Você já viu um filhote de pombo? Não!? Descubra porquê

Você já deve ter percebido que pombos estão por todas as partes, especialmente em áreas urbanas. Muitas vezes eles são vistos até como uma espécie de “praga”, já que comem demais, têm parasitas demais e se reproduzem demais… No entanto, onde será que vai parar o filhote de pombo?

Se você nunca parou para pensar no assunto, e é provável que não mesmo; é possível que você se pegue agora analisando sua vida e todas suas experiências anteriores com pombos. Mesmo naquele parque, na porta da igreja, por mais pombos que você já tenha visto por aí, você já se deparou com um filhote de pombo?

A menos que você seja uma pessoa muito curiosa, a resposta para essa pergunta é “não”. Pelo menos essa é a realidade da maioria das pessoas mundo à fora.

7

Onde se esconde um filhote de pombo?

Isso acontece, segundo especialistas, porque os pombos, apesar de serem acostumados a conviver conosco, procuram lugares quietos e discretos para terem suas crias. Assim, na grande maioria das vezes, o ninhos dessas aves ficam escondidos em cantos de casas abandonadas, em torres de igrejas e assim por diante. É por isso que o filhote de pombo é, praticamente, um segredo.

5

O mais engraçado de tudo é que, ao contrário dos demais pássaros e outros bichos de pena, um filhote de pombo não fica por aí “dando sopa”. Eles permanecem no ninho, sendo alimentados por seus pais, durante 40 dias.

3

Jovens adultos

Apesar de não parecer muito tempo para nós, a verdade é que, para um filhote de pombo, esse período é tempo suficiente para se tornar praticamente um adulto. Então, quando eles finalmente deixam o aconchego e a “boca livre” do ninho, já estão semelhantes aos seus pais, no que diz à aparência física.

1

O problema é que olhos menos treinados não conseguem ver esses recém-chegados ao mundo. Quem entende de pombos, no entanto, sabe que uma ave jovem não tem tiras verdes e roxas ao redor do pescoço. Essa é uma característica típica dos pombos mais velhos.

8

Entendeu? E, falando em aves e suas “curiosidades”, você vai gostar de conhecer também O pássaro zumbi: ele se alimenta de cérebros.

Fontes: BBC Brasil, Revista Galileu