Mundo Animal

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Aproximadamente 440 espécies foram documentadas até hoje. Separamos algumas espécies de tubarões mais incomuns descobertas para você.

A maioria das pessoas pode nomear pelo menos alguns tipos de espécies de tubarões, como os famosos tubarões brancos, os tubarões-tigre e talvez o maior peixe do oceano – os tubarões-baleia. No entanto, essa é apenas a ponta do iceberg.

Os tubarões aparecem em muitas formas e tamanhos diferentes.

Aproximadamente 440 espécies foram documentadas até hoje. E esse número só continua a crescer, com a mais recente espécie, chamada de “Genie’s Dogfish”, descoberta em julho de 2018.

Separamos algumas espécies de tubarões mais incomuns descobertas até agora.

Continua após a publicidade

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

10. Tubarão-zebra

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Os tubarões-zebra podem ser encontrados nos oceanos Pacífico e Índico, bem como no Mar Vermelho.

Continua após a publicidade

Os mergulhadores frequentemente confundem esta espécie com o tubarão-leopardo devido aos seus pontos pretos similares espalhados pelo corpo.

9. Tubarão-boca-grande

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Continua após a publicidade

Apenas cerca de 60 avistamentos foram confirmados de tubarões-boca-grande desde que a espécie foi descoberta na costa do Havaí em 1976.

O tubarão-boca-grande era tão bizarro que classificá-lo exigia um gênero e uma família inteiramente novas. Desde então, os tubarões-boca-grande ainda são o único membro do gênero Megachasma.

É o menor e mais primitivo dos únicos três tubarões conhecidos por se alimentarem de plâncton. Os outros dois são o tubarão-frade e o tubarão-baleia.

8. Tubarão-chifre

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Continua após a publicidade

Os tubarões-chifre receberam seu nome devido aos altos cumes acima de seus olhos e dos espinhos de suas barbatanas dorsais.

Eles também são identificados por suas cabeças largas, focinhos rombos e coloração cinza escuro a marrom claro coberto de manchas marrom-escuras ou pretas por toda parte.

Os tubarões-chifre vivem em regiões subtropicais do leste do Pacífico, especialmente ao longo da costa da Califórnia, México e no Golfo da Califórnia.

7. Wobbegong

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Continua após a publicidade

Esta espécie recebeu esse nome (advindo de um dialeto nativo americano) devido ao seu corpo plano, achatado e largo, perfeitamente adaptável para viver camuflado no fundo do mar.

Wobbegongs manchados também entre 6 e 10 lóbulos dérmicos em cada lado da cabeça e barbelas nasais que são usados ​​para sentir o ambiente.

6. Tubarão-pyjama

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Os tubarões-pyjama podem ser identificados pela sua inconfundível combinação de listras, barbos nasais proeminentes, mas curtos, e barbatanas dorsais localizadas atrás do corpo.

Continua após a publicidade

Bastante pequenos para o padrão da espécie, essa espécie possui entre 14 a 15 centímetros de diâmetro e normalmente atinge a maturidade medindo por volta de 58 a 76 centímetros.

5. Angular Roughshark

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

O roughshark angular (tubarão áspero angular, em tradução livre) foi assim nomeado devido às suas escamas ásperas, conhecidas como “dentículos”, que cobrem seu corpo, e duas grandes barbatanas dorsais.

Estes raros tubarões movem-se deslizando ao longo do leito do mar e para com frequência enquanto plana sobre superfícies lamacentas ou arenosas.

Continua após a publicidade

Com uma preferência por permanecer próximo ao fundo do mar, os tubarões ásperos angulares tendem a viver a profundidades entre 60-660 metros.

4. Tubarão-duende

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Os tubarões-duende raramente são vistos pelos seres humanos, pois vivem até 1.300 metros abaixo da superfície.

No entanto, alguns espécimes foram vistos em profundidades de 40 a 60 metros (130 a 200 pés). A maioria dos tubarões-duendes capturados estavam às margens do Japão.

Continua após a publicidade

Mas acredita-se que a espécie seja distribuída globalmente, com populações maiores concentradas nas águas do Japão, Nova Zelândia , Austrália, França, Portugal, África do Sul, Suriname e Estados Unidos.

3. Tubarão-cobra

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

O Tubarão-cobra é uma das espécies de tubarões mais primitivas já documentadas.

Acredita-se que ele seja responsável por vários avistamentos das chamadas “serpentes do mar” por causa de sua aparência semelhante a uma cobra, que possui um corpo longo e barbatanas minúsculas.

Continua após a publicidade

Talvez a característica mais original dos tubarões-cobra sejam suas mandíbulas, que contêm 300 dentes pequenos distribuídos em 25 fileiras.

2. Tubarão-charuto

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

Os tubarão-charuto geralmente passam o dia a cerca de 1.000 metros abaixo da superfície e migram para cima para caçar à noite.

Pensa-se que as atividades humanas tenham pouco impacto sobre essa espécie.

Continua após a publicidade

Eles têm uma distribuição irregular, com espécimes registrados no sul do Brasil, Cabo Verde, Guiné, Angola, África do Sul, Maurício, Nova Guiné, Nova Zelândia, Japão, Havaí, Austrália e Bahamas.

1. Tubarão-da-groenlândia

10 bizarras espécies de tubarão documentadas pela ciência

O tubarão-da-groenlândia é uma das maiores espécies de tubarões do mundo, atingindo 6,5 metros de comprimento e pesando até uma tonelada.

No entanto, suas barbatanas são pequenas em comparação ao seu tamanho.

Continua após a publicidade

A mandíbula superior deles tem dentes finos e pontiagudos, enquanto a fileira inferior consiste em dentes muito maiores e mais suaves.

Leia tambémMegalodon: Maior tubarão pré-historico ainda existe?

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Listverse

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você