Conheça alguns dos jogos mais mortais do mundo

Quem gosta de games sabe que é difícil controlar o tempo e não passar dias em uma partida. Isso porque nos jogos online, por exemplo, tudo é tão bem-feito e detalhista que acaba criando uma sensação de realidade sem igual.

O problema é que muitos desses games tão acabaram se tornando tão envolventes que a expressão “zerar a vida” acabou se tornando muito mais pesada que deveria. Aliás, os games que você está prestes a conferir na lista abaixo receberam o título de jogos mais mortais do mundo.

Como você vai ver, de Pokémon a Ouija, de certa forma, todos esse jogos acabaram levam um ou mais jogadores (a maioria crianças) a morte. Seja por ataque de epilepsia, seja por suicídio ou outros motivos, esses games causaram muita polêmica e você precisa conhecê-las, até porque alguns deles ainda continuam no mercado.

Conheça alguns dos jogos mais mortais do mundo:

Pokémon Red and Green

Lançado em 1996, o jogo, de Game Boy, passou pelo Japão como um furacão. Dados apontam que 70% dos fãs do jogo, todos eles crianças entre 7 e 12 anos, acabaram se matando.

De acordo com especialistas, foi detectado que a frequência da música da fase Lavander Town acaba desencadeando essa tendência suicida.

Depois disso, reajustes foram feitos nas versões posteriores de Pokémon Red and Green, mas as versões antigas continuaram no mercado. O único recall envolvendo Pokémon foi o de 1999, sobre as bolinhas de brinde dos kits do Burger King, e não tinha qualquer relação com a Nitendo.

Everquest

Um rapaz de 21 anos, chamado Shawn Woolley, acabou dando um tiro na própria cabeça enquanto jogava o jogo em 2002. Segundo a mãe, ele ficava mais de 12 horas em frente ao computador jogando e acabou sofrendo epilepsia.

A família do gamer acabou processando a Sony, responsável pelo jogo, por não haver avisos sobre a possibilidade de danos à saúde.

No Brasil, o game, considerado um dos jogos mais mortais do mundo, acabou sem proibido em 2008.

Ouija

Para quem nunca ouviu falar, esse é um jogo de tabuleiro que, segundo contam, é guiado por espíritos. Na próxima caixa do jogo havia escrito os seguintes dizeres: “explore os mistérios da telepatia e do subconsciente”.

De forma geral, tudo o que os jogadores precisavam fazer é colocar o dedo sobre uma seta presa a um disco com letras e números. Daí, era só fazer uma pergunta aos espíritos e a seta guiava a resposta, letra por letra, até formar palavras e frases.

O brinquedo, considerado um dos jogos mais mortais do mundo, foi inspirado em um dos jogos do século 19, que acabou dando também origem à brincadeira do copo, que também dizia mexer com os espíritos. O jogo acabou ficando muito famoso depois de 1973, depois de ser mostrado no filme O Exorcista.

Warcraft

Um chinês de apenas 13 anos, chamado Zhang Xiaoyi acabou se jogando da janela do apartamento, em 2006, depois de passar 36 horas seguidas jogando Warcraft. Em sua carta de despedida, ele dizia que estava morrendo para se juntar aos heróis do game, que acabou sendo considerado um dos jogos mais mortais do mundo depois disso.

Na China, a distribuidora do jogo acabou sendo processada por não incluir no encarte avisos sobre a recomendação de idade.

I Vant to Bite Your Finger

Esse é outro jogo de tabuleiro considerado um dos jogos mais mortais do mundo. Lançado na década de 80, o objetivo do jogo era inocente: matar o Drácula adormecido. O problema era essa outra regra: quem acordasse o Drácula tinha que colocar o dedo na boca hidráulica do vampiro, que punia o perdedor com duas agulhas.

O jogo não só deixou as crianças apavoradas como também as estimulou a enfrentar máquinas de costura e tomadas. Devido a várias reclamações dos pais e aos acidentes registrados por causa do game, ele acabou sendo retirado das lojas na mesma época.

E então, você já jogou algum desses jogos? Agora, falando em games, você pode gostar de conferir ainda esse outro post: O melhor jogo de bolinhas do mundo vai deixar você viciado.

Fonte: Mundo Estranho