11 livros para conhecer a obra de Caio Fernando Abreu

Se você não tem o hábito de ler, pode até não conhecer Caio Fernando Abreu, mas, com certeza, depois dessa matéria não vai ficar imune ao charme do escritor. Aliás, para que você tome ainda mais amor à leitura, aconselhamos você a ir direto a este outro post, onde listamos alguns livros que todos devem ler antes de morrer.

Agora, voltando a falar sobre o autor que homenageado nesse post, Caio Fernando Abreu foi  foi um grande jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro. Nascido em 12 de setembro de 1948, em Santiago, no Rio Grande do Sul.

Durante sua carreira, o autor se destacou como um dos expoentes de sua geração, especialmente por sua escrita com uma pegada econômica e, ao mesmo tempo, bem pessoal. Suas obras, na grande maioria, abordavam temas como sexo, medo, morte, angústia e solidão.

Considerado o “fotógrafo da fragmentação contemporânea”, Caio Fernando Abreu publicou sua primeira obra em 1970, sob o título Limite Branco. Desde então, o autor publicou diversos títulos interessantíssimos (alguns deles estão listados abaixo) até o ano de sua morte, em 1996.

Caio Fernando Abreu faleceu aos 47 anos, vencido pela Aids. “Queria tanto que alguém me amasse por alguma coisa que eu escrevi”, foi uma das frases mais consagradas desse autor brasileiro.

Confira 11 obras de Caio Fernando Abreu que você precisa ler:

1. Contos Completos

No livro, o leitor tem a chance de conhecer a produção de contos do Caio Fernando Abreu. Contos Completos conta com os títulos ‘Inventário do ir-remediável’ (1970), ‘O ovo apunhalado’ (1975), ‘Pedras de Calcutá’ (1977), ‘Morangos Mofados’ (1982), ‘Os Dragões não Conhecem o Paraíso (1988) e ‘Ovelhas Negras’ (1995).

Além disso, o livro engloba 10 contos avulsos, três deles inéditos; e textos críticos sobre a obra do escritor.

2. Morangos Mofados

Lançado em 1982, o livro é o mais vendido da Editora Nova Fronteira. A obra se trata de um conjunto de contos que traduzem o ideário de vivência do ano de 1980.

3. Onde Andará Dulce Veiga?

Esse título trata-se de um romance, que chegou a ser adaptado para o cinema, sob direção de Guilherme de Almeida Prado. A obra, ambientada nos anos 80, fala sobre um jornalista que tenda descobrir onde se encontra a cantora, longe dos holofotes desde 1960.

4. A Vida Gritando nos Cantos

A obra reúne crônicas publicadas por Caio Fernando Abreu no jornal “Estado”, entre os anos de 1986 e 1996.

5. O Melhor de Caio Fernando Abreu

O livro celebra os 50 anos da Editora Nova Fronteira e foi publicado em 2015. A obra reúne textos que mostram as características mais marcantes das obras do autor e se trata do título mais recente de Caio Fernando Abreu no catálogo da Editora.

6. Caio Fernando Abreu 1970 – O Essencial da Década

O livro reúne contos, poesias, correspondências e uma peça de teatro escritas por Caio Fernando Abreu. Eles, aliás, se tratam dos primeiros textos do autor e já indicavam os temas que acabariam se tornando importantes em suas obras seguintes.

7. Caio Fernando Abreu 1980 – O Essencial da Década

Nessa obra, é possível notar o amadurecimento do autor e de sua narrativa. Mas, claro, seus temas clássicos, como angústia e paixão, continuam marcantes.

8. Caio Fernando Abreu 1990 – O Essencial da Década

Os textos mostram o autor em seu auge e também em seu declínio. Durante a escritas dos textos deste livro, é possível perceber que o autor atinge a maturidade e o domínio dos meios de expressão. Ao mesmo tempo, no entanto, é possível perceber o peso da doença que tiraria sua vida em 1996.

9. Fragmentos

Considerado o best-seller do autor no catálogo da L&PM, a obra reúne os contos ‘Porta-retrato’, ‘Os sapatinhos vermelhos’, ‘Sargento Garcia, ‘Uma história de borboletas’, ‘Além do ponto’, ‘Paris não é uma festa’, ‘Para uma avenca partindo’, ‘Os sobreviventes’, ‘Pela passagem de uma grande dor’, ‘Aqueles dois’ e ‘O inimigo secreto’.

10. O Ovo Apunhalado

A obra reúne 21 contos escritos por Caio Fernando Abreu. Sobre a obra, Lygia Fagundes Telles comenta o seguinte no prefácio: “O que me inquieta e fascina nos contos de Caio Fernando Abreu é essa loucura lúcida, essa magia de encantador de serpentes que, despojado e limpo, vai tocando flauta e as pessoas vão-se aproximando de todo aquele ritual aparentemente simples, mas terrível porque revelador de um denso mundo de sofrimento”.

11. Ovelhas Negras

A coletânea traz contos coligidos por Caio Fernando Abreu e reúne 25 textos. Todos eles compõem a paisagem do ofício de escrever.

E então, quantas dessas obras do autor você chegou a ler? Ficou mais interessado por alguma em específico? Não deixe de comentar!

Agora, falando sobre obras literárias, você precisa conferir ainda: Páginas do Diário de Anne Frank censuradas por anos são reveladas.

Fonte: Estadão