Mundo Animal

Animais pré-históricos vivos: espécies que resistiram a evolução

Os principais animais pré-históricos vivos tiveram seu desenvolvimento em milhões de anos atrás, com poucas alterações até hoje.

Por P.H Mota

A maioria das espécies que viveu durante as eras pré-históricas já está extinta. No entanto, ainda existem animais pré-históricos vivos até hoje, completamente adaptados aos diferentes ambientes do planeta.

As espécies classificadas como fósseis vivos – apesar do paradoxo desse conceito – acumulam características físicas e hábitos próximos às das espécies pré-históricas. Além disso, alguns deles ainda reúnem características praticamente idênticas ao do passado remoto.

De acordo com a Fossilworks Paleobiology Database, atualmente existem mais de 8.400 gêneros de animais, plantas e microorganismos pré-históricos ainda vivos.

10 animais pré-históricos vivos ainda hoje

Dragão-de-komodo

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Smithsonian

O dragão-de-komodo é um dos animais pré-históricos vivos de maior destaque. O maior lagarto do mundo pode chegar até 40 cm de altura e 3 m de comprimento.  Além disso, o lagarto gigante tem uma das mordidas mais perigosas do mundo, graças a presença de bactérias venenosas em sua saliva. De acordo com estimativas, a espécie pode ter se diferenciado dos ancestrais em cerca de 4 milhões de anos atrás.

Continua após a publicidade

Barata

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Addison Pest Control

A sobrevivência das baratas é frequentemente lembrada como uma de suas características mais marcantes. Os registros mais antigos da espécie indicam que esses animais pré-históricos surgiram há cerca de 320 milhões de anos. As espécies atuais trazem uma série de mudanças em relação aos antepassados originais, revelando uma impressionante capacidade de adaptação desses animais. As principais modificações ocorrem principalmente no número das nervuras das asas e espinhos das patas.

Escorpião

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução

Atualmente, existem mais de 2 mil espécies de escorpião do mundo, com os ancestrais mais antigos datando de pelo menos 400 milhões de anos atrás. Segundo as principais evidências científicas, esses animais pré-históricos foram os primeiros artrópodes a dominar os ambientes terrestres.

Tuatara

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Super

A tuatara é um réptil que ocorre somente na Nova Zelândia, mas é considerado ameaçado de extinção desde 1895. A espécie tem semelhança física com vários répteis modernas mas, na verdade, faz parte de uma linhagem que conta apenas com duas subespécies vivas de tuatara, a Rhynchocephalia. Os primeiros indivíduos pre-históricos da espécie podem ter surgido cerca de 240 milhões de anos atrás, a partir de um ancestral comum com outros lagartos e cobras. Por causa disso, o animal é considerado um elo importante entra os animais pré-históricos que conectam os antepassados dos dinossauros aos répteis modernos, aves e mamíferos.

Continua após a publicidade

Rato-da-pedra-laociano

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Prague Zoo

O rato-da-pedra-laociano surgiu por volta de 11 milhões de anos atrás, sendo um dos principais elos dos roedores pré-históricos com os modernos. A descoberta da espécie é recente, tendo ocorrido somente em 18 de abril de 2005, em selvas e pântanos de Khammouan, no Laos.

Tartaruga

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Britannica

O fóssil mais antigo de uma tartaruga foi encontrado na Polônia e data de mais de 215 milhões de anos. As espécies do passado, no entanto, ainda não traziam a carapaça unida à costela e tinham dentes. Além disso, as diferenças evolutivas do período Jurássico ajudaram a criar as subdivisões de cágados e tartarugas marinhas.

Crocodilo

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Britannica

Os crocodilos estão entre os principais animais pré-históricos vivos, uma vez que são os parentes mais próximos dos dinossauros atualmente. Sua origem dada de cerca de 230 milhões de anos atrás, quando seus ancestrais compartilhavam o planeta com espécies de dinossauros. A evolução para a forma moderna, entretanto, só ocorreu há 84 milhões de anos.

Caranguejo-ferradura

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Fujifilm

Também chamado de límulo, o caranguejo-ferradura é natural do Golfo do México, mas também pode ser encontrado em outras regiões de costa dos oceanos Atlântico Norte, Índico e Pacífico. É o mais antigo dos animais pré-históricos da lista, já que sua origem data de 400 milhões de anos atrás. Além disso, desde então a espécie passou por poucas modificações relevantes.

Continua após a publicidade

Ocapi

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
Webtudo

Os ocapis são mamíferos singulares que reúnem pernas listradas como as zebras, mas proximidade genética com as girafas. Isso porque as duas espécies possuem o mesmo antepassado, com separação dos ocapis na linhagem evolutiva em cerca de 11,5 milhões de anos atrás.

Tubarão-cobra

Animais pré-históricos vivos - espécies que resistiram a anos de evolução
G1

Entre os animais pré-históricos vivos, os tubarões-cobra possuem os espécimes mais antigos. Algumas dos fósseis encontrados atualmente, por exemplo, datam de 80 milhões de anos.

Fontes: Canal Tech, Mega Curioso

Imagens: Prague Zoo, Britannica, Britannica, Fujifilm, Webtudo, G1, CN Traveler, Smithsonian, Addison Pest Control, Super

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você