Ciência & Tecnologia

Doenças raras e impressionantes que você nunca viu

Nistagmo, oligodactilia, síndrome de Cotard, argyria e outros nomes difíceis, que se referem a doenças raras, espalhadas pelo mundo

A cada dia que se passa a medicina está mais e mais avançada. Isso é uma vantagem e tanto para a humanidade, já que cada vez mais doenças raras aparecem por ai.

Muita delas, em suma, ainda não têm cura, especialmente as genéticas. Entretanto, é possível que, em um futuro próximo, os médicos já tenham uma ideia melhor sobre como tratá-las.

Aliás, na lista de hoje, você vai notar o quanto a saúde humana é vulnerável. Tem gente, por aí, que nasce com doenças raras e bizarras, que distorcem a forma como elas pensam e enxergam a si mesmas ou aos outros.

Outras doenças raras, no entanto, podem ser ainda piores por se manifestarem na parte física. Por exemplo, há doenças raras que fazem você criar uma camada estranha sobre a pele, bem parecida com cascas de árvores. Já ouviu falar?

Continua após a publicidade

Tem ainda doenças raras que mudam a cor da pele das pessoas para tons azulados ou acinzentados. Várias outras doenças raras também mudam a quantidade de dedos com os quais alguns nascem, tanto para mais quanto para menos; e assim por diante.

Embora muitas dessas doenças raras pareçam tranquilas e nem demonstrem causar transtornos, a verdade é que o bom mesmo é ser saudável e normal. E, se você acha que isso tudo é irrelevante, espere até conferir nossa lista, logo abaixo. Você, com certeza, vai ficar chocado.

Continua após a publicidade

Doenças raras e chocantes que você nunca viu:

1. Síndrome de Cotard

Uma das doenças raras que existem por aí e você pode nunca ter ouvido falar é a Síndrome de Cotard. Embora ela se manifeste apenas na cabeça do doente e não tenha nenhum sintoma físico, a Síndrome faz com os portadores acreditarem que estão mortos. Além disso, as pessoas com Cotard também costumam ser depressivas e paranoicas.

2. Nistagmo

Também chamada de doença dos olhos, o nistagmo se trata de uma desordem cerebral que prejudica as funções do labirinto, parte interna do ouvido, que ajuda a manter o equilíbrio e a controlar os movimentos dos olhos. Como resultado desse problema, a pessoa que sofre com nistagmo experimenta sempre movimentos oculares rápidos e involuntários.

Continua após a publicidade

3. Oligodactilia

Têm esse problema pessoas que nascem com menos dedos que o normal. Mas, de forma geral, os dedos existentes são funcionais. Essa é uma condição hereditária, mas pode estar associada também a doenças como a síndrome de Roberts, uma doença genética, em que o paciente tem anormalidades físicas e mentais.

4. Polidactilia

Ao contrário da oligodactilia, essa condição se caracteriza pelo número a mais de dedos que o normal. E, se você acha que a polidactilia não se trata de uma das doenças raras dessa lista, fique sabendo que apenas 1 em cada 1 mil crianças nascem com algum grau dessa condição. No entanto, é mais raros ainda quando os dedos extras são completamente normais e funcionais. Essa é uma doença hereditária.

Outras condições consideradas raras

5. Epidermodisplasia verruciforme

Essa também é uma das doenças raras que você vai conhecer hoje e, com certeza, é uma das mais assustadoras que você vai conhecer em toda vida. Isso porque essa condição hereditárias deixa a pessoa suscetível ao HPV e faz com que o doente fique passível ao crescimento de tumores de pele, muito parecidos com cascas de árvores. Câncer de pele também é uma possibilidade muito presente na vida das pessoas que sofrem desse mal.

6. Doença de Hailey-Hailey

Chamada Pênfigo Crônico Familiar Benigno ou Doença de Hailey-Hailey, essa é uma das doenças raras que existem pelo mundo e que você, provavelmente, não conhece. Ela é hereditária e se trata do resultado de uma mutação do gene que regula a integridade das células da superfície da pele.

Continua após a publicidade

Quem sofre do problema, sofre com feridas abertas, vermelhas e escamosas, às vezes cobertas de bolhas, todas as vezes que sofrem um atrito. Nesse caso, as células da pele meio que se separam.

7. Hipertricose

Também chamada de Síndrome do Lobisomem, essa doença é caracterizada pelo crescimento excessivo de pelos por todo o corpo. A causa da desordem ainda não é conhecida pelos médicos, mas, ao que tudo indica, se trata de uma condição genética.

8. Argyria

Essa é outra das doenças raras de nossa lista e que se caracteriza por deixar a pele das pessoas azulada ou acinzentada. Conforme especialistas, a doença é o resultado do envenenamento com prata, geralmente por meio da ingestão do minério.

E, por falar em doenças raras, conheça também a doença das meninas-bonecas: elas NUNCA vão crescer!

Continua após a publicidade

Fonte: Diply

Próxima página »

Escolhidas para você