Que gosto tem a carne humana?

Embora possa acontecer em outras espécies animais, o canibalismo é visto como algo monstruoso, nojento e imperdoável entre os humanos. Uma boa prova disso é que seu estômago, provavelmente, fica revirado só de imaginar como seria se, um dia, você comesse carne humana, mesmo ter consciência disso. Não é verdade?

Mas, apesar disso tudo, alguns canibais já aparecem por aí ao longo da história. E, por mais que 99,9% da humanidade jamais vá provar da carne humana algum dia, não são raras as pessoas que têm curiosidade de saber que gosto tem a carne de nossos corpos.

Sim, parece doentio. No entanto, mais doentio é saber que existe resposta para isso. Algumas pessoas, ao redor do mundo, algumas ainda vivas, já comeram carne humana e, em entrevistas, contaram que sabor ela tem. Aliás, pelo visto, o gosto pode parecer bem diferente para cada canibal.

Gosto da carne humana

Um dos primeiros registro do gosto da carne humana estão em alguns manuscritos do missionário franciscano Bernardino de Sahagun, como bem lembrou a Superinteressante. O espanhol, que viveu entre 1499 a 1590, atuou na colonização das terras que hoje pertencem ao México e chegou a provar a “iguaria”, relatando que ela tem sabor adocicado.

6

Outros, no entanto, não encontraram essa doçura toda da carne humana. Pelo menos foi assim com o alemão Armin Meiwes, um engenheiro da computação que buscou um voluntário, em salas de bate-papo na internet para matar sua curiosidade sobre o gosto da carne humana.

O mais incrível de tudo é que ele encontrou um louco, Bernd Brandes, um designer de 42 anos, que topou ser devorado. Tudo aconteceu em 2001 e Meiwes chegou a consumir 20 quilos da carne da vítima, cuja história tem outros requintes macabros, como você já deve ter conferido no Mega Curioso.

2

Mas, voltando a falar sobre o gosto, Meiwes, contou que era bem parecido com o da carne de porco, só que mais amarga e mais forte. Aliás, para quem não sabe, ele temperou a carne humana com sal, pimenta, alho e noz-moscada e, como acompanhamento; degustou couve de Bruxelas, molho de pimentão e croquetes.

Textura da carne humana

E, se você acha que a loucura e a perversidade só aparecem do outro lado do oceano, acredite, você está enganado. Em 2o12, no Brasil, um trio macabro, em Pernambuco, foi preso por matar pessoas e consumir carne humana.

5

Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, o líder do grupo, Jorge Beltrão Negromonte, um ex-professor universitário; contou que o a carne humana, para ele, não é muito diferente da carne dos animais. Conforme descreveu, ela é tão suculenta quanto a outra, mas não é mais nem menos gostosa.

Cor da carne humana

4

E, se ainda você tiver estômago, há outros relatos de canibais que contam ainda sobre a cor da carne humana. Conforme o japonês Issei Sagawa, que no final da década de 70 comeu uma holandesa em Paris, a carne humana é escura. Em sua autobiografia, ele a descreveu “como atum cru, em restaurante de sushi”.

3

E agora, será que você vai conseguir encarar aquele bifinho acebolado de novo?

E, por falar em carne humana, se você ainda tiver estômago, leia também: A história real que inspirou O Massacre da Serra Elétrica.

Fontes: Superinteressante, Mega Curioso, Daily Mail.