6 doenças transmitidas pela saliva que você não sabia

Sabe a pegação do Carnaval, ou mesmo aquela pessoa charmosa e totalmente desconhecida que você beijou na balada, sábado à noite? Pois é, isso tudo pode representar sua ruína, caro leitor. Ou você nunca ouviu falar em doenças transmitidas pela saliva?

Isso porque, apesar do ser humano ser portados de inúmeras doenças raras e estranhas, a gente nunca costuma pensar nas formas que a gente pode ficar suscetíveis à elas, não é mesmo? Um bom exemplo disso são as doenças silenciosas que um simples beijinho pode trazer para sua vida.

Aliás, essas doenças transmitidas pela saliva não são apenas silenciosas. Elas podem também ser inesperadas. Ou você sabia que a caxumba e a catapora, por exemplo, também podem estar na saliva da pessoa do lado?

7

Tenso, não? O pior de tudo é que essas doenças transmitidas pela saliva podem demorar vários dias para se manifestar. Algumas levam até um mês para ficar aparentes!

E mais: sabia que várias dessas doenças transmitidas pela saliva não podem ser curadas? Isso mesmo, caro leitor, se você pegou alguma “praga brava” no último beijaço que promoveu, sem a menor responsabilidade, é possível que você sofra com ela durante toda sua longa vida. Legal, né?

Conheça, abaixo, algumas doenças transmitidas pela saliva:

1. Gripe

6

Que tal começar pela mais leve da lista? A gripe, claro, é uma das doenças transmitidas pela saliva que mais “pegam” por aí. Um só beijinho na pessoa gripada e você estará exposto a febre alta, dores de cabeça, fraqueza e coriza.  E, apesar de ser uma coisa, aparentemente, boba, a gripe pode ser mais forte que você imagina e acabar se transformando em pneumonia!

2. Catapora

5

Sabe aquela doença que deixa a pele cheia de calombos e coçando absurdamente? Pois é, ela também é uma das doenças transmitidas pela saliva e que pouca gente sabe.

O problema é que dá até para esquecer quando se contraiu catapora ou varicela, já que as bolinhas pelo corpo demoram até 10 dias para surgir, causando também febre e mal-estar. Se a pessoa for portadora do vírus HIV, então, a doença pode ser algo grave, podendo levar até à morte, já que as erupções na pele se tornam entradas potenciais para infecções.

3. Herpes simples

4

Essa sim é uma “velha conhecida” das doenças transmitidas pela saliva. Aliás, ela pode se manifestar como lesões tanto na boca quanto em outras partes do corpo que tenham estado em contato com pessoas infectadas.

Mas, o grande problema dessa doença nem é o fato de se tratar de algo difícil de se extinguir. O grande problema da Herpes é que ela tem grandes chances de voltar quando a pessoa menos espera. E o pior de tudo: uma crise de herpes pode durar de 7 a 15 dias!

4. Sapinho ou candidíase

3

Essa é outra das doenças transmitidas pela saliva que não são nada bonitas de se ver. A candidíase, ou sapinho, como é mais conhecida; também pode ser transmitida por relações íntimas de outras espécies que não um beijo.

O que ela faz com a área infectada? Bom… basicamente a pele eclode em “espinhas esbranquiçadas”, como descreve o Ministério da Saúde, causadas por fungos.

5. Caxumba

2

Qual outra das doenças transmitidas pela saliva? A tal da caxumba. Já ouviu falar?

Para os desavisados, ela deixa o pescoço e a região das orelhas inchados. Isso pode parecer algo inofensivo, mas provoca dores de cabeça, febre, dor ao mastigas ao engolir… enfim, torna sua vida um inferno por algum tempo.

A caxumba, assim como a catapora, pode demorar alguns dias para se manifestar. Nesse caso, entre 2 semanas e um mês. Mas, a boa notícia é que a doença é combatida sozinha pelo organismo, embora os remédios ajudem a reduzir as dores e a febre.

6. Mononucleose

1

Se você tiver sorte, apesar de estar infectado por mononucleose, é possível que a doença não se manifeste em seu organismo. No entanto, a doenças do beijo, como também é chamada, pode dar bastante “dores de cabeça” em suas desafortunadas vítimas, causando febre, irritações na garganta e gânglios, inflamações do pescoço até as axilas e assim por diante.

A parte ruim, além da doença em si, é que ela não tem cura. É preciso que a pessoa infectada repouse e tome os remédios indicados pelo médico para que os sintomas sejam aliviados.

E agora, ainda vai querer beijar aquele(a) desconhecido(a) gatinho(a)?

E, por falar em doenças, você pode se interessar também por essa outra matéria: 12 celebridades com doenças incuráveis e você não sabia.

Fonte: Exame