12 segredos das redes de fast food para fazer você consumir mais

Você pode nem estar com fome, mas pensar em um queijo derretendo ao cortar um pedaço de pizza (bem recheada); ou imaginar um hambúrguer enorme e quentinho, com fritas e um bom copo de refrigerante; com certeza, mexe com suas entranhas. É ou não é?

Pois bem, isso e muito mais são armas secretas usadas pelas redes de fast food para ganhar sua atenção e fazer você consumir mais, mesmo quando nem está com fome. Saber disso, claro, deixa as pessoas em pânico porque na maioria das vezes, a gente nunca percebe o quanto o Marketing é capaz de nos manipular, mas depois de hoje você vai ficar mais atento a esses detalhes.

Confira, abaixo, alguns truques e segredos que as empresas de fast food usam, há décadas, para vender mais, fidelizar clientes e fazerem você consumir mais:

1. Eles tornam refeições mais baratas que itens avulsos

1

Estudos mostram que as pessoas preferem gastar e, assim, também comem mais quando suas refeições têm mais acompanhamentos do que quando elas são restritas a um só alimento. Dessa maneira, é mais fácil um cliente ser atraído por um combo, com uma pequena diferença no preço; que por um só sanduíche, sem refrigerante incluso, por exemplo.

2. Aromas falsos fazem você pensar que está com fome

2

Sabe aquele cheirinho de sanduíche ou o aroma de pretzel, marca registrada dos shoppings? Pois é, aquilo não acontece por acaso e também não se trata de um cheiro natural… o pior de tudo é que funciona, não é mesmo?

3. As redes de fast food alteram o significado de palavras básicas, como “Grande”

3

E, claro, fazem parecer que você é muito bobo por não querer a porção maior por apenas alguns centavos a mais…

4. Eles entendem muito de propaganda

4

… e sabem que fazer as pessoas verem comidas, aparentemente gordurosas e muito saborosas, pode “estimular o consumo não planejado”. Essa, aliás, é uma ótima “arma” do Marketing, que faz você sentir fome, mesmo sem estar precisando do alimentos naquele momento.

5. Eles nunca param de acrescentar queijo em suas receitas

5

Não que as pessoas parem para pensar nisso, mas o queijo deixa tudo mais apetitoso, certo? Bom, isso não acontece por acaso. Além de deixar o paladar em estado de felicidade profunda, as empresas da fast food têm uma verdadeira parceria comercial com a indústria de laticínios. Tom Gallagher, chefe executivo da Agência Americana de Gestão de Laticínios, por exemplo; escreveu em uma publicação comercial em 2009: “Se cada pizza incluísse 28g a mais de queijo, nós venderíamos 113 mil toneladas a mais de queijo anualmente”.

6. Eles usam copos para colocar porções de alimentos

6

E isso, claro, dá uma facilidade imensa na hora do transporte, já que atualmente os carros são ótimos lugares para fazer uma “boquinha”.

7. As lanchonetes são feitas para estimular o consumo rápido

7

Esse é outro detalhe que a gente nunca percebe, mas tudo em lanchonetes focadas em fast food é feito para que as pessoas comam rápido e abram espaço para outros clientes. A cor vermelha, por exemplo; a iluminação brilhante, o barulho, os cheiros variados e assim por diante.

Além disso, quando a gente come rápido demais, o que costuma acontecer? A gente come em excesso.

8. Nem mesmo saladas são saudáveis nesse lugar. Elas contém sal, açúcar e… gordura!

8

Sabe quando você pede uma saladinha na lanchonete, para não pesar a consciência com um belo sanduba? Pois é, não adianta nada! Nesses lugares, as saladas são ricas em sódio, em açúcar e, claro, em gordura, com seus mais variados tipos de molhos e “azeites”.  Uma salada de frango com nozes e maçã (27g de gordura, 1350mg de sódio e 37g de açúcar), por exemplo; tem mais gordura que um hambúrguer duplo (25g), mais sódio que 10 pedaços de frango empanado (870mg) e mais açúcar que um cone de sorvete de baunilha (34g)!

9. Eles destroem  qualquer tipo de esforço para as pessoas chegarem até a comida

9

Como somos preguiçosos (sim, todo mundo é, não adianta fazer essa careta!), quando mais fácil se torna nosso acesso à comida, mais propensos estamos à consumi-la. Os “drive-tru”, por exemplo, fazem com que as pessoas nem precisem sair de seus carros para pegar o almoço ou o jantar. Além disso, ainda existe a mordomia da entrega em casa, ou delivery, como as pessoas gostam de chamar.

10. Eles fazem as pessoas acreditarem que estão fazendo caridade a outras pessoas ao comprarem seus produtos

10

A marca mais famosa do mundo em fast food (sim, você sabe qual é!) ganha um monte de dinheiro por ano convencendo seus clientes de que estão ajudando crianças doentes com parte da grana de fastam naquele também famoso combo infantil. Relatórios de investigações feitas nos Estados Unidos já provaram que eles não doam mais de 1 centavo de dólar por lanche vendido!

11. Eles transformam refrigerantes em acompanhamentos

11

Estudos mostram que antes, quando os refrigerantes não eram inclusos nos lanches, a maioria das pessoas não procuravam por eles. No entanto, quando as bebidas foram inclusas nos combos dos fast food houve uma verdadeira explosão nas vendas de refrigerantes. Aliás, aliar marcas, como costumam fazer, é uma bela jogada de Marketing.

12. Eles conquistam nossa atenção ainda na infância

12

Quais são os hábitos que a maioria de nós leva para o resto da vida? Os hábitos que adquirimos na infância. É por isso que tantas propagandas e campanhas publicitárias das redes de fast food (com brinquedos, personagens de desenhos animados e todo o tipo de outras covardias) são voltadas às crianças. Afinal, nada melhor que fidelizar a clientela, não é mesmo?