Curiosidades

7 brincadeiras antigas para aproveitar ainda mais o Dia das Crianças

O dia das crianças está chegando é quem é que não se sente um pouquinho criança nessa época? Então, que tal deixar sua criança interior fluir?

Por Júlia Marreto

-

O Dia das Crianças está chegando e sabe o que a gente quer? A gente quer: + aviãozinho de papel voando na sala e + barquinho de papel navegando no tanque; + pipa empinando no parque e + peão rodando quintal; + bolinha de gude rolando e + figurando virando.

Quantas vezes, na vida, você já teve a oportunidade de jogar bola na rua? Ou de descer ladeira com carrinho de rolimã? Talvez ter jogado ‘cinco marias’ ou, ainda, brincado de: pique-pega; corre cutia; queimada; barra manteiga… Essas e tantas outras brincadeiras do tempo dos nossos pais/avós eram a forma mais pura e divertida que as crianças tinham de serem crianças de verdade.

A proposta é: vamos esquecer – mesmo que por algumas horinhas – que esse negócio de computador/celular/gadgets de forma geral, existem e, no Dia das Crianças, brincar um pouquinho com as crianças das nossas vidas (todo mundo tem! se não for filho, tem um sobrinho, um priminho, o filho da vizinha…). Para isso, trouxemos essas

7 brincadeiras antigas para aproveitar ainda mais o Dia das Crianças

1 – Peão

Apesar de ter praticamente sumido das prateleiras das lojas, o peão é uma das brincadeiras mais clássicas e divertidas. E não precisa de muita coisa pra brincar. Um peão para cada criança e um círculo desenhado no chão. A ideia é manter o peão rodando dentro do círculo.

– Cada participante precisa enrolar o barbante em volta do peão, bem firme, sem deixar folgas;
– A pontinha solta do barbante deve ser segurada com a mão;
– Dando um impulso com a mão, puxando o fio pra trás, faça o peão girar;
– Cada jogador deve arremessar o seu peão em direção ao círculo desenhado no chão.

2 – Queimada

https://youtu.be/BRlBEd4s374

São dois times. Um de cada lado do campo. O jogo consiste em arremessar uma bola para o lado adversário, para atingir um dos jogadores do time oposto. Quando a criança é atingida (a bola acerta e cai no chão), ela passa a ser um prisioneiro – e fica sem jogar até que um dos times perca todos os seus jogadores.

– Defina qual será o tamanho do campo, sendo metade para cada time;
– Divida as crianças em dois grupos iguais;
– Sorteie quem irá começar, uma criança de cada grupo tenta acertar um oponente (ou pode ser no cara e coroa mesmo).

3 – Cinco Marias

Essa brincadeira consiste em jogar e pegar pedrinhas ou bolinhas no ar.

– Faça 5 saquinhos pequenos de arroz ou areia (ou use pedrinhas mesmo);
– Coloque todas no chão e peça para que a criança pegue uma delas, e com a mesma mão que pegou jogue a pedrinha para cima;
– Enquanto a pedrinha (ou saquinho) ainda está no ar, ela deve pegar as outras que ficaram no chão e repetir o mesmo movimento;
– A brincadeira consiste em jogar todas e pegar todas ainda no ar.

Observação: Na segunda rodada ao invés de pegar uma por vez, pegue duas; na terceira rodada você pega três ao mesmo tempo; e na última rodada você pega todas de uma vez só. Sempre arremessando para o alto.

4 – Escravos de Jó

Todo mundo cantando: “Os escravos de jó, jogavam caxangá, tira, põe, deixa ficar, guerreiros com guerreiros fazem zigue, zigue zá”.

– Marcando os tempos fortes, comece a brincadeira de passar o objeto (qualquer um | o mais clássico é caixa de fósforo), com a mão direita para a criança à sua direita;
– A criança da direita que receber o objeto, com a mão esquerda deve trocá-lo rapidamente de mão para continuar a roda;
– Quando a letra diz “tira” a criança deve levantar o objeto; quando diz “põe”, voltar com ele para a mesa (ou chão); quando diz “deixa ficar” ela solta o objeto; e, quando diz “zigue, zigue, zá”, faz-se o movimento (ida e volta), só passado para a pessoa da direita na última palavra.

5 – Batata Quente

– As crianças sentam-se em círculo e alguém fica de fora (de costas ou com os olhos vendados);
– Enquanto a criança de fora estiver cantando: “Batata quente, quente, quente…” as crianças da roda passam uma bola ou objeto de mãos em mãos até que ela diga: “queimou”.
– Quem estiver com o objeto na mão, neste momento, passa a ficar de fora e a cantar.

Opções: para que todos brinquem de uma vez pode colocar uma música e pedir para que um adulto interrompa-a aleatoriamente.

Eliminação: caso as crianças já sejam mais velhas e capazes de entender jogos de eliminação, toda vez que a batata quente parar na mão de alguém, esta sai até que reste uma pessoa.

5 – Bola de Gude

Ou ‘Berlinde’ é uma das brincadeiras mais antigas e mais divertidas. Além de ter diversas variações dependendo do país, cidade ou região.

– Desenhe um círculo no chão e entregue o mesmo número de bolinhas para cada criança (4, por exemplo);
– Cada uma coloca duas dentro do círculo e fica com duas nas mãos;
– A criança da vez deve jogar, com o impulso do polegar, a sua bolinha para dentro do círculo nas bolinhas que já lá estão;
– O objetivo é “empurrá-las” para fora do círculo.

O que acontece: a criança que acertar a bolinha e conseguir retirá-la do círculo, fica com ela.

Vencedor: quem tiver mais bolinhas nas mãos.

6 – Cama de Gato

A cama de gato é uma brincadeira feita com barbante que irá desafiar as crianças. Será que elas vão conseguir passar o emaranhado formado? Esse jogo exige atenção e perspicácia:

– Pegue uma tira de barbante e amarre as duas pontas juntas (formando um colar);
– Prenda-o nas mãos, conforme as indicações do vídeo;
– Ensine uma vez as crianças como devem retirar e passar o barbante para as mãos delas.

7 – Forca

O objetivo é tentar adivinhar qual foi o palavra escolhida, antes da forca!

– Em um quadro ou papel desenhe uma forca e escolha uma palavra (secreta);
– Ao lado da forma coloque o número de letras que tem essa palavra com tracinhos para serem preenchidos;
– Peça que a criança tente adivinhar falando uma letra por vez;
– A criança pode errar até 5 vezes, pois na sexta vez é enforcado (este número pode ser alterado de acordo com a definição de como será desenhado o boneco na forca – um exemplo: cabeça (1), corpo (2), braço direito (3), braço esquerdo (4), pé direito (5) e pé esquerdo (6)).

Mais brincadeiras? Tem também!

7 brincadeiras antigas para aproveitar ainda mais o dia das crianças

Pula Corda;
Bambolê;
Bolhinha de Sabão;
Cirandas (brincadeiras de roda);
Massinha de modelar;
Caça ao Tesouro;
Mímica;
Esconde-Esconde;
Passa Anel;
Morto Vivo (em pé / agachado);
Estátua;
Adoleta;
Pedra, Papel ou Tesoura (Joquempô);
Cara ou Coroa;
Cabo de Guerra;
Empinar Pipa ou Papagaio;
Dança da Cadeira;
Estilingue (ou Bodoque).

Fonte: BigMãe

Próxima página »

Escolhidas para você