Assista ao depoimento de Luís Manvalier, acusado de jogar a esposa da sacada

O homem agressivo e poderoso que aparecia nos vídeos que ganharam o Brasil nos últimos dias não foi o lado que Luis Felipe Manvalier mostrou em seu depoimento à polícia paranaense, no sábado (4). Nas imagens, o acusado de jogar a esposa da sacada aparece fraco, humilde e cheio de respeito à autoridade de que o interroga.

Durante o depoimento, Manvalier fala que não jogou a advogada Tatiane Spitzner da sacada do apartamento onde viviam. Ele diz ainda que a imagem da mulher “se jogando” do 4º andar não sai de sua cabeça.

Segundo o acusado de jogar a esposa da sacada, essa imagem perturbadora teria sido o motivo do acidente de trânsito no qual ele acabou se envolvendo no dia 22 de julho, dia em que ele foi reconhecido pela polícia e preso.

Quando questionado sobre seu estado após o acidente – que acabou sinistrando o carro do casal -, Luís Manvalier chega a responder que está tranquilo fisicamente, apenas com batidas no braço e no antebraço. “(…) mas ainda fica martelando a mesma imagem, porque eu sou inocente, a amo muito”, finaliza.

Assista o depoimento do homem acusado de jogar a esposa da sacada:

Relembre o crime

No dia 22 de julho, a advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, acabou perdendo a vida depois de discussões e uma sessão de agressões por parte do marido, o professor Felipe Manvailer, de 29 anos.

Nas imagens obtidas pela polícia das câmeras de segurança do prédio onde viviam, em Guarapuava, no Paraná, é possível ver a violência dispensada a Tatiane, momentos antes de sua morte.

No primeiro vídeo, é possível ver que o casal chega à garagem discutindo. Antes de entrar, aliás, o professor para o carro no meio da rua e dá dois tapas na cabeça da esposa. Ele mantem os atos agressivos nos momentos seguintes.

Já no estacionamento do prédio, o marido usa a força para obrigar a advogada sair do carro. Quando consegue que ela desça, ele a pressiona contra o veículo, a segurança pelo pescoço e desfere mais um tapa em seu corpo.

Quando o casal chega no elevador, Tatiane tenta fugir, mas é alcançada pelo marido. Ele a arrasta de volta ao elevador e eles entram. A mulher tenta fugir mais uma vez, quando o elevador para em um outro andar, mas é impedida e sofre mais agressões.

Ao chegarem no 4º andar, o homem a empurra em direção ao corredor e ela cai. Não demora muito para que aconteça a queda de Tatiane da sacada.

E, falando em crimes flagrados por câmeras de segurança, não deixe de conferir ainda: Crimes sem solução que foram filmados.

Fontes: Diário Online, RSN, Rediscovery