Megalodon: Maior tubarão pré-historico ainda existe?

Megalodon ou Megalodonte é o nome que a maior espécie de tubarão que já existiu na terra recebeu por parte dos pesquisadores.

E se o tubarão branco é a espécie que atualmente recebe o título de rei dos mares. Isso definitivamente só ocorreu, porque o nosso gigante aqui acabou entrando em extinção. Ou será que não?

Existe alguma possibilidade desse tubarão gigante ainda existir nas profundezas de algum oceano?O que a ciência diz sobre o assunto?

É exatamente isso que nós iremos descobrir agora!

O que é um Megalodon?

Durante a idade renascentista uma série de dentes gigantes eram encontrados fossilizados. Graças as crenças e costumes daquela época, eles eram atribuídos a dragões e serpentes marinhas.

Foi então no ano de 1667 que essa interpretação foi finalmente corrigida pelo dinamarquês e naturalista Nicolaus Steno.

Nicolaus constatou que aqueles dentes gigantes que não correspondiam a arcada dentária de nenhum animal conhecido, pertencia na realidade a um tubarão.

Os dentes eram triangulares, com potentes cerras e podiam mediar até impressionantes 17 cm de comprimento. Quando medido diagonalmente.

Dente de Megalodon comparado ao um dente de Tubarão Branco

As descobertas desse naturalista acabaram virando um livro, chamado “The Head of a Shark Dissected”. Pela primeira vez o Megalodon era finalmente registrado e conhecido pela comunidade cientifica.

Com o passar dos anos descobriu-se que essa espécie gigante de tubarão foi bastante popular no período Mioceno. Que durou entre 20 e 16 milhões de anos atrás.

O nome Megalodonte, surgiu exatamente por conta do tamanho assustador dos seus dentes. Uma vez que o nome significa em tradução literal: “ Dentes gigantes”.

Segundo as estimativas e reconstituições feitas pelos pesquisadores da vida marinha, com base nos fósseis dessa espécie que foram encontrados até hoje, o Megalodon tinha em média de 15 a 20 metros de comprimento.

O que corresponde a 3 vezes o tamanho do tubarão branco, que é a espécie de maior porte que temos referência hoje em dia.

Diarimente ele chegava a comer 1 tonelada de carne, e isso significa dizer que as suas principais presas eram baleias, e golfinhos.

O Megalodon ainda existe nos dias de hoje?

A princípio e quase instintivamente você já deve ter se prontificado a responder um enorme não. Afinal, ninguém jamais viu um Megalodon pessoalmente, certo?

Mas o que é acontece, é que de fato existem especulações que garantem que esse animal não entrou em extinção. Mas apenas teria se adaptado a viver em águas bastante profundas, o que teria limitado o contato entre humanos e a espécie.

Mas porque essas especulações existem no final das contas?

O fato de até determinada ocasião não termos uma resposta por parte da ciência que determinasse em qual período da história o Megalodon teria entrado em extinção, já serviu de base para o surgimento de tais teorias.

Os boatos relacionados a existência de espécimes vivas de Megalodontes também se intensificaram depois que a Discovery Channel criou um especial intitulado:”Megalodon: O tubarão monstro que ainda vive”.

Mas apesar das discussões de internet e correntes de teorias da conspiração que alegam que assim como outros animais pré-históricos o Megalodon, pode ter sido taxado extinto erroneamente.

O fato é que os pesquisadores da área não acreditam nessa possibilidade.  Um novo estudo realizado pela Universidade de Zurique, na Suíça. Conseguiu concluir quando exatamente teria ocorrido a extinção desses gigantes do mar.

Usando uma técnica que analisou mais de 42 fósseis de Megalodontes, eles descobriram que esse tubarão gigante deixou de existir há 2,6 milhões de anos atrás.

Quando os oceanos da terra passaram por um intenso resfriamento. As águas geladas não eram nem de longe o ambiente ideal para esses tubarões. Que assim como 1/3 de todos os gigantes marinhos que viviam naquela época, acabaram extintos.

Mas e então querido leitor! Você consegue se imaginar diante de uma criatura como essa? Conta isso e muito mais aqui embaixo pelos comentários!

Se você se interessou por esse assunto, descubra também o que aconteceu com o “Tubarão pré-histórico com 300 dentes que foi capturado na costa de Portugal”. 

Fontes: Livescience, Thesun.