5 truques da Apple para obrigar você a trocar o iPhone

Acompanhar o avanço das tecnologias, hoje em dia, é algo muito difícil e dispendioso. Isso porque, a cada ano, um novo modelo mais tecnológico e completo se apresenta ao mercado e deixa todo mundo de queixo caído, especialmente com relação aos celulares.

Esse tipo de coisa é muito comum com relação aos aparelhos da Apple. Isso porque, além de serem objetos de desejo de muita gente, a impressão que os usuários têm é que, a cada vez que um novo iPhone é lançado, mais lento e obsoleto ficam as versões mais antigas do dispositivo.

O problema, no entanto, é que pouca gente sabe que Apple utiliza alguns truques que obrigam as pessoas a trocar o iPhone muito mais cedo que elas poderiam desejar. E tudo acontece de forma automática, sem que o usuário perceba.

Na lista abaixo, como você vai ver, estão os truques nos quais todo mundo, incluindo você, já caiu se foi dono de um celular do sistema iOS. Só tente não ficar com raiva, porque todo o desgosto que você passou foi apenas parte da estratégia da Apple para obrigar você a trocar o iPhone. Quer ver?

Confira 5 truques da Apple para obrigar você a trocar o iPhone:

1. Lentidão

2

Já percebeu que a cada novo modelo de iPhone lançado, uma nova versão do iOS é lançada em conjunto? Embora elas ofereçam uma infinidade de melhorias para os novos aparelhos, os mais antiguinhos acabam ficando irremediavelmente mais lentos.

Mas, ao mesmo tempo, se você não atualizar seu sistema operacional, muito provavelmente você vai deixar de ter acesso a uma série de novos recursos e, não raro, será barrado na hora de baixar alguns aplicativos. E isso, de certa forma, é a “sinuca de bico” ideal que eles montam para obrigar você a trocar o iPhone por um mais novo.

2. Modificações estéticas

1

Elas acontecem, é verdade, mas são raras ou muito sutis. No entanto, o que vale mesmo é o que a Apple diz para se promover.

Por exemplo, quando lançaram os modelos 6 e 6s no iPhone, a empresa afirmou que eles estavam mais finos que a versão anterior, o 5S. O mais velhinho, no caso, teria 7,6 mm; enquanto os outros dois mediriam 6,9 mm e 7,1 mm.

O problema, no entanto, é que isto não era bem uma verdade. O que realmente dava a impressão dos mais novos serem mais finos é o fato de possuírem curvas, coisa que não existe no 5S. O modelo mais antigo também contava com relevo de detalhes, como a própria câmera, que parece ser mais saltada para fora nos últimos iPhones.

3. Propaganda e celebridades

3

Uma arma fatal da Apple para obrigar você a trocar o iPhone é torná-lo notícia com um “empurrãozinho” das celebridades em todo o mundo. Elas não só trabalham nos comerciais da marca, mas também fecham parcerias que envolvam os gadgets e serviços da Apple.

Há um tempo, a banda U2 se apresentou no final da apresentação de um novo modelo de iPhone e, em seguida, apareceu no iTunes de todo mundo. Interessante, não?

4. Escassez e exclusividade

4

O grande sucesso da Apple no número de vendas e a adesão maior do público a certos modelos e cores de aparelhos (novos) acontece muito por causa da maestria da empresa em manipular o desejo da clientela.

Não aconteceu só uma vez da Apple demorar a colocar no mercado algum tipo específico de aparelho, ou distribuir quantidades irrisórias destes modelos, como o iPhone dourado; para criar a ideia de exclusividade e de escassez no público e aumentar a procura por este determinado tipo de iPhone.

5. Atualizações sem necessidade

5

Um estudo desenvolvido pela comScore, mostrou que 65,5% dos americanos que usavam iPhones não baixavam um aplicativo sequer durante o mês. Esse tipo de comportamento acaba fazendo as atualizações de memória e velocidade totalmente desnecessários. Pouco menos de 2,4% dos entrevistados para a pesquisa baixavam mais de 8 aplicativos no intervalo de 30 dias.

E, falando no quanto o iPhone pode enganar você, não deixe de conferir ainda: 4 recursos do iPhone 7 que a Apple roubou da concorrência.

Fonte: Olhar Digital