4 técnicas de autodefesa que podem salvar sua vida

Ninguém quer, ou espera, ser atacado na rua, mas se isso acontecesse com você, você saberia o que fazer? Claro que se seu agressor estiver armado, o melhor mesmo é não tentar resistir e ficar calmo para dialogar com a pessoa, mas se for um golpe por trás, uma agressão corpo-a-corpo, existem técnicas de autodefesa que podem salvar sua vida.

Como você vai ver hoje, todo o segredo está em alguns golpes do Krav Maga, um sistema de combate desenvolvido em Israel, baseado na defesa sem armas ou roupas especiais.

E, embora a gente torça para que você jamais precise colocar técnicas de autodefesa em prática, você vai ter oportunidade de conferir alguns dos golpes mais certeiros e versáteis do Krav Maga.

Técnicas de autodefesa: o que você precisa saber?

As técnicas de autodefesa que você vai conhecer hoje são apenas uma forma de salvar sua vida em um momento de perigo. Elas não servem para levar vantagem sobre ninguém e, antes de usá-las, é melhor se certificar de que você tem opções de fuga.

Agora, se fugir estiver fora de cogitação, você precisa conhecer os pontos fracos do corpo humanos. Caso você acerte os olhos, nariz, queixo, garganta, virilha ou joelhos do seu agressor, você vai conseguir se soltar de um golpe e escapar, ao mesmo tempo em que ganha tempo sobre seu algoz.

5

Agora que você sabe onde mirar, aprenda também que existe um jeito certo de dar um soco certeiro. Para isso, dobre as juntas e colocar o polegar em cima do indicador e do dedo médio, mantendo os pulsos sempre em linha reta.

Então, ao desferir o golpe, com os punhos fechados do jeito corretor, você usa os dedos indicador e médio para criar impacto, já que eles são mais fortes e podem causar um estrago maior em quem está atacando você. Além disso, ao dar o soco, use o peso do seu corpo para ser mais potente, ao mesmo tempo em que gira o quadril.

Agora aprenda 4 técnicas de autodefesa que podem salvar você:

1. Chute na virilha

1

Se estiver sendo atacado, chute a virilha de sue agressor com toda a potência que você puder. Essa é uma das técnicas de autodefesa mais eficientes, se executada com perícia. Para isso, fique de frente para quem ameaça você e use sua perna dominante, impulsionada para trás. Então, chute para fora e para cima, se inclinando para trás, de leve, para não perder o equilíbrio.

O certo é mirar a canela ou a virilha do agressor. Aliás, o jeito certo de fazer isso é usando sua canela, não o pé ou o joelho; já que é com ela que você vai conseguir provocar mais dor no seu algoz.

2. Pare um tapa ou soco e se defenda

2

Sabe quando você vê aquela mão se aproximando para desferir um soco ou um tapa em seu rosto? Pode parecer loucura, mas existem técnicas de autodefesa que podem parar esse ato de agressão, ao mesmo tempo que você se defende do agressor, sabia?

Para isso, use seu braço como um escudo, como gif. Você só precisa estender os dedos e dobrar, levemente, os cotovelos. Então você levanta seu antebraço mais próximo do membro do agressor que estão se aproximando para o golpe e o bloqueia. Ao mesmo tempo, você usa sua outra mão, como aquela punho perfeito que já ensinamos, para socar o agressor no nariz, queixo ou na garganta.

3. Ataque por trás

3

Se você for agarrado por trás, para escapar você precisa pressionar os braços contra as laterais do corpo de seu agressor. Você precisa agachar rapidamente, levando o peso do seu corpo para baixo. Então, com os pés abertos (mais que a largura de seu quadril), vire-se para o lado, aos poucos, de forma a acertar a virilha (de novo) do atacante com sua mão, com a palma aberta, quantas vezes for preciso.

Quando estiver quase em frente ao agressor, o golpeie com seu cotovelo e, se puder, o atinja em um dos pontos francos e corra.

4. Pare um estrangulamento

4

Se, mais uma vez, isso acontecer por trás, aja rápido. Levante o braço do mesmo lado da perna que você estiver apoiando para trás. Então, erga esse braço na altura da orelha e cruze a outra perna atrás da perna que já mencionamos. Você vai girar na direção do braço levantando de forma rápida e agressiva, usando todo o peso de seu corpo contra os punhos do agressor.

Assim que conseguir se soltar, ataque os pontos fracos e fuja.

E, então, aprendeu as técnicas de autodefesa? A gente espera que você nunca precise usá-las.

Agora, se quiser aprender mais algumas coisinhas, leia também: 11 truques para deixar os amigos com cara de bobo.

Fonte: Hypescience