Alimentos com maior contaminação por agrotóxicos, segundo Anvisa

Se você faz o estilo saudável e está sempre dando preferência a uma boa saladinha na hora das refeições, temos uma má notícia para lhe dar. Embora sua intenção seja das melhores, o fato é que colocar vegetais no prato, a menos que sejam livres de agrotóxicos, como os orgânicos; pode ser uma péssima ideia.

De acordo com a própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária, mais conhecida como Anvisa, consumir alguns vegetais sem fazer a limpeza devida é o mesmo que se envenenar aos pouquinhos. Aliás, a gente não estaria tão errado assim se incluísse os agrotóxicos usados no campo nessa lista de venenos mais potentes do mundo, sabia?

Agrotóxicos no prato

Conforme divulgação da Anvisa, aproximadamente um terço dos vegetais consumidos em nosso país apresentaram níveis de agrotóxicos muito acima do aceitável durante a análise realizada.

Foram vistoriadas pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos (da própria Agência) quase 2.500 amostras de 18 tipos de alimentos, levando em consideração tanto os níveis de agrotóxicos presentes quanto a presença de agrotóxicos não autorizados para o tipo de alimento.

Conforme os responsáveis pela análise, o único vegetal que não apresentou nenhum tipo de contaminação por esses defensivos foi a batatada. Por outro lado, praticamente todo lote de pimentão analisado, 91,8% dele, para sermos mais precisos; apresentava níveis de agrotóxicos acima do permitido.

Da mesma forma foram com o morango, o pepino e o alface, por exemplo, que também apresentaram itens contaminados e com outras irregularidades e mais de 50% dos lotes examinados.

Confira a lista de alimentos com o maior nível de contaminação por agrotóxicos:

E então, quais dessas frutas e desses vegetais cheios de agrotóxicos você mais consome em seu dia a dia? Não deixe de comentar!

Agora, aproveitando o assunto, essa outra matéria também pode ser bastante útil para o seu cotidiano: 12 segredos para gastar menos no supermercado.

Fonte: Hypeness