Syrah – Vale do Rhône
  • Pinot Noir – Borgonha
  • Gamay – Beaujolais
  • Carménère – Bordeaux
  • Cabernet Franc – Vale do Loire
  • Grenache – Vale do Rhône
  • Tannat – França
  • Tempranillo – Espanha
  • Sangiovese – Toscana
  • Nebbiolo – Piemonte
  • Barbera – Piemonte
  • Dolcetto – Piemonte
  • Chardonnay – Borgonha
  • Sauvignon Blanc – Loire
  • Riesling – Mosel
  • Viognier – Rhône
  • Chenin Blanc – Loire
  • Gewürztraminer – Alsácia
  • Pinot Gris – Alsácia
  • Sémillon – Bordeaux
  • Moscatel – Gewürztraminer
  • Furmint – Tokaj
  • Palomino – Jerez

Tipos de uvas para a produção de vinhos

Muitas pessoas não sabem, mas vários tipos de uvas são usados na produção de vinhos, inclusive, uma única espécie pode produzir tanto vinho tinto quanto vinho branco. Então, para os apreciadores de vinho, a primeira coisa a fazer na escolha e um vinho é saber sua origem. Por exemplo, vinhos do Velho Mundo ou vinhos do Novo Mundo, que está relacionado aos tipos de uvas usados na produção.

Da mesma forma, a cor, acidez, aroma e sabor dos vinhos são determinados pelo conjunto de características, influências da região onde é produzido e os tipos de uvas utilizados.

Continua após a publicidade

1- Cabernet Sauvignon

Imagem: Gettyimages

Entre os tipos de uvas existentes a Cabernet Sauvignon é uma das mais populares que existe cuja origem é francesa da tradicional região de Bordeaux. No entanto, atualmente, é produzida em várias regiões ao redor do mundo em regiões de clima temperado e quente.

Devido sua qualidade, essa fruta é considerada como a rainha das uvas tintas. Da mesma forma, seus vinhos são muito famosos e exportados para todo o mundo. Ademais, esse tipo de uva se adapta muito bem ao processo de maturação em barricadas de carvalho, o que proporciona volume, estrutura e riqueza aromática ao vinho. Suas principais características são a carga aromática que conta com intensas notas frutadas e um delicado toque herbáceo, o que a torna uma uva inconfundível.

No entanto, o sabor pode ter uma variação de acordo com a região onde é produzido o vinho. Por exemplo, em locais mais frios, é comum encontrar traços de pimentão, já em regiões mais quentes, os vinhos apresentam resquícios de amoras silvestres e ameixas. Portanto, é um vinho indicado para ser servido com queijos ou carne bovina.

2- Cabernet Franc

Imagem: Gettyimages

De origem francesa, o Cabernet Franc unido com Sauvignon Blanc deu origem ao Cabernet Sauvignon, cuja diferença está no tempo de amadurecimento da uva. Ademais, esse tipo de uva é bastante delicado, ou seja, quando exposta ao frio o vinho tende a ficar fraco. Mas, se exposta a chuvas corretas ela floresce e amadurece mais cedo, enquanto que quando exposta ao calor excessivo amadurece ainda mais rápido. Gerando vinhos com aromas excessivos de vegetais e ervas.

Continua após a publicidade

No entanto, quando cultivada de forma adequada, os cachos de uva ficam pequenos e com a cor de violeta, bastante suculentos que geram bebidas mais suaves.

3- Tannat

Imagem: Gettyimages

Os tipos de uvas da espécie Tannat também são de origem francesa, no entanto, são amplamente produzidas nas vinícolas uruguaias. Embora também sejam produzidas nas regiões brasileiras da Serra Gaúcha e Campanha Gaúcha. Entretanto, há diferença entre o vinho sul-americano e o produzido na França, pois as temperaturas e intensidade das chuvas geram vinhos mais frescos e finos.

Entre as características das uvas Tannat é a capacidade de envelhecer bem. Cujo vinho é extremamente saboroso, redondo, volumoso e retrogosto bastante agradável com aromas de morango, ameixa, baunilha e geleia de framboesa, o que torna uma excelente bebida.

4- Merlot

Imagem: Gettyimages

Também de origem francesa, acredita-se que o nome das uvas Merlot está relacionado com a palavra francesa merle, nome dos pequenos pássaros de coloração negra que se alimentam de uvas maduras. Atualmente, está entre os tipos de uvas mais cultivados pelo mundo, devido sua facilidade de adaptação e tempo de amadurecimento rápido. Por isso, é cultivada em muitos países além da França, como a Itália, Chile e até na Austrália, onde geram uvas sadias e plenamente maduras. Dessa forma, o vinho das uvas Merlot é conhecido pela sutileza e elegância.

Continua após a publicidade

5- Malbec

Imagem: Gettyimages

Apesar de ser de origem francesa, os tipos de uvas Malbec deixaram de ser tão apreciada no país desde que houve a ascensão de novas variedades de uvas. De acordo com relatos históricos um grande período de frio em 1500 causou a destruição da maior parte das videiras de Malbec no país. Hoje, outros países cultivam e produzem dessa uva, mas é na Argentina onde há a maior produção de Malbec, produzindo vinhos encorpados e concentrados. Enquanto que os franceses são rústicos e firmes e os brasileiros frutados e macios.

6- Pinot Noir

Imagem: Gettyimages

Para a produção dos tipos de uvas Pinot Noir é necessário muito cuidado, pois necessitam de condições perfeitas para que a colheita gere bons vinhos. Ou caso contrário, pode produzir vinhos muito adocicados, sendo considerados sem graça. Por isso, a uva Pinot Noir é cultivada apenas na França, Bulgária, Califórnia, Chile e Argentina, onde a produção é perfeita gerando vinhos perfeitos com aromas característicos.

7- Riesling Itálico

Imagem: Gettyimages

Cultivada com excelência na Serra Gaúcha, sua produção é muito importante para a produção brasileira que produz vinhos brancos e espumantes nacionais. No entanto, não se sabe a origem desse tipo de uva, mesmo seu nome fazendo referência à Itália, mas também é bastante produzida na Croácia. Ademais, o vinho produzido possui acidez característica que faz com que fique perfeito quando resfriado, além de um aroma com tons frutados e cítricos. Por isso, é bastante usada na produção de espumantes.

8- Chardonnay

Imagem: Gettyimages

Os vinhos, cujos tipos de uvas são chamadas de Chardonnay, são muito famosos por serem mencionados na literatura e no cinema. Ademais, são as uvas que produzem vinhos brancos mais conhecidos do mundo. Apesar de ser de origem francesa, também são cultivadas nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Chile, África do Sul, Argentina e Brasil.

Continua após a publicidade

No entanto, as características dos vinhos produzidos com as uvas Chardonnay podem variar de acordo com a região onde são cultivadas. Por exemplo, regiões quentes produzem vinhos encorpados, com baixa acidez e toque adocicado de melão e pêssego, em regiões com clima ameno o vinho tem sabor cítrico. Já em regiões frias o vinho apresenta alta acidez e notas de ameixa e maçã verde no sabor.

Mas, caso a barricada seja de madeira, o vinho apresenta maior teor alcoólico e sabor mais adocicado e seco.

9- Gewurztraminer

Imagem: Gettyimages

De origem alemã, cuja tradução significa uva de tempero, produzem vinhos que são muito apreciados devidos suas características marcantes. Ademais, possui tempo de maturação muito rápido, onde o clima ideal é o mais ameno, produzindo vinhos brancos e rosés com sabor peculiar. Também possui um sabor com toques de lichia, pétalas de rosas, canela, gengibre, damasco e abacaxi, e os vinhos podem ser doces ou secos.

10- Semillón

Imagem: Gettyimages

Um dos tipos de uvas brancas mais cultivadas na região de Bordeaux, na França é a Semillón. De fácil cultivo, porém, com brotamento demorado e maturação rápida, produz vinhos frutados com aromas de pera, maçã, nectarina, uva, melão, limão e figo.

Continua após a publicidade

Curiosamente, em algumas vinícolas, esses tipos de uvas são deixados para sofrerem os estágios iniciais de uma podridão nobre, que são causadas por um fungo (Botrytis cinérea). Que provoca a desidratação das uvas, fazendo com que os açúcares fiquem ainda mais concentrados. Como resultado, são produzidos vinhos de sobremesa com aromas de pêssego, mel, damasco, marmelo, caramelo e abacaxi.

11- Sauvignon Blanc

Imagem: Getyimages

Entre os tipos de uvas usados para a produção de vinhos, a Sauvignon Blanc é a mais famosa do mundo e também uma das mais antigas uvas bordalesas que se tem notícia. Além da região de origem, que é na França, também é cultivada na Nova Zelândia.

Geralmente, parram pelo processo de podridão nobre para aumentar a concentração de açúcar. No entanto, na região de Loire, os vinhos são secos e refrescantes com traços frutados e aromas de vegetais e minerais, o que faz com que sejam muito apreciados.

12- Tipos de uvas: Barbera

Imagem: Gettyimages

De origem italiana, os tipos de uvas Barbera são muito populares no Brasil, trazida pelos italianos que colonizaram no país. No entanto, sua popularidade se deve a diversidade de vinhos que são produzidos com essas uvas. Por exemplo, vinhos leves até os mais complexos com grande potencial de envelhecimento.

Continua após a publicidade

Inicialmente, a uva era usada para produzir vinhos grosseiros, então, após uma série de melhorias na aplicação do cultivo, as uvas começaram a produzir vinhos nobres e reconhecidos.

Seus tintos são de coloração escura, entre o vermelho e o vinho forte, e têm acidez elevada, o que os tornam excelentes candidatos ao envelhecimento, mantendo os aromas originais.

13- Tipos de uvas: Moscato

Imagem: Gettyimages

Tipos de uvas Moscato podem ser encontrados nas cores verdes ou escuras e é uma das mais antigas do mundo, além de serem reconhecidas por produzirem vinhos brancos, rosés e tintos de boa qualidade. Ademais, os vinhos das uvas Moscato possuem aromas frutados de pêssego, tangerina e flor de laranja, além de serem vinhos refrescantes. Também são produzidas ótimas espumantes.

14- Tipos de uvas: Syrah

Imagem: Gettyimages

Atualmente, a Syrah está entre os tipos de uvas mais populares, cujos vinhos são bem concentrados e sua maior produção é na região francesa do Ródano. No entanto, também é produzida na Austrália, Espanha e Argentina. Ademais, são pequenas da casca escura, descendentes das uvas Dureza e a Mondeuse Blanche. Ademais, as características, as uvas Syrah possuem toques de ameixa, mirtilos, amoras e especiarias como pimenta, ainda possui alta capacidade de envelhecimento.

Continua após a publicidade

15- Carménère

Imagem: Gettyimages

Conhecida como prima dos tipos de uvas Merlot, a Carménère é uma uva tinta de origem francesa, quase foi extinta devido a uma praga na Europa. Mas algumas mudas foram transferidas para o Chile, que é imune a contaminação dessa praga. Ademais, as características dos vinhos é que apresentam vasta carga aromática com notas frutadas, principalmente frutas vermelhas. No entanto, dependendo dos fatores climáticos os aromas podem ser alterados, culminando em toques de pimenta verde, cacau e páprica.

16- Tempranillo

Imagem: Gettyimages

De origem espanhola, foi cultivada apenas localmente por muitos anos. Entretanto, após a década de 90 as produções desses tipos de uvas se modernizaram e começaram a ser cultivadas em vários países. Consequentemente, garantindo vinhos mais equilibrados, com acidez comedida e aromas com toques de cerejas vermelhas, ameixa, baunilha e couro, o que torna o vinho dessa uva tão peculiar.

17- Tipos de uvas: Sangiovese

Imagem: Gettyimages

De origem toscana, a Sangiovese é um dos tipos de uvas mais antigos e interessantes. No entanto, até poucas décadas ela era considerada como uma uva selvagem, portanto, pouco se sabia sobre a forma correta de cultivo para produzir vinhos de qualidade. Atualmente, a Sangiovese faz parte da produção de vinhos com traços de frutas silvestres como cerejas, morangos e mirtilos e uma alta concentração de taninos. Além de intensa acidez e a capacidade de ser guardado por mais de duas décadas e ainda preservar seu sabor único.

Em suma, existem inúmeros tipos de uvas, cada qual com suas características próprias e capacidade de produzir os mais espetaculares e saborosos vinhos do mundo.

Continua após a publicidade

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Uva passa – História, benefícios e relação com as comidas de Natal. 

Fontes: Info Escola, Famiglia Valduga, Todo Vino

Imagens: La Ville, DCI, Gettyimages

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você